Archive for 5 de outubro de 2011

Criança morre após injeção no Hospital Unimed Sobral

Hospital da Unimed em Sobral, no centro da cidade. Foto - Arquivo

                  Uma criança de um ano e dois meses morreu, na segunda-feira, 3 de outubro, após a aplicação de uma injeção, em Sobral. O menino estava internado no Hospital Unimed Sobral com febre. A injeção foi aplicada pela técnica em enfermagem Noemi da Silva Plácido, para diminuir uma febre de 39 graus, denuncia o avô do menino, o advogado Gilberto Feijão.

             Ele promete processar o Hospital para saber a causa mortis do neto. “Eles colocaram no atestado de óbito causa morte indefinida. Eu quero saber de que morreu meu neto, que estava saudável. Apenas com uma febre”, questiona Gilberto Feijão.

                  “Nada vai dar de volta a vida do meu neto, mas quero, com este processo, que os hospitais de todo o Brasil tenham mais cuidado ao aplicar medicamentos, pois o Hospital Unimed Sobral negou-se a mostrar o prontuário, o remédio e a seringa utilizada no meu neto”.

                 O nome do menino é Gilberto Alves Feijão Neto e era o filho mais novo do casal Cesário e Jaqueline Feijão, que fica com um filho. “Não sei se houve negligência, erro, mas o fato é que tiraram a vida do meu neto, que no sábado estava bem, servindo inclusive de pajem no casamento de uma tia dele. Foi ele quem levou a aliança”, contou Gilberto Feijão.

                O avô diz que “no domingo à tarde ele apresentou esta febre e foi levado para o hospital, onde o médico Francisco Plácido Nogueira Arcanjo recomendou que ele ficasse em observação para, na manhã de segunda-feira, fazer exame de sangue e urina. Brinquei com o meu neto na noite de domingo e, na manhã de segunda, coletaram sangue e urina para os exames”.
               O avô enfatizou, ainda, que, na segunda-feira, “veio a técnica em enfermagem para dar esta injeção que foi fatal. Ela aplicou a injeção dizendo que era dipirona para baixar a febre que estava em 39 graus. Mesmo com o grito agudo do menino, ela continuou a injeção. O meu neto logo ficou roxo e morreu em questão de segundos”, relata.

Hospital Unimed

               O diretor administrativo do hospital, Luiz Aquino, informou que a criança já apresentava há algum tempo um quadro de infecção urinária recorrente, com febre persistente, além de um estado de anemia importante. “Houve o infortúnio de uma morte súbita após a introdução de uma medicação que ele já estava acostumado a tomar”, explica Aquino.

              Segundo o médico, a sindicância instaurada não constatou nenhum erro técnico no processo de tratamento da criança, sendo recomendado um estudo cadavérico, serviço médico-legista. “Pelo que soubemos, a família se recusou a fazer este estudo que seria fundamental para sabermos a real causa do óbito, visto que não temos dados suficientes para tal”.

                  Luiz Aquino comenta que, muitas vezes, um quadro de saúde grave não é visível em crianças. Somente por meio de exames laboratoriais se pode confirmar a situação. “Neste caso, o paciente já possuia estas infecções. Mas, infelizmente, não podemos ligá-las à causa da morte sem o estudo cadavérico”.

                    Gilberto Feijão garante que procurou a direção do hospital onde o neto faleceu. “Conversei com os diretores Luiz Aquino Assunção Júnior e Tadeu Xerez e com o médico Plácido Arcanjo. Fiz a seguinte pergunta que ficou sem resposta: de que morreu meu neto? Eles somente lamentaram a morte e negaram o prontuário do meu neto”, afirmou.

                 Feijão contratou os serviços dos advogados José Inácio Linhares e Rafael Pontes para saber do hospital a causa mortis do garoto e, com base no resultado, acionar judicialmente a Unimed Sobral.

Fonte: Diário do Nordeste, edição de 05 Outubro 2011

Assembleia festeja 10 anos da Associação dos Rondonistas

Deputado Professor Teodoro falou sobre a importância do Projeto Rondon. Foto - Divulgação

Os 10 anos da Associação Estadual dos Rondonistas do Ceará foram comemorados na tarde de terça-feira (04/10), em sessão solene na Assembleia Legislativa, atendendo à solicitação do deputado Professor Teodoro (PSDB). O parlamentar ressaltou “os benefícios que o Projeto Rondon trouxe aos universitários cearenses, e sua constante promoção da inclusão da educação”.

