Archive for 27 de setembro de 2016

Seleção para mestrado e doutorado em História na UFC

Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza. Foto-Arquivo

Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza. Foto-Arquivo

Encontram-se abertas, até 13 de outubro, as inscrições para o processo seletivo para a turma 2017.1 do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Ceará. Serão oferecidas 15 vagas para o mestrado e outras 10 para o doutorado, distribuídas em três linhas de pesquisa, dentro da área de concentração em História Social: “Cultura e Poder”, “Trabalho e Migrações” e “Memória e Temporalidade”.

Para se inscrever, o candidato deve preencher formulário eletrônico disponível no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) e entregar, pessoalmente, por procuração ou via Correios, a documentação exigida em seu respectivo edital.

Poderão se candidatar para o mestrado graduados em História e em áreas afins, provenientes de cursos credenciados e reconhecidos pelo Ministério da Educação. Para o doutorado, candidatos que tenham mestrado em História ou áreas afins, também reconhecidos e credenciados pelo MEC.

A seleção constará das seguintes etapas: análise do projeto de pesquisa, prova escrita de conhecimento (apenas para mestrado), prova de proficiência em língua estrangeira e arguição oral sobre o projeto de pesquisa. O processo seletivo ocorrerá de 21 de outubro a 13 de dezembro.

Mais informações sobre documentação exigida, critérios do processo seletivo, cronograma e bibliografia sugerida devem ser conferidas nos editais, também disponíveis no SIGAA.

Fonte: Portal da UFC – Programa de Pós-Graduação em História – fone: 85 3366 7741 / e-mail: pghist@ufc.br

TRE-CE orienta eleitor sobre títulos e locais de votação

TRE

TRE disponibiliza telefone 148 para informações aos eleitores. Foto-Divulgação

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará orienta os eleitores a tirar dúvidas e buscar informações no telefone 148 (Disque Eleitor) sobre a regularidade do título e os locais de votação em todo o Estado.

Por conta da revisão do eleitorado realizada em 54 municípios cearenses com a identificação biométrica obrigatóra dos eleitores, 222.657 títulos foram cancelados em todo o Estado. Os eleitores desses municípios que não fizeram o recadastramento biométrico não poderão votar nas eleições deste ano. Maracanaú foi o município que registrou o maior número de cancelamento de títulos (29.683). Aqueles que ainda têm dúvida sobre a situação do título, devem ligar para o Disque Eleitor (148) e buscar a informação correta.

Além disso, em 2015, o TRE-CE realizou rezoneamento envolvendo 10 zonas eleitorais, com impacto em 21 municípios, entre eles Caucaia, o segundo maior eleitorado do Estado, e Eusébio. Boa parte dos eleitores desses municípios que passaram por rezoneamento, pode ser que tenha em mãos, no dia da eleição, o título com os números de zona e seção ainda desatualizados. Daí a importância desses eleitores certificarem o local correto de votação através do telefone 148, que teve o seu serviço ampliado para atender e tirar todas as dúvidas.

O TRE-CE contratou 72 operadores de telemarketing, que atenderão às ligações até 2 de outubro (data da eleição no 1º turno) das 7 às 19 horas. O serviço funciona com capacidade para atender até 10 mil ligações por dia.

A coordenadora de Administração do Cadastro Eleitoral do TRE, Lorena Belo, reforça o alerta “para que o eleitor antecipe suas ligações e tire suas dúvidas, a fim de evitar atropelos no dia da eleição e saber exatamente como proceder no próximo domingo”.

Através do Disque Eleitor, disponibilizado em todo o Estado, ao preço de uma chamada local, pode-se obter informações sobre o número do título, o endereço da seção de votação, como fazer para justificar o voto e como votar na urna eletrônica, dentre outras informações.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação Social TRE-CE +

VI Semana de Sensibilização à Doação de Órgãos em Sobral

Santa Casa de Misericórdia de Sobral. Foto - Arquivo

Santa Casa de Misericórdia de Sobral. Foto – Arquivo

Para incentivar a doação de órgãos e comemorar o Dia Nacional do Doador de Órgãos, 27 de setembro, a Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS), por meio da Organização de Procura de Órgãos (OPO), programou uma série de atividades a serem realizadas durante os dias 26 a 30 de setembro de 2016 durante a VI Semana de Sensibilização à Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes. O objetivo é promover discussões, sensibilizar e incentivar as pessoas à doação, conscientizando sobre a importância do ato.

Entre as atividades que atingem o público em geral, na segunda-feira, 26, será montado um estande de divulgação no North Shopping Sobral que tem como objetivo disseminar a importância da doação de órgãos e esclarecer dúvidas, além de angariar novos voluntários engajados com o tema.

