Archive for 22 de maio de 2017

Chuvas no CE estão abaixo do esperado para o mês de maio

Pouca chuva se reflete nos açudes secos no Ceará (Foto: Jonathan Lins/AL)

Pouca chuva se reflete nos açudes secos no Ceará.Foto: Jonathan Lins/AL

Faltando pouco mais de uma semana para o fim de maio, o Ceará acumula 41 milímetros de chuva no mês de maio, até esta segunda-feira (22), de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A média histórica do mês é de 90 milímetros, conforme o órgão.

Em maio, as chuvas estão 50% abaixo do esperado, conforme a Funceme. Caso maio seja encerrado com poucas chuvas, será o segundo mês seguido com chuvas abaixo da média histórica. Em março, o volume de chuva acumulado foi de 204 milímetros, um a mais que a média do período.

A pouca chuva registrada no Ceará nos últimos meses se reflete na pouca água nos açudes.

Com distribuição espacial irregular, os grandes açudes do Ceará continuam com baixa reserva de água. Atualmente, os 153 reservatórios do estado encontram-se, em média, com apenas 12,6% de sua capacidade de armazenamento. O principal açude que abastece Fortaleza, o Castanhão, com apenas 5,9% de sua capacidade de armazenamento.

De acordo com a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), apenas 10 açudes estão com a capacidade máxima de armazenamento; 104 estão com volume abaixo de 30%; 38 estão operando em volume morto e 17 estão completamente secos. Atualmente, 94 das 184 cidades do Ceará estão em situação de emergência por causa da falta de água.

Fonte:G1 CE

Festival Cine Ceará bate recorde de filmes inscritos

27º Festival Cine Ceará acontecerá o no Cineteatro São Luiz. Foto-ogério Resende/Divulgação

Festival acontecerá o no Cineteatro São Luiz. Foto-Rogério Resende/Divulgação

O Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema bate novo recorde de inscritos. Foram 1.113 filmes enviados para a seleção da Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem e Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem da 27ª edição, que acontecerá em Fortaleza de 05 a 11 de agosto deste ano.

Do total de inscritos, 260 foram para a Competitiva de Longa-Metragem, seis a mais que em 2016, produzidos por 17 países. A quantidade de curtas-metragens também superou a edição anterior, passando de 712 para 853 filmes em 2017. Para a Competitiva Brasileira, o Festival recebeu inscrições de 25 estados e o Ceará participa da seleção com 97 produções. A data prevista para a divulgação dos selecionados é o dia 03 de julho.

O 27° Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, da Prefeitura Municipal de Fortaleza, via Secultfor, e do Ministério da Cultura, através da Secretaria do Audiovisual. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e Bucanero Filmes e conta com patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

Serviço

27° Cine Ceará- Festival Ibero-Americano de Cinema- De 05 a 11 de agosto de 2017 em Fortaleza, Ceará. Informações: www.cineceara.com. E-mail: contatos@cineceara.com. Tel: (85)3055-3465.

Bispo dom Edimilson toma posse na diocese de Tianguá

Bispo

Dom Edimilson Neves foi recebido na entrada da cidade. Fotos- Divulgação

Ao cair da tarde de sábado, dia 20 de maio, o povo católico de Tianguá acolheu seu novo pastor e guia. O bispo emérito, dom Francisco Javier Hernandez Arnedo, passou o báculo – símbolo do pastor que conduz o rebanho – para dom Edimilson Neves. A transição deu-se em cerimônia solene, no patamar da Catedral de Sant’Ana. À celebração estiveram presentes o arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio Aparecido Tosi Marques  e treze bispos pertencentes aos Regionais NE I e IV.

Dom Javier

Dom Javier passou o báculo para o novo bispo da Diocese de Tianguá

Após 26 anos essa é a terceira posse que acontece na diocese. A segunda aconteceu em junho 1991, com a chegada de Dom Javier, agora bispo emérito. Dom Edimilson foi recebido com aplausos e, pouco após a solenidade, na entrada da cidade, foi saudado pelas autoridades.

