Archive for 9 de Fevereiro de 2017

Exposição arquivo Nirez reúne acervo histórico de Fortaleza

Nirez em meio ao seu acervo. Foto-Igor de Melo

Nirez em meio ao seu acervo. Fotos-Igor de Melo

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 17 de fevereiro a 16 de abril de 2017, a exposição Arquivo Nirez, que reúne peças raras do acervo de Miguel Ângelo de Azevedo, mais conhecido como Nirez. São artigos de seu museu particular, que há mais de 50 anos é mantido e disponibilizado ao público na residência do colecionador. Algumas das peças serão expostas pela primeira vez fora da casa dele. A abertura será no dia 16/02, às 19h, com a presença do expositor.

thumbnail_Nirez_Igor_de_Melo (9)Com a curadoria de Nirez e Weaver Lima, a exposição contará com fotografias de Fortaleza antiga, discos de cera e de vinil, livros, revistas, equipamentos de imagem e som. São mais de 200 itens, selecionados dentre mais de 140 mil peças que compõem o acervo do museu. As fotografias expostas retratam Fortaleza dos primeiros anos do Século XX, numa seleção dentre as mais de 30 mil imagens presentes no museu de Nirez.

 Merece destaque a coleção de gravações em 78 rotações (discos de cera), considerada uma das maiores do país em gravações brasileiras. A mostra conta com os mais curiosos discos, selecionados dentre os mais de 22 mil presentes no museu, que contemplam todas as fases da produção musical de 1902 a 1964.

 A exposição Arquivo Nirez receberá grupos para visitas guiadas de escolas, universidades, instituições e pessoas interessadas. O agendamento deverá ser feito com a equipe da bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza.

 Como parte da programação da exposição, Nirez vai dar uma palestra gratuita sobre sua trajetória e o acervo selecionado para a exposição, no dia 18 de março, a partir das 15h, no próprio centro cultural.

 Sobre Nirez

 Miguel Ângelo de Azevedo é jornalista, historiógrafo, memorialista e colecionador. Começou a colecionar discos de 78rpm nos anos 50, possuindo uma das mais importantes discotecas especializadas do País. Somam aos discos uma grande coleção de livros especializados sobre MPB. É dele também o mais importante acervo de fotografias da cidade de Fortaleza.

 Nirez é autor, com a parceria dos pesquisadores Alcino Santos, Grácio Barbalho e Jairo Severiano, da Discografia Brasileira em 78rpm – 1902-1964, editada em 1982 pela Funarte/Xerox.

 Nirez participou da equipe que coordenou a elaboração da Enciclopédia da Música Brasileira – Erudita e Popular (Art. Editora Ltda. São Paulo – 1ª edição). Juntamente com o pesquisador Jairo Severiano organizou e produziu os LPs Revolução de 30 (1998), Revolução de 32 (1982) e O Ciclo Vargas (1983), editados pelo SESC e Fundação Roberto Marinho, e o LP Memória da Farmácia, nos 50 anos dos Laboratórios Roche, em 1981.

 Desde 1963 mantém o programa intitulado Arquivo de Cera, que semanalmente homenageia um músico ou gênero da música brasileira, que vai ao ar pela Rádio Universitária FM, difundindo a música gravada em discos de 78rpm (cera) sempre com informes históricos sobre cada gravação.

Atualmente, Nirez supervisiona o setor de digitalização dos acervos no Instituto Moreira Sales do Rio de Janeiro, coordenando a organização das gravações.

 São muitos os prêmios e reconhecimentos recebidos por seu trabalho. Dentre eles: Medalha do Mérito Cultural da Fundação Joaquim Nabuco, de Recife/PE, em 1982; também em 1982, a Discografia Brasileira foi contemplada com o Prêmio Almirante de melhor obra publicada no ano sobre a Música Brasileira; Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 1994; e o Prêmio Sereia de Ouro, também em 1994.

Serviço

 ExposiçãoArquivo Nirez. Entrada Gratuita

Local: CAIXA Cultural Fortaleza – Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: 17 de fevereiro a 16 de abril de 2017 (abertura no dia 16/02, às 19h, com a presença de Nirez). Terça-feira a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h

 Classificação indicativa: Livre

Operação de voos comerciais no aeroporto de Jericoacoara

Pista do Aeroporto Internacional de Jaricoacoara. Foto - Divulgação

Pista do Aeroporto Internacional de Jaricoacoara. Fotos – Divulgação

O aeroporto de Jericoacora, no litoral do Ceará, deve receber até 31 de março os equipamentos necessários para iniciar a operação de voos comerciais. A previsão é que a operação de voos seja inciada no dia 7 de abril, conforme anunciou a empresa Azul Linhas Aéreas.

Aeroporto

Aeroporto está localizado na cidade de Cruz, no Baixo Acaraú (CE)

O assessor de Infraestrutura Aeroportuária do Departamento Estadual de Rodovias (DER), Paulo Edson Ferreira, esteve reunido nos dias 7 e 8 de fevereiro com o diretor de relações institucionais da Azul, Ronaldo Veras, e com o presidente da agência de turismo CVC, Luiz Eduardo Falco.

Os encontros foram para discutir detalhes técnicos junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) para que Polo Turístico de Jijoca, o Aeroporto de Jericoacoara, possa receber voos regulares.

O DER informou que já foi concluído o processo licitatório para aquisição, implantação e homologação dos equipamento de comunicação, meteorologia e segurança de voo para os aeroportos de Jericoacoara e também de Aracati. A empresa vencedora da licitação realiza os procedimentos legais para adquirir os equipamentos.

Os representantes da Azul e CVC também foram atualizados sobre a atual situação operacional do Aeroporto de Aracati. Com a instalação das Estações Permissionárias de Telecomunicações Aeronáuticas (EPTA), o aeroporto passará a ter condições de receber aeronaves em voos regulares.

Fonte: G1 CE

Fevereiro 2017
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728