Archive for 27 de julho de 2016

Cadastro para divulgação dos resultados das Eleições 2016

TSE . Foto-Arquivo

Formulário para cadastro está disponível no site do TSE. Foto -Arquivo

As instituições interessadas em firmar parceria com a Justiça Eleitoral para divulgar os resultados das eleições municipais deste ano devem se cadastrar até o próximo dia 3 de agosto, preenchendo formulário disponível no site do TSE.

A parceria prevê que as empresas possam instalar em suas bases o sistema criado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para divulgar, em tempo real, a apuração do resultado das eleições, após o encerramento da votação e o início da totalização dos votos.

Para se tornar um parceiro da Justiça Eleitoral, as instituições devem preencher os seguintes requisitos: ser provedora de acesso à internet, empresa de telecomunicação, veículo de imprensa ou partido político com representação na Câmara Federal; acatar as orientações, critérios e prazos determinados pelos órgãos da Justiça Eleitoral; disponibilizar os resultados gratuitamente a qualquer interessado; divulgar os dados recebidos, informando a sua origem; ter inscrição no CNPJ com situação regular na Secretaria da Receita Federal do Brasil; e cadastrar-se na Justiça Eleitoral.

A Resolução nº 23.456/2015 disciplina as normas para a parceria, que visa justamente facilitar a divulgação dos resultados com mais agilidade na distribuição dos dados. As entidades parceiras terão de seguir as regras estabelecidas na resolução, não podendo, entre outros, alterar o conteúdo dos dados e cobrar pelo o acesso dos cidadãos ao conteúdo das informações, sob pena de serem desconectadas do sistema.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social TRE-CE

IFCE abre seleção para professor no Campus de Umirim

IFCE oferta duas vagas para professor substituto. Foto-Arquivo

IFCE oferta duas vagas para professor substituto. Foto – Arquivo

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) divulga abertura de processo seletivo para Professor Substituto da Instituição, com lotação no Campus de Umirim.

Estão disponíveis duas vagas, para início imediato, nas áreas de Zootecnia (Nutrição, Alimentação e Produção Animal) e Ciências da Computação (Metodologia e Técnicas da Computação).

Segundo o edital, os candidatos podem se inscrever de 28 de julho a 1º de agosto de 2016, no endereço eletrônico do IFCE (www.ifce.edu.br), mediante o pagamento da taxa de participação, que é de R$ 150,00.

Edital e anexos do Processo Seletivo, com informações sobre jornada de trabalho, vencimentos mensais e forma de seleção dos candidatos: http://qselecao.ifce.edu.br/concurso.aspx?cod_concurso=3260

Shows em Viçosa marcam Festival Música na Ibiapaba

Orquestra Transversal

Orquestra Transversal. Fotos – Divulgação

Depois de três dias de muito aprendizado nas oficinas em oito municípios da região e em Sobral, o XII Festival Música na Ibiapaba, realizado pela Secretaria da Cultura do Governo do Estado (Secult),  retoma a programação em Viçosa do Ceará, que foi palco nos dois primeiros dias do evento, 23 e 24. De quinta a sábado, 28 a 30, atividades formativas e shows acontecem na cidade, com acesso gratuito a toda a programação.

Grupo BeBossa -

Grupo BeBossa –

Na fase final do festival, grandes artistas se apresentam em Viçosa. Na quinta-feira, dia 28, às 19h30, na Igreja Matriz, vão ecoar os sons do Grupo Uirapuru, orquestra de barro criada pelo artista plástico e luthier Tércio Araripe, com instrumentos de corda, sopro e percussão, todos feitos de barro. O grupo apresenta composições autorais sob a regência do multiinstrumentista e compositor Luizinho Duarte.

Herz e Samuca

Herz e Samuca

 Às 21h começa a programação na Praça General Tibúrcio com o rapper Erivan Produtos do Morro apresentando o novo show, “Bendito Som das Quebradas”. Na sequência, às 22h, o público vai conferir e a riqueza sonora provocada pelo violinista Ricardo Herz e Samuca do Acordeon (SP/RS), em um criativo diálogo musical passando por ritmos como choro, frevo, tango e chamamé.

Trio-Herluno

Trio Herluno

Instrumental e roda de som

 Na sexta-feira, 29, a programação continua na Praça General Tibúrcio, em  Viçosa do Ceará. Às 20h apresenta-se a Orquestra Transversal, interpretando composições e arranjos de autores cearenses que vão do erudito ao experimental, passando pelo regional.

Show da cantora Lorena Nunes

Show da cantora Lorena Nunes

Trio Herluno é o mais novo trabalho do baixista Hermano Bezerra, do baterista Luizinho Duarte e do acordeonista Nonato Lima. No show, às 22h, eles interpretam composições próprias e de autores nacionais e internacionais.

