Archive for 30 de março de 2012

Assembleia aprova piso de R$ 1.451,00 para professores

O valor do piso fica definido em R$ 1.451,00, conforme a Lei Nacional do Piso do Magistério. Foto - Arquivo

A Assembleia Legislativa aprovou em sessão de quarta-feira (28) o projeto de lei do Governo do Estado que altera o piso do magistério e que garante o reajuste automático desse valor. Conforme a matéria, o valor do piso fica definido em R$ 1.451,00, conforme a Lei Nacional do Piso do Magistério. Dessa maneira, nenhum professor da rede pública do Governo do Estado receberá vencimento baixo do valor definido pela Lei Nacional. A matéria prevê que o reajuste será retroativo ao mês de janeiro de 2012. Em fevereiro passado, o Congresso Nacional aumentou o piso nacional do magistério de R$ 1.187,00 para R$ 1.451,00.  

Segundo dados da Secretaria da Educação (Seduc), serão beneficiados 6.894 professores que tinham vencimentos de 1.270,00 ( maior que o piso anterior, mas inferior ao piso definido pelo Congresso).  Dessa forma, o Governo do Estado garante que nenhum professor terá vencimento abaixo do piso, de acordo com a Lei Nacional. Além disso, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), já iniciou o estudo para a implantação progressiva do regime que reserva 1/3 da carga horária do professor para as tarefas de planejamento, já a partir do segundo semestre de 2012 e seguirá de forma escalonada até 2014.

 Fonte: Assessoria de Imprensa da Seduc

 

Ceará tem maior taxa de matrícula na pré-escola

          O Ceará tem a maior taxa de crianças entre 4 e 5 anos matriculadas do Brasil, de acordo com a organização ”Todos pela Educação”, com base em dados do censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo a pesquisa, o Ceará tem 92% das crianças em idade pré-escolar estão matriculadas.

Ainda de acordo com a pesquisa, os cinco estados com melhores índices são do Nordeste: Ceará (92%), Rio Grande do Norte (90%), Piauí (89%), Maranhão (88%) e Sergipe (87%). Os estados com piores índices são Rio Grande do Sul (58%) e Rondônia (57%).

Apenas Ceará e Rio Grande do Norte apresentam um nível considerado “satisfatório” pela organização, acima de 90%. Em todo o Brasil, de acordo com o estudo o ‘Todos pela Educação’, a taxa de crianças de 4 e 5 anos matriculadas na pré-escola saltou de 51% em 2000 para 80% em 2010. Cerca de 1,1 milhão de crianças nessa faixa etária ainda estão fora das escolas, de acordo com o estudo.

Fonte: G1 CE

 

março 2012
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031