Archive for 15 de agosto de 2014

Pesquisa sobre práticas de jovens brasileiros na internet

A Rede Brasil Conectado, um grupo formado por pesquisadores de universidades de todo o país, lançou ontem (12) o Questionário da Pesquisa Nacional Jovem e Consumo Midiático em Tempos de Convergência. O estudo mapeia o consumo dos meios de comunicação, com ênfase em plataformas digitais, para investigar as práticas, fluxos e rituais de jovens entre 18 e 24 anos na internet e pretende reunir as respostas de milhares de pessoas.

O questionário envolve perguntas sobre o uso de redes sociais, dispositivos móveis e aplicativos, visando comparar resultados das diferentes regiões, a fim de conhecer a diversidade brasileira. A página do questionário está disponível no endereço eletrônico da Rede Brasil Conectado:www.redebrasilconectado.com.br

A Rede é coordenada pela professora Nilda Jacks, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e conta com equipes em 26 estados mais o Distrito Federal. A pesquisa foi iniciada em 2012 e já mapeou as práticas de consumo cultural e midiático de jovens da classe C, bem como suas atividades no Facebook. O questionário lançado ontem (12) é a última etapa da investigação que pretende construir um mapa das relações entre os jovens e a mídia.

No Ceará, a pesquisa é conduzida pelo Grupo de Pesquisa da Relação Infância, Juventude e Mídia (GRIM), vinculado ao Instituto de Cultura e Arte da Universidade Federal do Ceará (UFC), sob a coordenação de Inês Vitorino  e Andrea Pinheiro.

Os resultados da pesquisa serão amplamente divulgados em 2015. Mais Informações:http://redebrasilconectado.wordpress.com/

Fonte: Rede Brasil Conectado

Campanha para doação de medula óssea no Hemoce

As campanhas de doação de medula óssea são constantes em todo o país para ajudar a salvar vidas de pacientes com doenças hematológicas, leucemias, linfomas, entre outras. O transplante de medula óssea, tecido encontrado no interior dos ossos com a função de produzir os glóbulos vermelhos e brancos e plaquetas, é a única chance desses pacientes continuarem vivendo.

Encontrar um doador compatível não é fácil.  Apenas 25% dos pacientes têm a chance de encontrar um doador entre familiares. Por isso é feito um trabalho regular de conscientização em relação a importância de se cadastrar como possível doador de medula óssea. O cadastro deve se manter sempre atualizado.

Para aumentar as chances de um doador compatível, existe o banco mundial de doadores de medula óssea, que reúne 71 registros de células tronco hematopoiética (as células que dão origem ao sangue), em 58 países, e 48 bancos de cordão umbilical em 32 países. Atualmente, estão cadastrados nesse banco mais de 24 milhões de pessoas. Mais de 3 milhões fazem parte do Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (Redome). O Brasil é o terceiro lugar mundial no ranking de pessoas cadastradas. Fica atrás apenas dos Estados Unidos e da Alemanha.

Desde o ano 2000, o Hemoce é o responsável pelo cadastro dos possíveis doadores de medula óssea no Ceará. Ao longo dos últimos 14 anos, mais de 120 mil pessoas já se cadastraram. Realizar o cadastro de doação é simples. O que é preciso:

 

– Ter entre 18 e 55 anos
– Estar bem de saúde
– Não ter tido câncer
– Apresentar documento de identidade e comprovante de endereço

ATENÇÃO: O cadastro será concluído com a assinatura de um Termo de Consentimento e a coleta de uma amostra de sangue (10ml)

Caso seja compatível, o Redome/ Hemoce entra em contato. Para manter o cadastro atualizado, você pode falar com o Hemoce (Núcleo de Medula Óssea –  ou entrar no site do Redome ( http://goo.gl/3q8rE ).

Fonte: Assessoria de Imprensa do Hemoce

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul   set »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031