Archive for 6 de março de 2012

Estado lança concurso para professor temporário na URCA

Universidade Regional do Cariri - URCA, em Juazeiro do Norte. Foto - Arquivo

Será realizado concurso público para o preenchimento de 168 vagas de professor temporário na Universidade Regional do Cariri (URCA). As vagas são para as unidades de Iguatu, Campos Sales e Missão Velha. O Edital do concurso (baixe aqui) já foi publicado no Diário Oficial do Estado, fixando as normas da seleção. Os salários vão de R$ 656,43 a R$ 3.751,06, com cargas de 20 e 40 horas, para professores graduados, especialistas, mestres e doutores, em diversas áreas.

A taxa de inscrição no concurso é de R$ 100, e os interessados devem comparecer à Rua Coronel Antônio Luiz, 1161, Crato – Ce, no horário das 9 horas às 12 horas e das 14 horas às 17 horas, de segunda-feira à sexta-feira, a partir desta terça-feira (06) até o próximo dia 20.

A inscrição também poderá ser realizada pela Internet, através do site da instituição:www.urca.br

Fonte: Diário do Nordeste

Gasolina mais cara do Ceará está em Sobral

    

O preço médio do litro da gasolina no Ceará é de R$ 2,786, variando de R$ 2,590 em Caucaia a R$ 2,999 em Sobral. Foto - DN

Sobral, na zona Norte, lidera o ranking da gasolina mais cara no Ceará. Nas últimas quatro semanas, o maior preço do Estado é registrado no município, R$ 2,999, segundo informações da pesquisa da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), divulgadas ontem.

Situada a 230 quilômetros de Fortaleza, a cidade da região Norte do Estado anotou R$ 2,790 como menor preço do litro da gasolina, deixando uma média de R$ 2,929, após levantamento em 17 postos de combustíveis, na semana de 26 de fevereiro a 3 de março.

Nesse período, a maior média, no entanto, foi de Ipu, a 95 quilômetros da Capital, com R$ 2,984, variando de R$ 2,970 a R$ 2,990, entre nove postos.

O preço médio da gasolina no Ceará é de R$ 2,786, o segundo maior do Nordeste, variando de R$ 2,590 a R$ 2,999, somente na semana passada.

Entre os municípios cearenses com maiores preços médios para a gasolina estão Beberibe (R$ 2,885), Canindé (R$ 2,872), Crateús (R$ 2,901), Crato (R$ 2,796), Icó (R$ 2,843), Ipu (R$ 2,984), Itapipoca (R$ 2,855), Juazeiro do Norte (R$ 2,821), Limoeiro do Norte (R$ 2,856), Morada Nova (R$ 2,915), Pedra Branca (R$ 2,829) e Quixadá (R$ 2,816). Todos os preços acima da média do Estado.

Menor preço

O combustível mais barato (R$ 2,590) no Ceará foi encontrado em um município da região metropolitana, Caucaia, onde a média era de R$ 2,717 e o preço máximo, R$ 2,790, registrados na semana passada. Nas duas semanas anteriores, entre os dias 12 a 25 de fevereiro, o menor preço (R$ 2,440) foi registrado em Maracanaú.

De 2 a 11 de fevereiro deste ano, Fortaleza tinha o menor preço no Estado, R$ 2,399, uma média de R$ 2,545 e alcançou o máximo de R$ 2,799.

Livre mercado

Segundo o assessor de Economia do Sindipostos (dos Revendedores de Combustíveis do Ceará), Antônio José Costa, os preços seguem a regra de livre mercado. “Na Capital e região metropolitana, há mais postos, a concorrência é mais acirrada, o preço é menor”, explica. “No Interior, são menos postos, a concorrência é menor. O revendedor vende menos e quer ganhar no preço por unidade, já que não comercializa em quantidade”.

Frete

Além disso, o preço do frete encarece o combustível até o Interior do Estado. “Quanto mais próximo ao terminal de distribuição, mais barato”, esclarece.

Distorção

Revertendo esta lógica sobre a diferença de preços entre Interior e Região Metropolitana de Fortaleza, ocorrem “distorções ocasionais”. É assim que Antônio José Costa explica Iguatu a 384 quilômetros de Fortaleza estar entre as cidades com preço do combustível mais barato no Estado, na última semana.

Na região Centro-Sul, o município marcou nas bombas um preço médio de R$ 2,696, abaixo da média do Estado, variando de R$ 2,690 a R$ 2,750.

Nas três semanas anteriores, a média do preço do litro de gasolina ficou em R$ 2,689, em Iguatu. “Isso ocorre em função de briga de revendedores”, afirma o assessor do Sindipostos. É uma guerra de preços entre postos. Essa distorção é ocasional”.

Fonte: Diário do Nordeste

março 2012
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031