Também haverá uma ação voltada para os colaboradores da Santa Casa e parceiros, além dos estudantes universitários. O VI Fórum de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes acontecerá entre os dias 27 e 30 de setembro no Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (DEPE) da Santa Casa de Misericórdia de Sobral. O evento conta com palestras, minicursos e debates sobre a doação de órgãos. É necessário se inscrever no DEPE. Mais informações podem ser obtidas pelo número (88) 3112-0464.

Como ser um doador

No Brasil, para ser doador de órgãos e tecidos, não é necessário deixar nada por escrito. Basta avisar sua família, dizendo: “Quero ser doador de órgãos”. A doação de órgãos e tecidos só acontece após a autorização familiar documentada. Quando a pessoa não avisa, a família fica em dúvida.

Há dois tipos de doares, o vivo e o falecido. O doador vivo é qualquer pessoa saudável que concorde com a doação de rim ou medula óssea e, ocasionalmente, com o transplante de parte do fígado ou do pulmão, para um de seus familiares. Para doadores não parentes, há necessidade de autorização judicial, aprovação da Comissão de Ética do hospital transplantador e da CNCDO, assim como de comunicação ao Ministério Público.

O doador Falecido é um paciente internado em unidade de terapia intensiva (UTI) com morte encefálica, em geral depois de traumatismo craniano (TCE) ou derrame cerebral (AVC). A retirada dos órgãos e tecidos é realizada no centro cirúrgico do hospital e segue toda a rotina das grandes cirurgias. A retirada de córnea pode ser realizada até seis horas após a parada cardíaca.

VI Fórum de Doação de Órgãos

Dias: De 27 a 30 de setembro de 2016.

Inscrições: Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (DEPE) da Santa Casa de Misericórdia de Sobral. Informações: (88) 3112-0464

Informações Sobre Doação de Órgãos e Tecidos: (85) 3101. 5238

Tire suas dúvidas:

Quais órgãos podem ser doados?

Rins, coração, pulmões, fígado, pâncreas e também tecidos, como córneas, pele e ossos, sempre após a autorização dos familiares.

Como ter certeza do diagnóstico de morte encefálica?

O diagnóstico de morte encefálica faz parte da legislação nacional e do Conselho Federal de Medicina. Dois médicos de diferentes áreas examinam o paciente e fazem o diagnóstico clínico de morte encefálica. Um exame gráfico, como ultrassom com Doppler ou arteriografia e eletroencefalograma (EEG), é realizado para comprovar que o encéfalo já não funciona.

Para quem vão os órgãos e tecidos?

Os órgãos são transplantados para os primeiros pacientes compatíveis que estão aguardando em lista única da central de transplantes da Secretaria de Saúde de cada Estado. Esse processo, além de justo, é controlado pelo Sistema Nacional de Transplantes e supervisionado pelo Ministério Público.

Após a doação de órgãos, como fica o corpo?

A retirada dos órgãos e tecidos segue todas as normas da cirurgia moderna. Todo doador pode ser velado de caixão aberto, normalmente, sem apresentar deformidades.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Santa Casa de Sobral

TRE faz distribuição das urnas eletrônicas no Ceará

TRE inicia na quarta-feira (28) distribuição das urnas em Fortaleza. Foto-Divulgação

TRE inicia no dia 28 a distribuição das urnas em Fortaleza. Foto-Divulgação

Os locais de votação de em Fortaleza começam a receber as urnas eletrônicas a partir desta quarta-feira (28), quando começa a distribuição na capital cearense feita pelo Tribunal Regional Eleitoral. No primeiro turno, realizado no domingo (2 de outubro), Fortaleza contará com 618 locais de votação e 4.531 urnas eletrônicas.

Do total de urnas a serem distribuídas, 4.492 são de seções de votação e 39 exclusivas para justificativa. O TRE disponibilizará ainda para as 13 zonas eleitorais de Fortaleza 448 urnas reservas.

No sábado, 1º de outubro, equipes dos cartórios eleitorais irão percorrer todos os locais de votação para testar as urnas e verificar o correto funcionamento, hora, data, local e seção correspondente. Nesse momento, também serão checadas as condições elétricas dos locais onde funcionarão as seções eleitorais.

Nas demais zonas eleitorais do Ceará, o transporte das urnas para os 6.239 locais de votação ocorre no sábado (1º), véspera da eleição, quando também são realizados todos os procedimentos de teste de cada urna eletrônica.

No interior, serão usadas 15.831 urnas nas seções eleitorais, sendo 15.820 nas seções de votação e 11 exclusivas para justificativa de votos. Somando interior e capital, são 6.857 locais de votação e 20.362 urnas utilizadas – 20.323 nas seções de votação e 39 nas seções exclusivas de justificativa, além de 2.553 urnas reservas.

Fonte: G1 CE

setembro 2016
S T Q Q S S D
« ago   out »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930