Teodoro lembrou que, em 1967, um grupo de estudantes, sob a coordenação do professor Wilson Choeri, da Universidade do Estado da Guanabara, viajou do Rio de Janeiro para Porto Velho com objetivo de conhecer a realidade da região Norte do Brasil. Segundo o deputado, a experiência foi abraçada pelo Ministério do Interior em 1968 e batizada de Projeto Rondon. “O plano surgiu como suporte às ações das universidades e instituições de ensino superior, proporcionando participação no desenvolvimento regional”, explicou.
            A primeira sede do Rondon no Estado foi criada em Fortaleza, em 2001. Atualmente, o projeto conta com uma sede regional em Sobral e um campus avançado em Reriutaba.

Os alunos envolvidos no projeto promovem ações solidárias em comunidades carentes, exaltando os princípios do desenvolvimento sustentável. Eles também adquirem conhecimentos que ajudarão a complementar sua formação ao conhecer melhor a realidade cultural, social e geográfica do seu território. Durante o evento, houve uma entrega de diplomas aos recém-associados.

 Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa

Iniciado terminal de passageiros do aeroporto de Jeri

Projetado para ser um dos principais vetores do turismo no Ceará, o Aeroporto de Jericoacoara, terá capacidade de 1,2 mil vôos/ano. Foto - Divulgação

A segunda etapa do aeroporto de Jericoacoara, que compreende a construção do terminal de passageiros, está com as obras em execução. O contrato foi assinado entre a secretaria do Turismo do Estado (Setur) e a empresa vencedora da licitação (Poly Construções) e a obra terá um prazo de 360 dias para execução. O investimento é de R$ 9,2 milhões. O aeroporto está sendo instalado no município de Cruz.

De acordo com dados da Setur, o projeto do terminal de passageiros terá uma aparência rústica, com detalhes e janelas em parede e vidro e cobertura de taubilhas, que é uma espécie de telha de madeira. Já a pista de pouso terá comprimento de 2,2 mil metros e 45 de largura, o que permite o pouso e decolagem de aeronaves de grande porte, como o Boeing 767-300, aeronave padrão para o projeto. Somado a isso, está prevista áreas para alfândega e Polícia Federal. Isso significa que o aeroporto vai receber voos internacionais diretos, sem a necessidade de conexão no Pinto Martins.

Para preservar o Parque Nacional de Jericoacoara e permitir futuras ações de manejo e desenvolvimento sustentável, o equipamento está sendo instalado no município de Cruz, a 22 quilômetros da sede; a 18 km de Jijoca de Jericoacoara; a aproximadamente 25 km da praia de Jericoacoara, e a 10,3 km do parque.

 A primeira etapa da obra, referente à construção da pista de pouso e decolagem, pátio de estacionamento e pista de táxi está sendo realizada pelo consórcio CONTERN-SBS, formado pelas empresas Contern Construções e Comércio Ltda. e SBS Engenharia e Construções Ltda. A previsão é de que esta primeira etapa seja concluída até o final do primeiro semestre de 2012. Este lote, orçado em R$ 44 milhões tem recursos oriundos do Tesouro Estadual e do Ministério do Turismo.

 Projetado para ser um dos principais vetores do turismo no Ceará, o Aeroporto de Jericoacoara, com capacidade de 1,2 mil vôos/ano, deve incrementar o fluxo turístico do Litoral Oeste. Além disso, encurtará o tempo de viagem entre Fortaleza e Jericoacoara, passando das atuais cinco horas para apenas uma hora, tornando a viagem mais cômoda e barata pois, atualmente, são necessárias cinco horas para percorrer os 314 quilômetros de estradas e dunas.

Outros benefícios são a melhora da logística para escoamento da produção das regiões Norte e da Ibiapaba e o desafogamento do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

I Encontro Regional da Pastoral da Aids do Ceará

O encontro foi realizado em Sobral, no Centro de Treinamento do Sumaré (Cetresum). Foto - Divulgação

Paróquias das dioceses de Sobral, Tianguá e Crato, além da Arquidiocese de Fortaleza, participaram do I Encontro Regional da Pastoral da Aids do Ceará. O evento aconteceu recentemente em Sobral, no Centro de Treinamento do Sumaré (Cetresum), com palestras e debates envolvendo  60 agentes pastorais.

Entre os palestrantes, a enfermeira Dulcinalda Braga, gerente do Centro de Orientação Soropositivo (Coas), fez uma explanação sobre a real situação da AIds em Sobral e nos demais municípios da zona Norte.

Esteve presente o bispo diocesano dom Odelir José Magri, atendendo a convite do coordenador da Pastoral da Aids em Sobral, Jorge Luis de Paula.

outubro 2011
S T Q Q S S D
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31