Archive for 30 de setembro de 2011

Município de Altaneira elege novo prefeito

Os eleitores do município de Altaneira, na região do Cariri, a 550 km de Fortaleza, elegem seu novo prefeito no domingo (2/10). A eleição suplementar acontece por conta da cassação do prefeito e vice, eleitos em 2008, Antônio Dorival de Oliveira e Francisco Fenelon Pereira – ambos do PSDB – por prática de conduta vedada, durante o período eleitoral.

A disputa de domingo será entre as candidaturas de Andréia Carla Davi (DEM) e seu vice, Jackson Feitosa (PSDB), que concorrem com Delvamberto Soares e seu vice, Dedé Pio, ambos do PSB.

Estão aptos a votar, no município de Altaneira, 5683 eleitores, em 25 seções e 9 locais de votação.

 

 

Prestação de serviços na IV Semana da Justiça Eleitoral

Desembargador Ademar Mendes Bezerra abre Semana da Justiça Eleitoral na segunda-feira 3. Foto - Arquivo

O desembargador Ademar Mendes Bezerra, presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) abre na segunda-feira (03/10), às 16 horas, a IV Semana da Justiça Eleitoral. O evento ocorrerá de 3 a 7 de outubro na praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza.

A Semana da Justiça Eleitoral, coordenada pela Escola Judiciária Eleitoral (EJE), tem o objetivo de aproximar e integrar a Justiça Eleitoral com a sociedade, prestando vários serviços ao cidadão.

Durante o evento, a população contará com atendimentos de inscrição eleitoral, revisão, emissão de 2ª via e transferência de títulos de eleitor, através da unidade móvel. O TRE fará também divulgação de atividades dos programas Eleitor do Futuro, Valorização do Mesário e Preservação da Memória Eleitoral.

Os servidores da Justiça Eleitoral distribuirão ainda 500 mudas de plantas, como parte do Programa de Educação Ambiental. Na abertura do evento, haverá apresentação do Coral “Vozes da Justiça” e de grupos de alunos de escolas públicas do Estado, com manifestações artísticas de teatro, dança e música, que farão parte da programação durante toda a semana na Praça do Ferreira.

A iniciativa conta com o apoio do UNICEF, Secretaria Regional do Centro, AMC, PM-CE, COGERH, Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza.

Bienal Internacional de Dança do Ceará comemora 15 anos

Cartas do Asilo, com a Cia Vatá (CE), dia 06/10 às 20h no CCBNB de Juazeiro do Norte. Foto - Adriana Pimentel.

Em outubro de 2011 a Bienal Internacional de Dança do Ceará chega à 8ª edição. Com toda a programação gratuita, terá abertura oficial no dia 21 de outubro em Fortaleza, onde acontece até o dia 29, mas já terá atividades a partir do dia 03/10, começando por Paracuru e encerrando no dia 06 de novembro em Nova Olinda. A Bienal acontecerá também em Guaiúba, Aracati, Sobral, Limoeiro do Norte, Itapipoca, Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato.   

Lançada em 1997, a Bienal do Ceará comemora 15 anos guiando-se por princípios e diretrizes que têm caracterizado o evento ao longo de sua existência, valorizando a multiplicidade das tendências artísticas, a descentralização das ações, o acesso democrático à programação, a formação e informação do público e dos artistas da dança, entre outras pautas de grande importância.

A Bienal do Ceará este ano direciona uma atenção especial a questões relativas aos repertórios coreográficos e seus processos de transmissão nos contextos de produção, difusão e formação em dança contemporânea. Com esse intuito a programação artística conta com obras coreográficas que se tornaram marco da produção de companhias de projeção internacional, assim como remontagens e releituras de trabalhos considerados patrimônio coreográfico da dança cênica ocidental. Este ano a Bienal do Ceará recebe coreógrafos e bailarinos da Bélgica, França, Itália, Israel e Argentina, além de nomes importantes da dança no Brasil.

  Serviço

Toda a programação é gratuita. Informações: (85)3268.3034 e bienal@bienaldedanca.com. www.bienaldedanca.com.

 Sobral: Atividades formativas: De 13 a 16/10 na Casa da Cultura e dia 19 na ECOA; Espetáculos: De 20 a 23/10 no Theatro São João.

Sobral debate Plano de Combate à Extrema Pobreza

Bispo dom Odelir; prefeito Clodoveu Arruda; presidente da Fundação de Ação Social,Jeovânia Aragão; e o presidente da Câmara, João Alberto. Foto - José Donato

“Nosso desafio é elevar a renda e as condições de bem-estar das famílias mais vulneráveis”. Foi o que disse o prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda (PT), na abertura da Oficina de estratégias para o Plano Municipal de Combate à Extrema Pobreza, no Ytacaranha Hotel de Serra, na manhã de sexta-feira 30.

Encontro acontece no Ytacaranha hotel de Serra, na Meruoca.

O prefeito destacou que as famílias extremamente pobres, que não são atendidas por programas sociais, precisam ser incluídas nas mais diversas ações de acordo com as suas necessidades para garantir os seus direitos.

Ele enfatizou, ainda, que a construção do Plano de Combate à Extrema Pobreza, passa pelas políticas públicas de assistência social, segurança alimentar e nutricional, saúde, educação, habitação, geração de renda e desenvolvimento agrário, entre outras iniciativas também da sociedade civil, com vistas ao desenvolvimento e a criação de novas estratégias de superação da pobreza.

A Oficina de estratégias ocorre no período de 8h até as 17h, com a participação do prefeito Clodoveu Arruda; bispo diocesano, dom Odelir José Magri; presidente da Câmara Municipal, João Alberto Adeodato Júnior; presidenta da Fundação de Ação Social do Município, Jeovânia Aragão; secretários municipais, vereadores e representantes de entidades públicas e privadas, convidados pela prefeitura.