À celebração estiveram presentes o arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio Aparecido Tosi Marques  e treze bispos pertencentes aos Regionais NE I e IV.

À celebração estiveram presentes o arcebispo de Fortaleza e treze bispos

A concelebração eucarística começou com o rito de tomada de posse canônica, que consistiu na leitura da Bula Papal, entrega da cátedra e do báculo. Após esse momento, foram proferidas as saudações ao novo bispo, em nome do clero, dos religiosos e dos leigos. Ao som do hino pontifício, entoado por um coral formado por mais de cinquenta vozes, cada padre manifestou o seu respeito e a sua obediência ao seu novo pastor. Transcorrido esse momento, a Santa Missa seguiu como de costume.

Dom Francisco Edimilson Neves Ferreira é o terceiro bispo

Dom Francisco Edimilson Neves Ferreira é o terceiro bispo de Tianguá

Na homilia, proferida para centenas fiéis, que deste o começo da tarde já se aglomerava em frente à Catedral de Sant’Ana, dom Edimilson assim se expressou: “Venho com o desejo de dar continuidade ao rebanho do mestre. Depois de uma longa jornada, dom Javier passa o pastoreio aos meus cuidados. Não é fácil suceder um bispo desta qualidade”

Os fieis

Os fieis participaram  da programação de posse do novo bispo

Início do episcopado

“Venho com a melhor das disposições, para colaborar e somar forças”, acrescentou Dom Edimilson em entrevista coletiva, momentos antes da solenidade. “Aprendi a ser a sacerdote e meu episcopado foi construído na Diocese de Crato, na religiosidade popular de Nossa Senhora da Penha, no amor ao padre Cícero, nas romarias. Essa herança espiritual que eu trago se prolonga e se estende, também a essa Diocese de Tianguá”, assegurou.

“Venho com a melhor das disposições, para colaborar e somar forças”

Dom Edimilson:“Venho com a melhor das disposições, para colaborar e somar forças”

O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio, comentando a simbologia da cerimônia de posse canônica e início do Ministério Episcopal, explicou que “esse é um momento em que, chegando um novo pastor, um novo bispo, o povo de Deus recebe ‘aquele que vem em nome do Senhor’, para anunciar o Evangelho e ensinar o caminho de Jesus”. De acordo com o prelado, essa também é uma ocasião “muito alegre, feliz e de ação de graça”. “A chegada de um bispo novo é uma alegria, para todos nós e para os bispos do Regional”, afirmou.

Cerimônia

Cerimônia de posse ocorreu na Catedral  Sant”Ana

Saudando o novo pastor em nome de todos os leigos e leigas, o professor Mario Roberto, desejou que a missão agora iniciada “seja marcada pela presença pastoral como bispo de todos”, sem esquecer os “sinais claros” dados pelo Papa Francisco para humanidade sobre a escolha preferencial pelos pobres e excluídos. “Juntos a esses irmãos e irmãs, nós queremos ser, convosco, uma Igreja discípula, missionária, profética e ministerial”, exortou.

3º Francisco

Pela terceira vez, o povo tianguense terá um Francisco como bispo. O primeiro foi dom Frei Timóteo Francisco Nemésio Cordeiro, OFMCap, que ficou por 19 anos à frente da Diocese. Com a morte de Dom Timóteo, assumiu dom Francisco Javier Hernández Arnedo, OAR, e agora dom Francisco Edimilson Neves Ferreira, como terceiro bispo.

Dom Javier Arnedo, agora emérito, neste sentido, desejou boas-vindas a seu sucessor: “Que ele venha como uma pessoa de fé, para ser testemunha de fé no meio do nosso povo”. Aqui nós temos um povo muito participativo. Ele aprendera o ofício de pastor”.

Já o cura da Catedral de Sant’Ana, padre Carlos Alberto, comentando as expectativas da chegada do novo pastor, definiu que o sentimento é de alegria de ter a Igreja reunida e estar diante do povo de Deus, “vivenciando essa alegria bonita de receber o nosso terceiro bispo”.

Com informações das Dioceses de Tianguá e Crato

maio 2017
S T Q Q S S D
« abr   jun »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Tags