Archive for janeiro 2016

Jovens sem escola e sem trabalho – Artigo do Prof. Teodoro

Opinião/Professor Teodoro –  Deputado estadual

Deputado Professor Teodoro (PSD). Foto - Arquivo

Deputado Professor Teodoro (PSD). Foto – Arquivo

Relatório do Banco Mundial, divulgado este mês de janeiro, revela um problema que persiste sem solução nos últimos anos na América Latina e no Brasil – jovens de 15 a 24 anos que estão sem escola e sem emprego. Chamados de Nem-Nem (nem trabalha nem estuda), eles representam 20% dos jovens, um contingente de cerca de 18 milhões de pessoas na América Latina.

O relatório também traz números sobre o Brasil, que segue a média da região: 1 em cada 5 jovens não estuda nem trabalha. Essa proporção se mantém ao longo dos últimos 20 anos, a despeito do crescimento econômico, e da redução da pobreza e das desigualdades verificadas a partir dos anos 2000. Apesar da estabilidade na proporção, há desequilíbrio de gênero. As mulheres, que respondem por 66% dos Nem-Nem, vêm diminuindo seu percentual, enquanto aumenta o número de homens.

Entre os fatores de riscos mais citados, estão a gravidez precoce, entre as mulheres, e o desemprego, entre os homens. Como os dados compreendem o período de 1992 a 2010, certamente o número deve ter crescido ainda mais, com a crise econômica que se abate sobre o país desde 2013. Mais de 60% desses jovens são da faixa dos 40% mais pobres, os que mais precisam de educação para transformar sua vida.

Se a redução do número de mulheres é uma notícia positiva, pois pode estar atrelada ao fato de redução de gravidez em adolescentes, é preocupante uma tendência, especialmente para os homens. É maior a probabilidade de eles abandonarem cedo a escola para trabalhar no mercado informal, tangidos pelas necessidades. Como são atividades temporárias e precárias – sem garantias trabalhistas –, eles acabam perdendo o emprego e não voltam à escola. Sem escolaridade suficiente, eles continuarão com poucas chances de conseguir um emprego estável, alimentando o ciclo que os empurra para o limbo social.

Um estudo brasileiro elenca os motivos do abandono escolar, muitos deles semelhantes ao do relatório do Banco Mundial. Pesquisa com mais de 8 mil jovens, em cinco capitais e em outras cinco cidades com mais de 100 mil habitantes, registrou as seguintes causas para o abandono dos estudos: necessidade de trabalhar (28%), questões de família (21%), gravidez (11%). O ambiente escolar é responsável por 19% (inclui não gostar de estudar, problemas na escola, ensino desinteressante e colégio violento). Também é sabido que outros motivos, como o atraso e a repetência contribuem para o abandono.

Se pouco pode fazer em relação aos fatores externos, a escola não pode abrir mão de solucionar aquilo que está ao seu alcance: transformar o ensino numa atividade interessante. E nesse papel, o professor é protagonista. Noutro estudo, jovens afirmaram que gostavam ou não de estudar certa disciplina não por causa do tema ensinado, mas pela qualidade do professor. A Atitude do professor é que faz o estudo (ou a disciplina) ser interessante ou não. E isso determina o futuro dos alunos.

 

Ações de educação emocional na prevenção do bullying

No dia 9 de fevereiro, entrará em vigor a lei que estabelece o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying). Foto - Divulgação

No dia 9 de fevereiro, entrará em vigor a lei  de combate ao bullying. Foto – Divulgação

No dia 9 de fevereiro, entrará em vigor a lei que estabelece o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying), sancionada pela presidente Dilma Rousseff. A Associação pela Saúde Emocional de Crianças (Asec) avalia que ações de educação emocional contribuem para a prevenção do bullying nas escolas. A Asec destaca o caso bem sucedido do programa Amigos do Zippy, promovido pela própria entidade em 45 municípios brasileiros nos últimos 11 anos, e que já traz resultados positivos.

De acordo com avaliações do impacto do programa, é possível notar um aumento significativo no número de crianças que passam a evitar brigas após a conclusão das atividades (75% das crianças passam a evitar brigas muitas vezes. Antes do programa, cerca de 50% nunca ou quase nunca as evitavam).

Segundo a Asec, o programa Amigos do Zippy beneficiou, aproximadamente, 250 mil crianças com desenvolvimento de habilidades emocionais e sociais em 45 municípios brasileiros. Desenvolvido por um grupo multidisciplinar e internacional, o programa está presente em 30 países e é coordenado pela ONG inglesa Partnership for Children (PFC).