Grupo Uirapuru – orquestra de barro

Grupo Uirapuru – orquestra de barro

Para fechar a noite, a tradicional Roda de Som dos professores e alunos do festival encerra a programação de sexta-feira. Este é um dos momentos mais aguardados do evento, pela interação entre jovens e mestres.

Encerramento

O cortejo Música para Tocar a Vida, a partir das 16 horas, vai abrir a programação de encerramento da 12ª edição no sábado, dia 30. A saída será da Praça da Matriz. Em seguida, às 18h, começam a Apresentação de Encerramento das Oficinas na Praça General Tibúrcio.

Encerradas as apresentações das oficinas, o palco da Praça será de duas atrações convidadas. Às 20h, o festival recebe o BeBossa, sexteto vocal do Rio de Janeiro que traz as influências de grandes grupos como Boca Livre, MPB4, Quarteto Em Cy e Take6.

 Fechando a programação de forma festiva, o festival recebe a cantora e compositora cearense Lorena Nunes, uma das maiores vozes do novo cenário da música no Ceará. Ela apresenta seu show “Homenagem à Tropicália”, projeto lançado em fevereiro deste ano no Festival Jazz & Blues, e mostra canções do aplaudido disco “Ouvi Dizer que Lá Faz Sol”, como “Alegria Amarela” e “Ai de Mim”.

Siderúrgica do Ceará realiza primeira exportação de aço

Encomenda de 20 mil toneladas de placas de aço continuará no dia 1º de agosto. Foto-Divulgação

Encomenda de 20 mil toneladas de placas de aço continuará no dia 1º de agosto.Foto-G1CE

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), no Ceará, iniciou na terça-feira (26) a expedição de sua primeira placa de aço comercial até o Porto do Pecém, de onde será exportada. A operação da encomenda de 20 mil toneladas em placas de aço terá continuidade na próxima segunda-feira, 1º de agosto.

A expdição do material marca o início das atividades da primeira usina siderúrgica integrada do Nordeste.

O transporte das placas acontecerá pela CE-155, por meio de 16 carretas. O embarque via Porto do Pecém, tendo como destino a Turquia e Itália, será feito até o final da primeira quinzena de agosto.

Com dimensões entre 220mm até 11.800mm, as primeiras placas de aço da CSP para exportação serão utilizadas no processo de relaminação à quente. As próximas exportações, com datas a serem definidas, serão para Europa, Ásia África e Estados Unidos. A segunda encomenda atenderá pedido da empresa sul-coreana Posco.

A CSP produzirá placas de aço para geração de produtos laminados para a indústria naval, de óleo e gás, automotiva e construção civil. Toda a produção, que até o momento soma 68 mil toneladas de placas de aço, será voltada para os sócios Vale, Dongkuk e Posco, que definirão os tipos de aço e a quantidade que necessitam.

Fonte: G1 CE

Justiça proíbe obra em terras ocupadas pela tribo Tremembé

A Tribo Tremembé luta contra a construção de complexo turístico , às margens do rio Mundaú, em Itapipoca. Foto-Arquivo

Tribo Tremembé luta contra construção de complexo turístico. Foto-Arquivo

A Justiça Federal no Ceará proibiu a construção de um empreendimento turístico e residencial em terra ocupada pelos índios Tremembé, em Itapipoca, no norte do Ceará. A decisão atende a uma ação do Ministério Público Federal no Ceará (MPF) com o fim de proteger a terra indígena Tremembé de Barra do Mundaú, no município cearense.

Na decisão, o juiz federa Marcelo Sampaio Pimentel Rocha determinou que a empresa não realize intervenções no terreno e declarou nula a licença ambiental expedida pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) para a instalação do projeto.

O MPF defende, com base na Constituição Federal, que indígenas têm direito a verem suas terras demarcadas e protegidas pelo Estado, como também é dever do Estado cumprir tal determinação.

A ação do MPF tramitava desde 2005, e em 2004 o órgão já questionava na Justiça o licenciamento ambiental do empreendimento. Em agosto de 2015, foi publicada pelo Ministério da Justiça portaria que declara as terras de posse permanente dos Tremembés e definiu os seus limites. A área que seria destinada ao empreendimento turístico de 3.100 hectares está inserida em território tradicionalmente ocupado pelo povo indígena.

Para o procurador da República em Itapipoca, Ricardo Magalhães de Mendonça, a decisão obtida pelo MPF foi muito importante para o movimento indígena no Estado, particularmente pelo caráter simbólico que quebra o mito de que não existem mais índios no Estado.

“A decisão desconstrói essa caricatura que se faz do índio como aquele ser isolado e de nenhuma interação com a cultura branca porque é próprio de qualquer organização social a diversidade e a mistura entre as culturas”, avalia.

No caso particular dos Tremembés de Barra do Mundaú, além de quebrar esse paradigma caricato, a decisão, diz Mendonça, “representa a prevalência da sustentabilidade de uma comunidade tradicional e simples contra o poder político e econômico de grupos empresariais fortes”.

Fonte: G1 CE