Archive for 5 de novembro de 2015

Hemoce lança nova campanha de doação de sangue

Campanha será lançada no dia 10 de novembro. Foto - Divulgação

Campanha será lançada no dia 10 de novembro. Foto – Divulgação

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), da rede pública do Governo do Estado, convida a imprensa para participar do lançamento da IX Semana Nacional do Doador Voluntário de Sangue, na próxima terça-feira, dia 10 de novembro, a partir das 9 h. Durante coletiva de imprensa será apresentado o conceito da campanha deste ano: Doar sem olhar a quem – Um ato de amor. Também será divulgada a programação para os sete dias festivos, no período de 23 a 29 de novembro.

O Hemoce conta com a participação de todos os veículos de comunicação para divulgar o evento que homenageia o maior parceiro na missão de salvar vidas: o doador voluntário de sangue. Como parte do lançamento oficial da campanha, no dia 10 de novembro, quem realizar as doações de sangue no Hemoce vai desfrutar de uma manhã alegre e divertida assistindo ao show de humor com o cearense Lailtinho Brega.

A Semana do Doador Voluntário de Sangue é tradição em todos os hemocentros do país. Tem como principal objetivo agradecer aos doadores e incentivar novos voluntários para doar sangue. No Ceará, os eventos festivos acontecem no hemocentro coordenador (Av. José Bastos, 3390, Rodolfo Teófilo) e em todas as sedes de hemocentros regionais do estado (Crato, Sobral, Iguatu, Quixadá e Juazeiro do Norte) que prepararam uma programação especial.

O evento é comemorado sempre no mês de novembro em alusão ao Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado em 25 de novembro. Junto com a semana do doador, no dia 23 de novembro, o Hemoce marca 32 anos de atendimento à população cearense. Com a solidariedade e as doações de sangue, o Hemoce atende 94% dos leitos hospitalares e 100% da rede SUS no Ceará, ajudando a salvar vidas de pacientes em mais de 300 hospitais e clínicas de hemodiálise.

O que é necessário para doar

Para ser um doador de sangue é preciso: estar saudável, bem alimentado, ter mais de 50kg, ter entre 16 a 69 anos de idade e apresentar um documento oficial e original com foto.

Os menores de 18 anos precisam apresentar o termo de consentimento para menores de 18 anos, disponível para download no site do Hemoce (www.hemoce.ce.gov.br).

Fonte: Assessoria de Imprensa do Hemoce

 

Trairí e Uruburetama no encerramento da X Bienal de Dança

Na sexta-feira, Djam Projects, do Cabo Verde, apresenta o solo “Je suis um Quackverdiano”, em Trairí. Foto - Divulgação

Djam Projects (Cabo Verde): solo “Je suis um Quackverdiano”, em Trairí. Foto – Divulgação

Com oficinas e apresentações em Trairí, nos dias 5 e 6, e Uruburetama, nos dias 7 e 8 deste mês, termina esta semana a X Bienal Internacional de Dança do Ceará, que teve início no dia 23 de outubro. De lá para cá, a Bienal esteve em Fortaleza, Sobral, Juazeiro do Norte, Crato, Taíba, Paracuru e Itapipoca, somando mais de 70 apresentações de companhias e artistas locais, nacionais e internacionais, além de residências artísticas, oficinas, palestras e intervenções. Toda a programação da Bienal é gratuita, viabilizada com o Patrocínio da Petrobras, Governo Federal e Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura, e o Co-Patrocínio da Caixa.

A programação em Trairí acontece no CPTA – Centro de Promoção Turístico e Ambiental, encerrando na sexta-feira, 6, às 19 horas, com apresentações de “Cinco para uma dança”, com Arreios Cia de Dança (Trairí);  solo “Ritual”, de  Nazaré Rocha (Itapajé); “Solos proibidos em tempos de intolerância”, com a Cia Rebentos (Itapipoca); solo “Je suis um Quackverdiano”, de Djam Projects (Cabo Verde) e apresentações musicais com Coco do Alagadiço e Cia Flex (Trairí). Também na sexta-feira acontecem a partir das 9h as oficinas de Dança Contemporânea Afro Brasileira (Gerson Moreno) e Danças Urbanas (Djam Neguim).

Em Uruburetama a programação de espetáculos terá no sábado “Outros tempos”, com a Cia de Dança de Uruburetama; Grupo de Dança Afro de Água Preta (Tururu); Grupo de Dramas Populares da Serra do Retiro (Uruburetama); solo “Vida ou morte ao boi”, com Thiago Soares, da Cia Flex (Trairí); Dança Maculêlê e roda de samba com o grupo Capoeira Zumbi (Uruburetama).

No domingo, último dia da 10ª edição da Bienal de Dança do Ceará, os espetáculos são “Solos proibidos em tempos de intolerância”, com a Cia Rebentos (Itapipoca); solo “Ritual”, de Nazaré Rocha (Itapajé); “Parágrafos e reticências” com a Arreios Cia de Dança (Trairí) e show da Banda Kactroz (Uruburetama).

As apresentações em Uruburetama acontecem nos dois dias a partir das 19 horas, no Auditório da Escola Maria Júlia Maia Bonfim. No mesmo local, às 9h, serão realizadas as Oficinas de Dança Contemporânea (Thiago Soares) e Dança Afro Brasileira (Gerson Moreno).

novembro 2015
S T Q Q S S D
« out   dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30