A iniciativa ensina crianças pequenas, independente de nível social, histórico de vida e habilidades, a lidar com as dificuldades do dia a dia, estimulando-as a identificar e a falar sobre seus sentimentos e a explorar várias maneiras de lidar com eles, a construir estratégias para resolver problemas e a fazer escolhas positivas que contribuam para sua qualidade de vida, levando em conta os sentimentos das outras pessoas.

Com informações da Associação pela Saúde Emocional de Crianças.
Mais informações: www.asecbrasil.org.br/blog/ www.amigosdozippy.org.br/

Banco de leite do Hospital César Cals precisa de doações

O atendimento acontece 24 horas por dia, inclusive finais de semana e feriados. Foto - Divulgação

O atendimento acontece 24 horas por dia. Foto – Divulgação

Com mais um feriado prolongado no início do mês de fevereiro, o banco de leite do Hospital Geral Doutor César Cals (HGCC). em Fortaleza, lembra às mães que estão amamentando sobre a importância de doar. Para não faltar leite durante o carnaval, é preciso reforçar o estoque com antecedência.

De acordo com a enfermeira do banco de leite, Cristina Rabelo, nos últimos dias, houve uma redução no número de doação. “Por dia, estamos com três doadoras apenas. Uma semana atrás, a gente contava com até 12 mães doando”, observa. Cristina pede para as mães não esquecerem de doar leite nesse período e também durante o ano todo.

Ligação gratuita

As mães que nunca doaram e também as que já fazem a doação podem ligar gratuitamente para o número 0800 286 567 e tirar todas as dúvidas. A doação é simples. Em casa mesmo, a doadora deve separar um recipiente de vidro ou de louça, nunca de plástico, para fazer a coleta, e outro recipiente de mesmo material, com tampa plástica, para guardar o leite no congelador ou freezer. Após a retirada dos rótulos, os recipientes devem ser lavados e fervidos em água por até 15 minutos, junto com as tampas. Em seguida, é só deixar escorrer sobre um pano limpo e começar a utilizar em seguida.

O atendimento acontece 24 horas por dia, inclusive finais de semana e feriados. Durante o carnaval, o funcionamento será normal. As mães que precisarem da ajuda do banco podem ser atendidas pessoalmente, a qualquer hora do dia. O banco de leite do HGCC está localizado na Avenida Imperador, 545, Centro de Fortaleza.

Com informações do Hospital Geral Doutor César Cals

IBGE oferece 1,4 mil vagas de nível médio e superior

Agente do IBGE em atuação. Foto - Divulgação

Agente do IBGE em atuação. Foto – Divulgação

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou edital de processo seletivo simplificado com 1.409 vagas temporárias para os níveis médio e superior. As vagas estão distribuídas em diversas cidades do país. O objetivo deste processo seletivo é selecionar profissionais para atuarem na realização do Censo Agropecuário 2016.

São 1.186 vagas de nível médio, divididas entre os cargos de Agente Censitário Administrativo (ACA) e Agente Censitário Regional (ACR). Os salários variam de R$ 1.560,00 a R$ 3.000,00 e os contratos poderão durar entre 16 e 22 meses.

Para o nível superior a oferta é de 223 vagas para Analista Censitário em diversas áreas. A remuneração é de R$ 7.166,00 e o contrato pode durar até 31 meses.

As inscrições no processo seletivo do IBGE devem ser feitas de 26 de janeiro a 22 de fevereiro de 2016 pelo site da Cesgranrio. A prova será aplicada no dia 22 de maio.

Empresa cearense tem biblioteca para deficientes visuais

O desenvolvimento da Biblioteca Acessível está recebendo o apoio da Funcap. Foto - Divulgação

A Biblioteca Acessível está recebendo o apoio da Funcap. Foto – Divulgação

O Brasil conta com cerca de 6,5 milhões de deficientes visuais. Segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 582 mil dentre essa estimativa são cegos. Porém, apenas 9% das bibliotecas públicas municipais  possuem conteúdo para esse público, seja livros em Braille, computadores adaptados ou audiobooks.

A Biblioteca Acessível é um projeto desenvolvido pela AED Tecnologia e é voltado para o público com deficiência visual. O projeto tem como propósito agregar conteúdo acessível aos usuários cegos tanto pelo áudio quanto pelo Braille, além de possibilitar o acesso democrático à leitura e ao conhecimento.

A ideia da Biblioteca Acessível surgiu de entrevistas e experiências com usuários cegos. As entrevistas mostraram diversas  barreiras que impossibilitam a leitura em Braille de forma cotidiana, como o uso excessivo do áudio no processo de leitura e aprendizado. Outra barreira são as poucas bibliotecas com acervo bibliográfico acessível, devido ao alto custo de produção.

