Archive for 16 de novembro de 2014

Adolescente tem livro juvenil mais vendido da Amazon

Jovem relata dificuldade em conseguir patrocínio . Foto - Arquivo do autor

O escritor cearense Gabriel Damasceno, de 16 anos, se surpreendeu na semana passada ao ver o seu primeiro romance, Nita Cairu e a espada de Gohayó, em primeiro lugar na lista dos mais vendidos da livraria Amazon. “Tive um baque quando eu vi. Fiquei sabendo por meio de mensagens de amigos, muita gente me dando os parabéns. Quando loguei no site e vi a lista, tive uma excelente surpresa”, relata o escritor.

Somando as vendas das versões impressa e digital, a primeira parte da trilogia Nita Cairu é o 7º livro mais vendido de todo o site Amazon no Brasil e o primeiro na categoria infato-juvenil. O romance é inspirado nas aulas de história do Brasil colonial, após a chegada dos portugueses ao território nacional. Nita Cairu une fatos e personagens históricos com aventura e romance fictícios.

“Nas aulas de história, me interessei bastante pelo assunto do Brasil colonial e estudei tudo o que podia. Como me aprofundei muito no assunto, achei que podia contar a história de uma forma agradável”, relata o escritor.

A personagem que dá título ao livro é uma adolescente da idade do escritor que teve a família assassinada em um ataque português. Após viver um tempo sozinha, ela se torna um vértice de um triângulo amoroso com um português e um índio.

Damasceno diz que fez questão de manter alguns fatos fiéis à história brasileira, mas não podia deixar de acrescentar um toque de inventividade. “Há um personagem, o Martin Afonso, que é idolatrado na primeira vila colonial do Brasil, da mesma forma como no livro, mas alterei a personalidade dele para dar aventura à minha história”, diz.

 Trilogia

Inspirado em dois grandes sucessos mundiais da literatura infanto-juvenil, Harry Potter e Percy Jackson, Damasceno criou seu romance em formato de trilogia. O primeiro livro foi lançado no dia do aniversário de sua mãe, 24 de julho deste ano; as continuações já têm data de lançamento marcada: o próprio aniversário, 11 de março; e o dia de nascimento do pai, 9 de outubro.

“Quando pensei na história, pensei muito nos livros que gostei. Ele se encaixa muito bem no formato de trilogia, porque fica o mistério do sumiço de um espada sagrada, espada de Gohayó, no primeiro livro. Também tem a questão do marketing, não posso negar. Com três livros, espero ter uma boa repercussão em cada lançamento”, diz.

 Falta de patrocínio

A maior dificuldade para o jovem escritor, ele conta, é a falta de patrocínio. O adolescente de 16 anos do interior do Ceará conta que precisou fazer uma longa economia até conseguir os R$ 3 mil – parcelado em três vezes – para a impressão do livro. “Dei a entrada e as duas parcelas já consegui pagar com o dinheiro arrecadado da venda dos livros. Agora estou precisando de ajuda para os dois livros seguintes.”

Ele recebeu a promessa de R$ 300 da Prefeitura de Banabuiù, onde mora, para viajar a Parnaíba, no Piauí, para divulgar o livro, “mas até agora me enrolaram”, conta. “Agora estou indo procurar patrocínio de Quixadá, cidade onde nasci, mas depender de político é muito ruim.”

Fonte: G1 CE

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out   dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930