Archive for 14 de março de 2012

Centro de Ciências da Saúde da UVA será inaugurado dia 31

Centro de Ciências da Saúde (CCS), no campus Derby. Foto – Professor Hudson Costa

Acontecerá no dia 31 de março, às 9:30h, em Sobral, zona Norte do Ceará, a inauguração do Centro de Ciências da Saúde (CCS), da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), no campus Derby. As obras foram realizadas pelo Governo do Estado, através da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior. Com uma área construída de 3.112,71 m2, o novo prédio atende aos cursos de graduação em Enfermagem e Educação Física, bem como aos Cursos de Pós-Graduação Stricto e Lato Sensu.

             A solenidade terá a participação do governador Cid Gomes, do secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, René Barreira, do reitor Antonio Colaço Martins e de outras autoridades, professores, estudantes e servidores. Na ocasião será lançado pela Escola de Gestão Pública do Estado do Ceará (EGP), em convênio com a UVA, Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Pública, para capacitação dos gestores da Universidade.

Foram investidos R$ 5.407.887,38 na construção e aparelhamento do Centro de Ciências da Saúde, com 23 salas de aula, 16 gabinetes para professores, biblioteca com e-teca, auditório com 200 lugares, Área administrativa e de convivência, sete laboratórios de ensino e pesquisa, Sala dos Centros Acadêmicos, Comitê de Ética e Pesquisa, banheiros, amplo estacionamento, acessos para cadeirantes, centrais de ar-condicionado em todos os ambientes, 59 computadores e mobiliário moderno.  Do total dos recursos, R$ 233.972,08 têm como fonte o Instituto de Desenvolvimento da UVA – IADE.

Os investimentos objetivam elevar a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão, oferecendo também melhores condições para docentes, discentes e funcionários, no exercício de suas funções.  As novas instalações atendem hoje a 1.500 estudantes dos Cursos de Enfermagem e de Educação Física e de Pós-Graduação.

Campi CIDAO e Betânia

Logo após a inauguração do CCS, o governador Cid Gomes descerrará placas das reformas: Acesso ao Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET), no campus CIDAO; Iluminação das fachadas dos prédios históricos da UVA, pavimentação e iluminação do pátio com instalação subterrânea, Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI), e da construção da sede da Pró-Reitoria de Administração (PROAD), no campus Betânia. São melhoramentos significativos que tiveram investimentos de R$ 2.787.513,75.

Parque Nacional de Jericoacoara terá Centro de Visitantes

         

Vista do por do sol no mar a partir de uma das dunas de Jericoacoara. Foto - Divulgação

Com investimento de R$ 1,5 milhão, o Parque Nacional de Jericoacoara vai ganhar melhorias. A promessa, do Ministério do Turismo (MTur), do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) e da Secretaria de Turismo do Ceará (Setur-CE), é que o parque fique mais agradável e seguro. A região que abriga uma das praias mais belas do mundo vai receber novas estruturas de acesso e controle e um centro de apoio aos visitantes.

          Até o início do segundo semestre deste ano, a Setur inicia o processo licitatório para a elaboração de projetos e construções. Com a implementação desses equipamentos, será possível qualificar a estrutura de atendimento turístico, organizar as visitas e garantir a preservação dos ecossistemas da região, que incluem mangues, restingas e lagoas, conforme informa a Setur. A principal intervenção no Parque será o Centro de Visitantes. O espaço está sendo projetado para desenvolver exposições, palestras e outras atividades de cunho socioambiental, de diversidade biológica, cênica, ecológica, arqueológica, paleontológi-ca e histórico-cultural.

           A capacidade da estrutura considera um aumento de, no mínimo, 30% no número de visitantes na região, que, na visão da Setur e MTur, garantirão a sustentabilidade do projeto. O espaço vai ter recepção, bilheteria, banheiros, auditório, salas de administração e multiuso, biblioteca, ambientes para exposição permanente e temporária, dentre outros espaços de apoio.

 Referencial
          Os elementos arquitetônicos e de paisagismo são integrados à paisagem natural, servindo como referencial de respeito ao meio ambiente e polo de promoção da educação ambiental sustentável. Estão previstos programa de gerenciamento de resíduos sólidos, uso de materiais regionais, uso de energias limpas e reutilização da água.

         Além do apoio a ser oferecido pelo Centro de Visitantes, quem for ao Parque Nacional vai ser informado, logo na entrada, sobre as normas e restrições no interior do espaço. Nas quatro entradas vão ser instaladas guaritas de controle de acesso em madeira, integradas à paisagem natural, onde vão ser estar os painéis informativos.

Trilhas e dunas

            As trilhas – do Serrote, que leva ao Farol e à Pedra Furada e a do Circuito das Dunas – vão ser recuperadas. A pretensão é que elas fiquem mais confortáveis para os visitantes, com bancos, guarda-corpo, lixeiras, quiosques, áreas para descanso, escadas e passarelas de acesso.
          As dunas móveis protegidas pelo Parque Nacional de Jericoacoara são amostras de um sistema único e complexo de dunas barcanas independentes, que se movem sobre uma planície. A paisagem formada pelo mosaico de dunas, campos verdes e lagoas interdunares é também singular, sendo a única deste tipo que goza de proteção integral na forma da lei, destaca o ICMBio.

Convênio
                O Parque é classificado pelo ICMBio como “ecossistema extremamente vulnerável” e as principais espécies de animais encontradas são aves. A maior parte da área protegida por lei fica em Jijoca de Jericoacoara e uma pequena porção na cidade de Cruz. Todas as intervenções são fruto de um convênio entre a Setur e o MTur e obedecem às normas de preservação ambiental do ICMBio. A previsão para o fim da licitação e início das obras é agosto de 2012.

              Para o administrador do Parque, José Osmar Fonteles, o Centro de Visitantes vai melhorar a apreciação responsável da área. “Como o Parque Nacional tem o objetivo básico de preservar os ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico, nada mais salutar que este Centro de orientação para evitar exageros que prejudiquem o Parque”, diz.

Fonte: Diário do Nordeste

março 2012
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031