Archive for 22 de março de 2012

Petrobras abre concurso para 1.521 vagas para todo o Brasil

A Petrobras abriu concurso para 1.521 vagas – 647 para nível superior (29 cargos, com possibilidade de trabalho em qualquer unidade da Federação) e 874 para nível médio/técnico (31 cargos em 24 localidades diferentes). Os salários vão de R$ 1.994,30 a R$ 6.883,05. As vagas são para todo o país.

Entre os cargos com maior número de vagas disponíveis estão técnico de operação júnior e técnico de administração e controle júnior, para o nível médio, e engenheiro de equipamentos júnior – mecânica e administrador júnior para o nível superior. A remuneração mínima inicial varia de R$ 1.994,30 a R$ 2.896,02 para cargos de nível médio e R$ 6.388,31 a R$ 6.883,05 para cargos de nível superior.

A Petrobras também oferece uma série de benefícios, como previdência complementar, plano de saúde (médico, hospitalar, odontológico, psicológico e benefício farmácia) e benefícios educacionais para dependentes, entre outros.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.cesgranrio.org.br da 0h do dia 27 de março até as 23h59 do dia 11 de abril. A taxa é de R$ 35 para os cargos de nível médio e de R$ 50 para os cargos de nível superior.

Fonte: G1 SP

Especialista em diabetes alerta sobre cuidados com os pés

         

Não andar descalço, mesmo em casa, é outra recomendação importante. Foto - Divulgação

Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Cardiovascular apontam que todos os anos são realizadas cerca de 40 mil cirurgias de amputação de membros inferiores no Brasil, sendo que 90% delas em decorrência de complicações da diabetes. O diabetes mal controlado causa ao longo do tempo alterações no sistema nervoso, na pele, nas unhas, no sistema vascular, fazendo com que o paciente tenha pé ressecado, redução da sensibilidade e malformação das unhas. O ressecamento leva às rachaduras e lesões maiores.

              Na maioria dos casos, o principal problema é que o tratamento do pé diabético não é feito precocemente. Isso ocorre porque, muitas vezes, o paciente ainda não sabe que tem a doença ou se recusa a aceitar o diagnóstico, já que os sintomas iniciais não provocam grande incômodo. Sem tratamento adequado, a ferida evolui, levando à amputação. Só no Hospital Geral de Fortaleza, HGF, foram realizadas 411 cirurgias de amputações no ano passado. São cerca de 35 por mês. Uma realidade que poderia ser diferente.

             O cirurgião vascular Rodrigo Landim, do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) explica que algumas atitudes simples podem evitar as amputações de membros inferiores. É preciso examinar diariamente os pés e ter cuidados com bolhas, rachaduras e ressecamentos. O paciente deve evitar colocar os pés de molho, pois eles poderão rachar ou ressecar. Não andar descalço, mesmo em casa, é outra recomendação importante. É preciso ter muita atenção com calos ou verrugas, para que só sejam removidos com pessoas devidamente treinadas. O paciente deve usar cremes hidratantes para os pés, retirando o excesso e deixando o espaço entre os dedos bem seco.

               Sintomas do pé diabético: Dor nas pernas, principalmente com exercícios; feridas que não curam; e pés inchados, azulados e ressecados.

Estudantes do Timor Leste vão fazer intercâmbio na Unilab

Estudantes do Timor Leste vão fazer intercâmbio na Unilab, em Redenção, no Ceará. Foto - Divulgação

Um grupo formado por 69 estudantes do Timor Leste vai chegar na sexta-feira (23) ao Brasil para fazer um intercâmbio na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), localizada na cidade de Redenção, no Ceará. Os jovens de 18 a 23 anos vão aprender a língua portuguesa e buscar uma qualificação profissional. O intercâmbio faz parte de um convênio estabelecido entre a Unilab e a Universidade Nacional de Timor Lorosa.

O começo das aulas do grupo está previsto para o início do mês de abril. Os estudantes timorenses vão cursar administração pública, agronomia, ciências da natureza, matemática, enfermagem e engenharia de energias.

A Unilab, fundada em julho de 2010, busca a cooperação solidária e integração dos países de língua portuguesa. Mais 30 estudantes estrangeiros estudam na Unilab, oriundos de países como Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe.

Fonte: G1 CE
 

março 2012
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031