Archive for 16 de dezembro de 2013

Pacujá e Cariré recebem escolas profissionalizantes

Nas escolas, serão atendidos até 540 alunos. Fotos - Divulgação

Quatro municípios da Zona Norte do Estado tiveram um bom motivo para comemorar esta sexta-feira (13). Duas Escolas Estaduais de Educação Profissionalizante foram entregues à população, uma no município de Pacujá, beneficiando também os moradores de Graça e Mucambo, e outra no município de Cariré. Na ocasião, o governador Cid Gomes também inaugurou o trecho da CE-253 entre Cariré e Cacimbas e assinou ordem de serviço para a construção de um novo trecho da CE, entre Cariré e Groaíras.

 

Oferta de Ensino Médio e cursos técnicos.

Nas escolas, até 540 alunos poderão cursas o Ensino Médio pela manhã, e pela tarde terão a oportunidade de optar por um dos cursos técnicos oferecidos. Para o Governador, a área de serviços técnicos é a que mais precisa de profissionais capacitados. “Com as ferramentas certas, nada vai impedir os jovens de construir um futuro melhor para si e para suas famílias”, e prosseguiu: “Esses empreendimentos estimulam o protagonismo, que é o jovem acreditar na realização dos seus próprios sonhos, e o empreendedorismo, a capacidade de realizá-los e transformá-los em uma fonte de renda”. Segundo a secretária da Educação, Izolda Cela, a melhoria na vida desses jovens é uma corrente entre governos, prefeituras, educadores e alunos: “Jovem só precisa de oportunidade”, concluiu.

A 97ª escola inaugurada, em Pacujá, foi construída por meio de consórcio entre as cidades. “Todos os municípios com menos de 25 mil habitantes precisam se unir para que uma escola seja construída em benefício das cidades participantes, como é o caso desta escola em Pacujá, que beneficia Graça e Mucambo”, explicou Cid Gomes. Na EEEP Professora Maria de Jesus Rodrigues Alves serão oferecidos os cursos de comércio, contabilidade, rede de computadores e secretaria escolar.

Em Cariré, a 98ª EEEP oferece os cursos técnicos de aquicultura, administração, agroindústria e rede de computadores. Os cursos tem duração de 3 anos, e no fim de cada um deles o Estado oferece aos jovens um estágio na área escolhida, explicou Cid: “Isso acaba com a história de que o jovem não consegue trabalho porque não tem experiência”.

Fonte:Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado

dezembro 2013
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031