Archive for 28 de dezembro de 2015

Anvisa aprova primeira vacina contra dengue no Brasil

A vacina é válida para os quatro tipos de dengue. Foto - Divulgação

A vacina é válida para os quatro tipos de dengue. Foto – Divulgação

RIO — A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deu o aval para a vacina contra a dengue da Sanofi-Pasteur que já tinha sido liberada no México e nas Filipinas, conforme publicação nesta segunda-feira no Diário Oficial da União. Agora, a Câmara de Medicamentos (Cemed) vai avaliar o preço final da vacina e ainda deve demorar cerca de três meses para que a imunização esteja nos postos e clínicas.

— Foi uma surpresa de fim de ano, e a boa notícia é que vamos ter a vacina no primeiro semestre de 2016. Mas é importante que se continue cuidando dos criadouros do Aedes aegypti porque a vacina protege, mas não vai acabar com o mosquito e a vacina não protege contra outras doenças disseminadas pelo vetor, como a zika — diz a diretora médica da Sanofi-Pasteur, Sheila Homsani.

A vacina, válida para os quatro tipos de dengue, pode reduzir dois em cada três casos da doença, 80% das hospitalizações e 90% da incidência de casos graves que resultam em mortes. Só este ano no Brasil, dos dois milhões de casos de dengue notificados, 1,4 milhão foram confirmados e cerca de 800 pessoas morreram vítimas da doença.

Os testes foram feitos em 40 mil pessoas de nove meses aos 60 anos, em 15 países, inclusive no Brasil. Os resultados foram entregues no fim de 2014 e estavam sendo analisados pela Anvisa desde março deste ano. Agora que foi aprovada, o governo deve decidir a logística da vacinação.

O laboratório recomenda que ela seja aplicada em larga escala e a prioridade é atender ao poder público, mas o produto também estará disponível no mercado privado. A administração deve ser feita em três doses, com intervalo de seis meses entre elas, para garantir a proteção de 93% em crianças a partir de 9 anos de idade — a partir de quando o laboratório observou que há aumento na incidência de dengue. Mas a primeira dose já garante eficácia de 74%.

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/

Juiz cria cadastro de advogados dativos em Frecheirinha

Advogados atuarão na Comarca de Frecheirinha. Foto - Arquivo

Advogados atuarão na Comarca de Frecheirinha. Foto – Arquivo

O juiz Antônio Carneiro Roberto, em respondência pela Vara da Comarca de Frecheirinha, a 285 km de Fortaleza, instituiu o cadastro de advogados dativos e voluntários. Eles atuarão como defensor dativo em processos da unidade judiciária. A iniciativa consta na Portaria nº 8/2015, publicada no Diário Justiça de 16 de dezembro.

Segundo o documento, não havendo defensor público estadual atuante na Vara, pela inexistência ou pela deficiência de quadros, será nomeado advogado voluntário ou dativo. Os interessados poderão se inscrever na Secretaria da Vara mediante apresentação de dados para elaboração de cadastro. As inscrições serão revisadas anualmente, até o mês de outubro de cada ano, ocasião em que os advogados já inscritos serão consultados acerca da permanência na função. A indicação do profissional será feita de forma alternada, a fim de preservar a impessoalidade das nomeações.

De acordo com a medida, os advogados que exercerem a função durante pelo menos dois anos consecutivos e tenham atuado, neste período, no mínimo em cinco processos receberão certificado comprobatório do tempo efetivo de prática. A fixação dos honorários dos profissionais será estabelecida conforme complexidade do trabalho, a diligência, o zelo e o tempo de tramitação da ação.

Os profissionais receberão os honorários com base na tabela do Conselho da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que serão pagos pelo Estado, conforme previsto no artigo 22 da lei nº 8.906/94.

Fonte: Site TJCE

dezembro 2015
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031