Archive for 15 de abril de 2016

Festival Latino Americano de Instalação de Software Livre

Centro de Educação a Distância (CED), em Sobral. Foto - Arquivo

Evento ocorrerá no Centro de Educação a Distância(CED), em Sobral.Foto- Arquivo

O Centro de Educação a Distância do Ceará (CED), vinculado à Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc), realiza neste sábado (16), das 8h às 16h, o Festival Latino Americano de Instalação de Software Livre (Flisol Sobral).

O Flisol é um evento internacional, realizado anualmente de forma simultânea em diversas cidades da América Latina, totalizando mais de 120 cidades em 20 países. O evento acontece desde 2005 tendo como principal objetivo promover o uso de software livre, apresentando sua filosofia, alcance, avanços e desenvolvimento ao público em geral.

A programação contará com palestras, Install Fest, oficinas e minicursos.Todas as atividades serão gratuitas e abertas ao público de todas as idades. Para participar do evento basta se inscrever no link : http://flisolce.org/ . No dia do evento, os participantes deverão trazer 1 kg de alimento não perecível ou água potável, que será doado para famílias carentes.

O Flisol Sobral é uma realização do Centro de Educação a Distância do Estado do Ceará em parceria com a Escola Estadual de Educação Profissional Dom Walfrido Teixeira Vieira.

Saiba mais sobre o evento no link : http://flisol.info/FLISOL2016/Brasil/Sobral
FlISOL Sobral
Data: 16 de abril, 8h às 16h
Local: CED em Sobral (Rua Iolanda Barreto, s/n – Derby Clube)

Fonte: Assessoria de Comunicação do CED

Cronologia Sobralense – Artigo do Professor Teodoro

Opinião/Professor Teodoro – Deputado estadual

Deputado Professor Teodoro (PSD). Foto - Arquivo

Deputado Professor Teodoro (PSD). Foto – Arquivo

Todos nós temos uma biografia para narrar. Assim também as cidades. Todos nós fazemos parte da história que as cidades têm para contar. Há os que cantam o seu povo, registrando a memória que se estende na linha de tempo sobre os feitos coletivos. Há os que fazem a história que é contada. E há os que fazem a  história e a registram. Esse é o caso do cônego Francisco Sadoc de Araújo, cuja obra acaba de ser reeditada.

padre sadocO Instituto Ecoa Sobral lançou, na última quinta-feira (14/4), a coleção “Cronologia Cearense”, obra em cinco volumes do historiador e fundador da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), padre Sadoc de Araújo. A excelente iniciativa contou com o apoio entusiasmado do prefeito Veveu Arruda, assim como da UVA, por seu magnífico reitor, Fabianno Carvalho.

Nosso aplauso ao amigo Roberto Galvão, que preside a Ecoa, o instituto idealizado pelo saudoso Augusto Pontes, que também criou o sugestivo nome para o instituto. Trazer à luz toda a história de Sobral, contada com engenho e arte pelo grande nome da cultura cearense, merece todos os encômios. Feliz do povo que tem um bom contador de sua história, assim nos chegaram os feitos dos clássicos.

Sobral tem esta felicidade: uma boa história, e alguém que lhe saiba narrar. Cada fato de nossa trajetória foi colecionado e guardado nos escaninhos literários de Sadoc, como alguém que guarda tesouro precioso. Um tesouro que não é só seu, pois a muitos tem de prestar contas.

Sobral sempre foi uma espécie de capital do Norte, ao redor da qual muitas cidades gravitam e mantém diversos tipos de vínculos. Todos nos dirigíamos à metrópole, aonde a novidade chegava primeiro. No período em que a vanguarda cultural era pautada pela Europa, as novidades chegavam antes à Princesa do Norte, do que mesmo a Fortaleza. A cultura nos chegava pelo porto de Camocim e desembarcava pelos trilhos até a estação férrea. O Teatro São João é obra desse tempo.

No curso que se inicia ao redor do Rio Acaraú, na fazenda Caiçara, Sobral tomou corpo se escorando na sombra da encosta da Meruoca para fugir da canícula, que costuma fustigar o povo que construiu seu enredo no epicentro do semiárido nordestino. Sadoc conta nossa história, que deve ser conhecida das novas gerações. Daí a importância dessa reedição. É um material que deve ser distribuído a todas as escolas do município e também daqueles que fazem parte da sua Região Metropolitana.

É um acontecimento que não diz respeito apenas aos sobralenses de batismo. Há os que lhe devotam amor como os que aqui chegaram ou vivem perto, desfrutando de seu desenvolvimento.

Ouvi de Sadoc que o pensamento já é uma forma de realização. É como se já antecipasse no plano da ideia o fato que viria. Foi assim que nasceu a UVA.

O historiador diz que há duas magnas datas para Sobral: o da sua emancipação política, quando a vila foi elevada a categoria de cidade, e a de sua emancipação cultural, com a Universidade Vale do Acaraú, que ele fundou e foi seu primeiro reitor.

Sadoc é o historiador de Sobral que fez história em sua terra.

abril 2016
S T Q Q S S D
« mar   maio »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930