Archive for 7 de maio de 2013

3º Festival de Teatro Infantil do Ceará recebe inscrições

Grupo Sienta la Cabeza, de Barcelona (Espanha) é uma das atrações convidadas. Foto - Divulgação

Até o dia 10 de junho de 2013, o TIC – Festival de Teatro Infantil do Ceará recebe inscrições de grupos de teatro de todo o Brasil para a sua 3ª edição, que acontecerá de 05 a 13 de outubro de 2013. Os interessados podem enviar proposta de um ou mais espetáculos infantis para compor a programação do evento. A inscrição será on-line pelo site www.festival-tic.com.

O Festival traz novas possibilidades de entretenimento em família, com a ideia de colocar o teatro infantil como uma opção responsável de diversão e lazer para todas as idades.

Além da arte de encenar reunindo espetáculos cearenses, nacionais e internacionais, na edição de 2013 do TIC outras linguagens invadirão a cena, como audiovisual, artes visuais, dança, música e literatura.

Será uma intensa programação gratuita em Sobral, Icapuí e Fortaleza, com sessões exclusivas para escolas públicas municipais. O principal intuito é conquistar novas plateias.

Assim, o TIC segue se reinventando e cumpre seu papel de democratizar o acesso à cultura da infância e de promover o teatro infantil cearense, fomentando novas perspectivas, dramaturgias e estéticas.

Com essas ações, a Invento Produção Cultural visa se consolidar dentro do calendário cultural do Estado, com foco na difusão e formação do teatro infantil e na democratização do acesso à cultura, como uma ação sustentável de desenvolvimento do setor teatral local.

O 3º TIC é uma realização da Invento Produção Cultural, numa promoção da Associação de Pesquisas e Atividades Teatrais Cia do Batente e a Seara de Desenvolvimento e Cultura. Apoio institucional: Prefeitura Municipal de Sobral e Instituto ECOA. Apoio cultural: Secult/CE.

Serviço

3º TIC – Festival de Teatro Infantil do Ceará – Inscrições abertas até o dia 10 de junho de 2013 para grupos de todo o Brasil. O regulamento e as inscrições estão disponíveis no site www.festival-tic.com. Info: (85)3048-6077 / E-ail:fest.teatroinfantil@gmail.com / twitter: @inventocultura l/ facebook: Invento Produções.

Juiz institui Central de Mandados da Comarca de Sobral

Fórum Doutor José Saboya, em Sobral. Foto - Divulgação

O juiz Willer Sóstenes de Sousa e Silva, titular da 3ª Vara Cível de Sobral, instituiu a Central de Mandados (Ceman) da Comarca, distante 250 km de Fortaleza. A medida consta na Portaria nº 9/2013, publicada no Diário da Justiça Eletrônico da última quinta-feira (02/05).

A Ceman funcionará vinculada à Diretoria do Fórum de Sobral e também abrangerá o Juizado Especial Cível e Criminal (JECC). Compete à Central cumprir todos os mandados judiciais expedidos pelos magistrados.

Ainda segundo a portaria, caberá ao diretor do Fórum estabelecer as normas de atuação dos oficiais de Justiça, providenciar as medidas necessárias ao funcionamento da Ceman, requisitar diligências para cumprir os mandados e fiscalizar as atividades. Além disso, deve indicar servidor para coordenar os trabalhos.

Ao coordenador, competirá receber diariamente os mandados, restituir aqueles devidamente certificados às secretarias, diligenciar junto aos diretores de secretaria para obter as vias necessárias das ordensexpedidas, entre outros.

Todas as determinações judiciais elaboradas pelas secretarias deverão ser encaminhadas diariamente, para que sejam distribuídas aos oficiais de Justiça. Após o cumprimento, eles deverão ser restituídos às varas de origem.

Para o cumprimento das ordens, a Comarca de Sobral terá os distritos divididos em regiões e rotas. Cada rota terá dois oficiais, que atuarão em sistema de rodízio, considerando período de férias, afastamentos legais, aposentadorias, licenças para tratamento de saúde ou remoções. A determinação entra em vigor no prazo de até 45 dias.

Fonte: Site TJCE

Hospital de Messejana completa 80 anos de história

O Hospital de Messejana é pioneiro no Norte e Nordeste do paí, em implante de Coração Artificial. Foto - Arquivo

este mês de maio, o Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes completa 80 anos de história. Inaugurado em 1933, como instituição de caráter privado, atendia, na época, portadores de tuberculose. Hoje, é referência no país nas áreas da cardiologia e pneumologia e oferece aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) tratamentos de ponta e procedimentos de alta complexidade, ainda não disponíveis no Norte e Nordeste e até em outras regiões do Brasil.

O transplante de pulmão e o Projeto Coração Artificial, por exemplo, só são encontrados nas regiões Norte e Nordeste no Hospital de Messejana. Já o Sistema de Mapeamento Eletroanatômico Tridimensional, que realiza o mapeamento de arritmias complexas, é exclusividade do HM na rede SUS, em todo o país. Na área de ensino e pesquisa, o Hospital também parte na frente sendo o primeiro do Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil a ter o Doutorado em Cardiologia.

