Archive for 9 de julho de 2015

Concurso para professor efetivo da Uece tem 1.967 inscritos

Reitoria da Universidade Estadual do Ceará (UECE), em Fortaleza. Foto – Arquivo

Reitoria da Universidade Estadual do Ceará (UECE), em Fortaleza. Foto – Arquivo

A Comissão Coordenadora de Concurso Docente (CCCD) da Universidade Estadual do Ceará (Uece) divulgou na noite da última terça-feira, 07 de julho, o resultado final das inscrições para os Concursos Públicos de Provas e Títulos para Provimento do Cargo de Professor Adjunto e Assistente da UECE. Segundo a presidente da CCCD, professora Germana Costa Paixão, estão inscritos 1.967 candidatos, sendo 1.593 para as vagas de professor assistente e 374 para professor adjunto.
Estão sendo oferecidas 99 vagas em 89 diferentes setores de estudos distribuídas nos campi da capital e do interior.  Os setores que apresentaram maior concorrência foram Microbiologia/Parasitologia do Centro de Ciências da Saúde (CCS/Fortaleza) com 107 candidatos, concorrendo a 01 vaga e Língua Portuguesa da Faculdade de Educação, Ciências e Letras (FECLESC/Quixadá) com 71 candidatos inscritos para 01 vaga.
A prova escrita dissertativa -1ª etapa acontecerá no próximo dia 26-07-2015 (Domingo) em horário e local de aplicação a serem divulgados no site do concurso www.uece.br/cev por meio do cartão de identificação do candidato no dia 24-07-2015.
Além da Prova escrita, o certame também é composto de Prova Didática, Prova de Títulos e Prova Prática (quando aplicável). Segundo a Profa. Germana Paixão, presidente da CCCD a previsão para a divulgação do resultado final é durante o mês de setembro de 2015.

Para ter acesso a listagem completa dos candidatos inscritos, acesse http://www.uece.br/cev/. Para demais informações pelo telefone: (85) 3101-9712 e pelo email cccd@uece.br

O Concurso Público é promovido pelo Governo do Estado do Ceará por intermédio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece) e realizado pela Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Fonte: Site Uece

Sobral recebe XXVI edição do Festival Eurochestries

Eurochestries receberá dois grupos internacionais, sendo um da Croácia e outro da Espanha. Foto - Divulgação

O Eurochestries receberá dois grupos internacionais. Foto – Divulgação

Com o objetivo de promover o intercâmbio cultural e artístico por meio da prática orquestral desenvolvida por jovens músicos de 15 a 25 anos, a XXVI edição do Festival Internacional Eurochestries acontecerá em Sobral, entre os dias 12 e 22 de julho. O festival, que já aconteceu em países como França, Espanha, Polônia, Eslováquia, Rússia e Canadá; volta a Sobral para sua segunda edição na América Latina.

Este ano, o Eurochestries receberá dois grupos internacionais, sendo um da Croácia e outro da Espanha, além de contar com a participação de músicos da UFC (campus Fortaleza e Sobral), da Universidade Federal do Cariri (UFCA) e da Escola de Música de Sobral Maestro José Wilson Brasil.

Locais como Igreja da Sé, North Shopping, Praça do Theatro São João, Santuário de São Francisco, Auditório do Campus da UFC Sobral (Mucambinho), Igreja Nossa Senhora de Fátima (Sinhá Saboia), Taperuaba, Aracatiaçu, Jordão e o município de Meruoca, receberão as orquestras que se apresentarão gratuitamente. Já na lista de regentes convidados das Orquestras Internacionais das Eurochestries estão Colette Babiaud (França/Espanha), Slaven Batorek (Croácia), James Sparks (Canadá), Claude Révolte (França)

O Eurochestries é uma realização da Universidade Federal do Ceará (Campus Sobral) e do Centro de Pesquisa em Música e Educação (PesquisaMus) em parceria com o Governo do Estado do Ceará, Prefeitura Municipal de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura e do Turismo e do Mestrado Profissional em Artes (ProfArtes).

Serviço:
26º Festival Internacional Eurochestries
Data: 12 a 22 de julho
Locais: Theatro São João, Igreja Nossa Senhora da Conceição, Auditório da UFC e região.
Informações: (88)3695-5703 (Campus da diretoria de Sobral) ou (88)3611-2712 (Secult Sobral)
Fonte: Blog de Sobral

Justiça proíbe bloqueio de internet móvel ilimitada

A decisão foi proferida no dia 24 de junho. Foto - Divulgação

A decisão foi proferida no dia 24 de junho. Foto – Divulgação

A juíza Márcia Oliveira Fernandes Menescal de Lima, titular da 14ª Vara Cível de Fortaleza, concedeu liminar proibindo as empresas Oi S/A, Telefônica Brasil S/A (Vivo), Claro S/A e TIM Celular S/A de bloquearem a internet dos consumidores após uso total da franquia. Em caso de descumprimento da medida, fixou multa diária de R$ 20 mil para cada uma das operadoras.

Na decisão, proferida nessa quarta-feira (24/06), a magistrada afirmou que o cumprimento das obrigações assumidas pelas empresas devem ser mantidas. A determinação é válida para consumidores de Fortaleza que contrataram serviço de internet móvel ilimitada.

Segundo os autos, o Departamento Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) disse que as operadoras oferecem pacotes de internet de forma ilimitada. Contudo, após as adesões, elas fazem bloqueios e interrupções dos serviços de acesso à internet, com o esgotamento da franquia do cliente.

Assim, de ilimitada, a internet passa a ser reduzida e, posteriormente, bloqueada, causando inúmeros dissabores aos usuários. Segundo o Procon, tal conduta afronta as regras e princípios do Código de Defesa do Consumidor (CDC), Código Civil e a Constituição Federal. Por esses motivos, ajuizou ação, com pedido de liminar, requerendo que as empresas sejam obrigadas a manter o serviço de internet inicialmente contratado.

Ao analisar o caso, a magistrada entendeu que “a determinação, por parte deste juízo, no sentido de que as promovidas [operadoras] cumpram o contratado é o mínimo que pode ser feito no presente momento, vez que a ocorrência de qualquer resolução que procure eximi-las das obrigações assumidas, frente aos consumidores contratantes de seus serviços, estaria frontalmente contrárias ao Código de Defesa do Consumidor e seus princípios”.

Ressaltou ainda que, como juíza, “sinto-me no dever indeclinável de zelar pelos princípios norteadores da democracia e do bem estar do cidadão, razão pela qual tenho sempre mantido firme o entendimento da aplicação dos direitos e garantias constitucionais nos casos concretos, inclusive com a aplicação do Código de Defesa do Consumidor na defesa do cidadão”.

Fonte: Site TJCE

julho 2015
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031