Concurso com 1.920 vagas para hospitais universitários

Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), da UFC. Foto - Arquivo

O Reitor Jesualdo Farias disse, na última segunda-feira (25), que a assinatura do contrato da UFC com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) permitirá a contratação de 1.920 empregados públicos para repor vagas abertas no Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) e na Maternidade Escola Assis Chateubriand (MEAC).

Parte dessas vagas, hoje, é ocupada por terceirizados, cuja contratação foi considerada irregular pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Os novos profissionais serão contratados pela Ebserh como celetistas, em moldes muito parecidos com os funcionários da Caixa Econômica Federal, dos Correios e da Petrobras.

Segundo o Reitor, o pagamento de serviços terceirizados consome mensalmente R$ 4,5 milhões das verbas de custeio dos hospitais, o que provocou uma dívida acumulada de R$ 12 milhões este ano. Com a contratação da Ebserh, os novos empregados públicos serão pagos com recursos da própria Ebserh, permitindo que a Universidade aplique aqueles R$ 4,5 milhões no custeio dos hospitais, em melhorias na infraestrutura e em um fundo de pesquisa para os hospitais.

O Reitor garantiu que o atendimento dos hospitais universitários continuará sendo integralmente feito pelo SUS e que não há risco de comprometimento do papel dos hospitais universitários. “A fiscalização (do contrato com a Ebserh) será toda feita pela Universidade. Além disso, o superintendente geral dos Hospitais será indicado pelo Reitor”, disse.

Hospitais

 Os Hospitais Universitários são de alta complexidade e se voltam não apenas para o atendimento médico, mas também para o ensino das ciências da saúde e para o desenvolvimento de atividades de pesquisa.

O Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), por exemplo, tem se destacado nacionalmente na realização de transplantes. Até agosto deste ano, segundo mais recente levantamento feito pela Coordenação de Qualidade e Gestão dos Hospitais Universitários, foram 205 procedimentos. Noventa deles estão relacionados a transplantes de fígado.

Esse número coloca o HUWC como o principal centro de transplantes de fígado da América do Sul. Além disso, foram 26 transplantes de medula óssea, 75 renais, dois de pâncreas e 12 de córnea. No HUWC, até agosto, foram realizadas 112.900 consultas, 4,5 mil internações e mais de 2,7 mil cirurgias, além de 2,4 mil endoscopias. Na Maternidade-Escola, foram mais de 25 mil consultas realizadas até aquele mês, além de 2,6 mil partos normais ou cesáreas e 14 mil atendimentos de emergência.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC

 

Leave a Reply