Assembleia debate propostas do Fórum de Educação

O evento foi realizado na Assembleia Legislativa, em Fortaleza. Foto - Divulgação

O lançamento do Fórum Estadual de Educação do Ceará foi tema de solenidade na tarde de segunda-feira (28/05) na Assembleia Legislativa. O presidente da Casa, deputado Roberto Cláudio (PSB), abriu os trabalhos, destacando o objetivo do fórum, que passa pela discussão entre a sociedade civil das questões mais importantes relacionadas à educação cearense, pontuando que o debate irá fortalecer a luta pelo acesso a uma qualificação da educação pública cearense. Também ressaltou que ”a causa da educação diz respeito aos destinos do Brasil, e que se torna obrigatório um olhar atencioso e dirigido para ela”.

           A propositora da iniciativa, deputada Rachel Marques (PT), destacou a importância do evento “para dar visibilidade ao fórum como um espaço importante e privilegiado de mobilização popular e interlocução entre a sociedade civil e o Governo”.

               A parlamentar também apontou que “é necessário reafirmar os princípios importantes de uma educação pública de qualidade, que passarão por uma caminhada muito rica de ações e participação da sociedade que terá no fórum um elemento central”.

               A coordenadora do Fórum Estadual de Educação, Cristiane Carvalho Holanda, apresentou os objetivos do fórum que são: formular e monitorar o Plano Nacional de Educação (PNE); implementar e avaliar o Plano Estadual de Educação; acompanhar a tramitação de projetos legislativos referentes à política nacional e estadual de educação no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa; planejar e coordenar as conferências estaduais e sua implementação, além de zelar e apoiar as conferências municipais.

             O coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, apresentou por sua vez os desafios e as propostas do PNE em comparação ao que está estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC).

             Segundo ele, se o país destinar 10% de seu Produto Interno Bruto (PIB) no investimento à educação, como é proposto no Plano, em um prazo de 30 anos o Brasil se aproximaria das principais nações do mundo no quesito. “A melhor política econômica que o Brasil precisa ter a longo prazo para se equivaler às grandes nações do mundo passa pela educação”, afirmou Daniel Cara.

                 Também estiveram presentes os deputados federais Artur Bruno (PT/CE) e Chico Lopes (PCdoB/CE); o secretário executivo adjunto do Ministério da Educação (MEC), Francisco das Chagas Fernandes; o secretário de Educação Básica do MEC, César Callegari; a secretária de Educação do Estado do Ceará, Maria Izolda Cela; o reitor da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Paulo Speller, dentre outras autoridades.

 

Fonte: Agência de Notícias da Assembleia

 

Leave a Reply

Maio 2012
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031