Força Nacional e o Exército vão garantir o Réveillon

             

Reveillon na praia de Iracema em Fortaleza. Foto - Arquivo

Uma tropa de 350 homens da Força Nacional de Segurança (FNS) será mobilizada para garantir a festa de Réveillon em Fortaleza, em decorrência de um movimento deflagrado, na última quinta-feira, por policiais e bombeiros militares estaduais e que pode ter a adesão da Guarda Municipal de Fortaleza. Os integrantes da FNS estavam aquartelados em Brasília e foram enviados ao Ceará por determinação do Ministério da Justiça a pedido do governador do Estado, Cid Gomes.

Junte-se ao efetivo da FNS, cerca de dois mil soldados do Exército, das unidades do 23º Batalhão de Caçadores, Companhia de Guarda e do próprio Quartel da Décima Região Militar estão de prontidão caso seja necessário o emprego da tropa das Forças Armadas para assegurar a segurança da população.

Força

O pedido de intervenção da Força Nacional de Segurança em Fortaleza já estava nos planos do governador Cid Gomes há, pelo menos, duas semanas, diante da possibilidade de uma paralisação de parte do efetivo da PM e do Corpo de Bombeiros.

E foi o que aconteceu. Na noite de quinta-feira passada, cerca de 600 PMs e BMs reuniram-se em assembleia no Ginásio Poliesportivo da Parangaba e resolveram deflagrar o movimento de paralisação. A princípio, os manifestantes decidiram que iriam permanecer acampados no próprio ginásio. Mas, já quase no fim da noite, partiram para uma ação desafiadora aos organismos da Segurança Pública estadual, invadiram o quartel da 6ª Companhia do 5º BPM (Antônio Bezerra) usando até crianças de colo como ´escudo humano´ e passaram a esvaziar os pneus das viaturas da PM, principalmente as das patrulhas do Ronda do Quarteirão que chegavam ao Quartel para a rendição (troca de turno).

No começo da madrugada a situação se acalmou, mas, quando o dia amanheceu, integrantes do movimento, utilizando motocicletas, passaram a atacar as patrulhas do Ronda que ainda estavam de serviço e esvaziaram os pneus. Muitas viaturas ficaram paradas na via pública até que fossem rebocadas.

Em frente ao Quartel da 6ªCia/5ºBPM a situação permaneceu tensa durante todo o dia e, no fim da tarde, dezenas de viaturas estavam estacionadas nas ruas próximas, todas sem condições de rodar. O governo, então, acionou a FNS.

Fonte: DN

Leave a Reply

dezembro 2011
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031