O Portáctil foi o projeto que deu início à Biblioteca Acessível. Ele é uma plataforma de acessibilidade formada por: Tablet Android, Software para escrita e leitura, película de suporte à digitação e dispositivo portátil de leitura em Braille. Um pacote de 150 livros em formato próprio, no idioma português, compõe o acervo digital da Biblioteca. Entre os livros presentes estão A Carteira, de Machado de Assis, A escrava Isaura, de Bernardo Guimarães, e A Arte da Guerra, de Sun  Tzu.

O desenvolvimento da Biblioteca Acessível está recebendo o apoio da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento  científico e Tecnológico (Funcap) por meio do Programa de Apoio a Pesquisa em Empresas (PAPPE), pelo Edital 06/2013.

Mais informações pelo e-mail heydeleao@gmail.com ou pelos telefones (85)
3307-3690 (manhã) e (85) 3307-3748 (tarde).

Fonte: Assessoria de Comunicação da Funcap

 

Chuvas não dão aporte significativo a grandes açudes

Situação dos reservatórios ainda é preocupante no Ceará. Foto - O Povo

Situação dos reservatórios ainda é preocupante no Ceará. Foto – O Povo

As boas chuvas dos últimos dias trouxeram impacto positivo ao nível de 75% dos açudes cearenses, mas fizeram pouca diferença nos três maiores: Castanhão, Orós e Banabuiú. Mesmo com acréscimos, eles têm volumes semelhantes ou menores do que no primeiro dia do ano. Em algumas bacias também não houve melhorias. A Bacia Metropolitana está com os mesmos 21% de volume do início do ano. As informações são da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

O Castanhão, em Alto Santo, começou o ano com 11,5% do volume e tinha 10,5% ontem, após uma semana de boas chuvas. O que chega como recarga ainda não é suficiente para conter perdas diárias.

Antes de terminar, janeiro já registra o dobro da precipitação historicamente observada no Ceará durante o mês. A média foi de 198,6 milímetros nestes 26 dias, quando o mês tem média de 98,7 mm. Dos 153 açudes monitorados pela Cogerh, 116 tiveram aumento no volume. Nos pequenos açudes, a pré-estação alcançou maiores efeitos e três sangraram.

Nos Inhamuns, região mais afetada pela seca, dois açudes estão sangrando: o Trici, em Tauá, e o Colina, em Quiterianópolis. Outros dois reservatórios tiveram boa recuperação na última semana: o Várzea do Boi, em Tauá, passou de 0,5% para 12,6% nos últimos dois dias; e o Flor do Campo, em Novo Oriente, saiu de 0,2% para 7,2% desde a última quinta-feira, 21.

Com informações Thaís Brito – O Povo online

18º Encontro de Mocidades Espíritas do Ceará

O evento será realizado dos dias 6 a 9 de fevereiro. Foto - Divulgação

O evento será realizado dos dias 6 a 9 de fevereiro. Foto – Divulgação

O Encontro de Mocidades Espíritas do Ceará (Emece) é um evento promovido pela Coordenação de Juventude da Federação Espírita do Ceará, que tem como objetivo a integração entre os jovens e o coletivo de mocidades, tendo em vista o desenvolvimento de ações que estimulem o estudo da Doutrina Espírita e sua aplicação, além de proporcionar a unidade do movimento espírita juvenil.

Haverá uma intensa programação de atividades de lazer, estudos doutrinários, reflexões evangélicas, trabalhos sociais e noites descontraídas de arte e confraternização.

O evento será realizado dos dias 6 a 9 de fevereiro de 2016, no Colégio Olímpico, no município de Maranguape – Ceará.

Informações: http://emece2016.wix.com/emece

Fonte: Agência da Boa Notícia (ABN)

Londres oferta bolsas com hospedagem e passagens pagas

As atividades acadêmicas estão organizadas em sete faculdades, dentro das quais há cerca de 45 departamentos e 65 centros de pesquisa. Foto - Reprodução

As atividades acadêmicas estão organizadas em sete faculdades. Foto – Reprodução

A Universidade de Westminster, localizada em Londres, capital da Inglaterra, está oferecendo bolsas de estudos para estudantes do Brasil e outras nações em desenvolvimento. As inscrições dicam abertas até o dia 3 de maio deste ano.

Para participar, o aluno precisa ser aprovado em uma das opções de programa de mestrado oferecidas pela universidade. Basta acessar o site oficial da instituição, preencher um formulário obrigatório e enviar a documentação necessária para o processo, como diploma da graduação e comprovante de proficiência em inglês. O ideal é que a candidatura seja feita, no mínimo, dois meses antes do término das inscrições para as bolsas de estudo.

Em seguida, após sua aprovação no curso, o estudante terá que iniciar o processo de pedido de bolsa. Nessa fase, o candidato terá que enviar pelo correio alguns documentos exigidos pela universidade, como cartas de recomendação em inglês e histórico acadêmico.