De acordo com o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 16,2 milhões de brasileiros estão em situação de extrema pobreza. Em Sobral são 22.990 que se encontram nessa condição.

Professores estaduais decidem continuar greve

 Professores estaduais decidiram continuar a greve da categoria, em assembleia realizada na manhã de sexta-feira, 30. Uma manifestação dos professores acontece no meio da avenida Desembargador Moreira, em Fortaleza. Os docentes fecharam a via no sentido sertão-praia. Alguns policiais militares acompanham a manifestação, mas não há clima de tensão.

O acesso ao prédio da Assembleia está fechado, após o conflito entre docentes e a Polícia, ocorrido na manhã de quinta-feira 29. Policiais fazem a segurança do prédio, permitindo a entrada apenas de funcionários.

Dentro da Casa Legislativa, estão apenas os professores que estão fazendo greve de fome e alguns estudantes. O grupo fez vigília no prédio, em frente ao plenário.

A Assembleia Legislativa não realizará sessão nesta sexta-feira.

Fonte: O POVO Online

Cenário de guerra na Assembleia Legislativa do Ceará

Policiais do Batalhão de Choque fazem barreira para impedir entrada dos professores no plenário. Foto- TV Verdes Mares/Reprodução

O clima ficou tenso  na quinta-feira 29  na Assembleia Legislativa. Professores da rede estadual de ensino, em greve há 56 dias, tentaram impedir que os parlamentares votassem a mensagem enviada pelo Governo do Estado, na última quarta-feira, 28, que trata da tabela vencimental para os profissionais de nível médio.

          Para evitar a entrada dos manifestantes no Plenário 13 de Maio, policiais da Guarda Legislativa, com reforço de policiais do Batalhão de Choque, revidaram com rigor e teve início o conflito. Dois professores ficaram feridos e quatro foram detidos e liberados em seguida. Apesar da confusão e do apelo da categoria, a mensagem foi aprovada. Dos 40 deputados presentes na sessão, apenas quatro votaram contra.

 Confronto

             A mensagem já havia passado pelas Comissões Técnicas e estava pronta para ser votada, quando os professores, que desde a última quarta-feira estavam em vigília no Legislativo, três deles em greve de fome, tomaram conhecimento do fato. Indignados, tentaram impedir a votação e por pouco não conseguiram entrar no plenário.

             O momento mais tenso foi às 10h, quando policiais e professores entraram em confronto direto. O cenário era de uma guerra.

             De um lado estavam os policiais, que orientados pela presidência da Assembleia Legislativa criaram um bloqueio na entrada do Plenário, com objetivo de evitar a entrada dos manifestantes e proteger o patrimônio público. Do outro lado, professores grevistas que, a qualquer custo, queriam impedir a aprovação da mensagem.

              Enquanto o confronto acontecia, a sessão legislativa seguia normalmente. Cerca de uma hora depois, os ânimos se acalmaram e os professores acompanharam pelos televisores, no hall do prédio, o pronunciamento dos parlamentares.

               Bastou o presidente da Casa, Roberto Cláudio, anunciar que a mensagem seria votada, para manifestantes e policiais novamente entrarem em confronto. Mais policiais do Batalhão de Choque chegaram para reforçar a segurança e, dessa vez, utilizaram spray de pimenta, causando um mal-estar geral.

               Professores, policiais e profissionais da imprensa tossiam sem parar. O efeito do spray impedia que qualquer pessoa permanecesse naquele ambiente por muito tempo. Com isso, os manifestantes se dispersaram.

 Fonte: DN

Deputados aprovam tabela vencimental para professores

Presidente da Casa, Roberto Cláudio, disse que fará levantamento dos danos causados na manifestação dos professores. Foto - Alex Costa/DN

A mensagem do Governo que cria nova tabela vencimental para os profissionais de nível médio do grupo ocupacional magistério da educação básica foi aprovada na quinta-feira 29, na Assembleia Legislativa do Ceará, em clima de protesto, confusão e pancadaria. Apenas quatro deputados, Augustinho Moreira (PV), Heitor Férrer (PDT), Roberto Mesquita (PV) e Eliane Novais (PSB), votaram contra o projeto do Executivo, que desagradou os professores.

A matéria começou a tramitar na Assembleia quarta-feira 28, mesmo dia em que foi aprovada a urgência, diminuindo o tempo de tramitação do projeto. Na quinta-feira, em reunião conjunta das comissões, a proposta foi apreciada e votada, seguindo, então, para votação no plenário. Do lado de fora, professores gritavam pedindo para que a mensagem não fosse votada. Eles não tiveram acesso às galerias do parlamento. No plenário, deputados da oposição criticaram a matéria e a não realização de audiência pública para debater o assunto, como a categoria havia pedido.

Professores e policias entraram em conflito. Pedaços de poltronas que seriam utilizadas no prédio novo da Assembleia foram atirados pelos manifestantes que queriam invadir o plenário. Um quadro que retratava as personalidades do Ceará, exposto no hall de entrada da Assembleia, também foi danificado.

O presidente da Assembleia, deputado estadual Roberto Cláudio (PSB), informou que na sexta-feira 30 vai comunicar as medidas a serem tomadas contra as depredações sofridas pela Casa, informando que, primeiro, fará um levantamento dos danos.

Roberto Cláudio deixou claro respeitar os movimentos sociais e que a Assembleia continua sendo um espaço aberto, acessível e democrático de debate, porém entende haver um “fosso entre manifestação democrática e desrespeito institucional”.

 Fonte: DN

setembro 2011
S T Q Q S S D
« ago   out »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930