Referência nacional no tratamento de doenças cardíacas e pulmonares, o Hospital de Messejana faz a diferença na rede pública de saúde, com um índice de mais de 90% dos pacientes satisfeitos com o atendimento recebido na Instituição. Por ser Hospital de Ensino e Pesquisa, reconhecido pelos Mistérios da Saúde e Educação, o HM também exerce papel fundamental na formação de profissionais da área da saúde.

O diretor geral do Hospital de Messejana, Ernani Ximenes, revela que ser pioneiro em serviços de alta complexidade é consequência de uma história de trabalho de 80 anos de sucesso e compromisso, em benefício dos pacientes do Ceará e de outras regiões do Norte e Nordeste. “A qualificação do corpo clínico e das equipes multidisciplinares fazem a diferença no atendimento oferecido ao público atendido na Instituição”, ressaltou.

Transplante de Pulmão

O primeiro transplante de pulmão das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país foi realizado pela equipe do Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, coordenada pelo cirurgião torácico Antero Gomes Neto. Ele ressaltou que a primeira cirurgia foi um grande marco para o atendimento aos pacientes com graves problemas respiratórios. “Antes, esses pacientes não tinham alternativa de tratamento, agora têm a disposição um serviço de alta qualidade para o tratamento”, disse Antero. Dez pacientes já foram transplantados. O último é do estado de Pernambuco.

Sistema de Mapeamento de Eletroanatômico Tridimensional

Os pacientes portadores de arritmias graves encontram no Hospital de Messejana o Sistema de Mapeamento Eletroanatômico Tridimensional. O HM é a única unidade pública do país a disponibilizar o serviço, que realiza o mapeamento de circuito nas arritmias complexas (fibrilação atrial e ventriculares), com definição mais precisa, proporcionando uma maior taxa de sucesso da ablação dos focos de arritmias, com diminuição do tempo do procedimento, e, consequentemente, da incidência de complicações.

Projeto Coração Artificial

O Hospital de Messejana também é pioneiro no Norte e Nordeste do país, em implante de Coração Artificial. O estudo inclui a utilização de dispositivos de assistência ventricular (coração artificial) como suporte circulatório mecânico em pacientes da lista de espera por um transplante cardíaco, que se encontram em grave estado de saúde, a ponto de não poderem aguardar o transplante. Coordenado pelo cirurgião cardíaco Juan Mejia.

Doutorado em Cardiologia

O primeiro doutorado em cardiologia das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país teve início no Hospital de Messejana, em julho de 2011. A iniciativa visa promover a pesquisa científica e formar novos pesquisadores. Com 4 anos de duração, a pós-graduação contempla 15 alunos, sendo 11 profissionais do HM. A promoção é do Ministério da Educação, através da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Fonte: Assessoria de Comunicação do Hospital de Messejana

Tremor de terra de 2.1 graus atingiu Sobral e Meruoca

Tremor atinge Sobral e cidades da região Norte do Ceará (Foto: Google/Reprodução)

Um novo tremor de terra atingiu Sobral, no norte do Ceará, na madrugada de domingo (5). O tremor foi registrado pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Segundo os especialistas, tremor foi registrado às 4h20 (horário local), de 2.1 graus de magnitude na escala Ritcher, que vai de 0 a 10.

De acordo com os registros, o tremor foi sentido com maior intensidade na localidade de Hilários, na divisa dos municípios de Meruoca e Alcântaras. Não houve danos materiais e ninguém ficou ferido.

saiba mais

A atividade sísmica na Serra da Meruoca, no limite dos municípios de Meruoca, Sobral e Alcântaras vem ocorrendo desde 2008, com períodos de maior ou menor intensidade, mas sempre presente. A atividade que ultimamente tem ocorrido com maior frequência a leste do epicentro magnitude 4.2 desta vez migrou para o oeste, no limite dos municípios de Meruoca e Alcântaras. Segundo Joaquim Ferreira, do Laboratório Sismológico, é impossível prever como a atividade sísmica na região vai evoluir.

Desde 2008, a atividade sísmica da região é monitorada pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).  O mais forte tremor registrado na região foi também em Sobral, em 2009, e chegou a 4.3 graus, na escla Ritcher. Esse tremor causou rachaduras em estruturas de concreto e derrubou móveis em residências e comércios. O tremor atingiu uma área de 200 quilômetros de raio e chegou a afetar cidades do litoral cearense, como Fortaleza.

De acordo Eduardo Menezes, técnico do Laboratório de Sismologia da UFRN, os tremores são comuns na região devido a fossas subterrâneas que estão constantemente em atividade sismológica. As fossas são ligadas ao encontro das placas tectônicas no Oceano Atlântico, que ligam a América do Sul ao continente africano. Os tremores também podem estar relacionados à atividade sismológica das placas tectônicas.

Escala Ritcher

Criada em 1935 pelo sismólogo americano Charles F. Richter, integrante do Instituto de Tecnologia da Califórnia, a escala Richter foi desenvolvida para medir a magnitude dos terremotos, que consiste no ato de quantificar a energia liberada no foco do terremoto. É uma escala que se inicia no grau zero e é infinita (teoricamente), no entanto, nunca foi registrado um terremoto igual ou superior a 10 graus na escala Richter. Um dos fatores é que ela se baseia num princípio logarítmico, ou seja, um terremoto de magnitude 6, por exemplo, produz efeitos dez vezes maiores que um outro de 5, e assim sucessivamente.

Fonte: G1 CE

maio 2013
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031