Entre os benefícios oferecidos está a cobertura de taxa de matrícula, hospedagem e gastos com passagens aéreas de ida e volta. Para conhecer todas as opções de cursos e saber sobre o programa de mestrado, clique aqui.

Fonte: Universia Brasil

Mais crianças na escola – Artigo do Prof. Teodoro

Opinião/ Professor Teodoro – Deputado estadual

 

Deputado Professor Teodoro (PSD). Foto - Arquivo

Deputado Professor Teodoro (PSD). Foto – Arquivo

O Brasil avançou 17 pontos percentuais em relação ao acesso à Educação Básica nos últimos 10 anos. O universo abrange crianças e jovens de 4 a 17 anos, mas o desempenho mais relevante no atendimento escolar se deu na faixa de 4 e 5 anos. O Ceará se destaca como o estado com maior número de crianças na pré-escola.

O levantamento foi feito pelo movimento  Todos pela Educação, baseado em números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada anualmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2005, o percentual de crianças e jovens de 4 a 17 anos na escola era 89,5%. Passou para 93,6%, em 2014. Já os alunos da pré-escola (4 e 5 anos), etapa que passou a integrar a Educação Básica desde a aprovação da LDB, em 1996, foi a que mais avançou – de 72,5%, em 2005, para 89,1%, em 2014. No Ceará, este índice é de 97,3 – o maior entre todas os estados.

Apesar dos avanços no atendimento, o Brasil ainda tem dificuldade para cumprir a meta de universalização do acesso em toda a Educação Básica. A Emenda Constitucional 59, de 2009, estabelece 2016 como o ano em que deveremos ter garantido a matrícula escolar para todas as crianças e jovens de 4 a 17 anos. Apesar do esforço, ainda temos quase 2 milhões e 800 mil crianças e jovens fora da escola. Esse número era superior a 5 milhões no ano de 2005.

Lamentavelmente, esse contingente é quase todo formado por crianças mais vulneráveis: as mais pobres, minorias étnicas, com algum tipo de deficiência, e habitantes de locais de mais difícil acesso. Ou seja, aquelas para quem a educação é ainda mais vital para retirá-las do pântano das desigualdades. As que mais necessitam do Estado, o Estado tem dificuldade de ampará-las.

A preocupação com o ensino desde a primeira infância ajuda a melhorar a educação para o resto da vida. Quem destaca essa importância é a presidente executiva do Todos pela Educação, Priscila Cruz: “Há evidências de que as crianças que frequentam uma Educação Infantil de qualidade têm percurso escolar com mais aprendizagem e uma vida com muito mais oportunidades. Investir nas crianças, portanto, é a melhor estratégia para superarmos a desigualdade que é ainda muito alta e persistente no país”.

Desde o início do mandato do governador Cid Gomes, em 2007, o Ceará vem trabalhando fortemente na educação, tornando-se referência nacional na questão da alfabetização. O gerente de conteúdo do Todos pela Educação, Ricardo Falzetta, falou ao Diário do Nordeste, na matéria “Ceará lidera ranking de criança dentro da escola”, publicada na edição de 20 de janeiro último: “O Ceará vem dando exemplo na continuação de políticas públicas, com exemplos que precisam ser replicados em todo o Brasil.”

Mesmo não sendo responsável pelo ensino infantil e fundamental, o Estado faz parcerias com os municípios dentro do PAIC – Programa de Alfabetização na Idade Certa. Sobral serviu de exemplo para o Ceará, que agora é exemplo para o Brasil.

Concurso de Fotografia vai pagar R$ 200 mil em prêmios

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até  dia 13 de março. Foto - Divulgação

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até dia 13 de março. Foto – Divulgação

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Fundação Conrado Wessel (FCW) 2015 de arte, que vai pagar até R$ 200 mil para os melhores ensaios fotográficos feitos no Brasil

Um dos mais tradicionais e com maiores prêmios entre os concursos de fotografia no Brasil está com inscrições abertas. O Prêmio Fundação Conrado Wessel  (FCW) de arte 2015 vai pagar R$ 200 mil em para os melhores ensaios fotográficos produzidos no Brasil.

O tema da edição 2015 é ‘Brasil: Terra em transe’ e podem ser inscritos ensaios realizados entre 1° de janeiro de de 2014 e 15 de dezembro de 2015. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até  dia 13 de março de 2016  pelo site www.fcw.org.br .

Os finalistas serão revelados até 1º de abril de 2016. Os 15 melhores ensaios farão parte de um livro comemorativo. Destes, três serão considerados vencedores em cerimônia no segundo semestre de 2016. O primeiro lugar vai ganhar prêmio bruto de R$ 114.285,70, enquanto segundo e terceiro colocados levam R$ 42.857,10 cada.

Fonte: http://www.revistarn.com.br/

janeiro 2016
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Tags