Archive for agosto 2017

UFC oferta quatro vagas de professor substituto

 

Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza. Foto – Arquivo

A Universidade Federal do Ceará (UFC) abre inscrições a partir desta quinta-feira, 31, para concurso com objetivo de preencher quatro vagas de professor substituto, distribuídas nos departamentos de Física, Engenharia de Pesca e Engenharia Mecânica, em Fortaleza, e no Curso de Música, em Sobral. Confira o edital.

 

No campus da capital cearense, as vagas de física são para o setor de estudo “Física Geral/Ótica”, da engenharia de pesca para o setor de estudo “Processamento do Pescado” e da Engenharia Mecânica  para o setor de estudo “Térmica.” As oportunidades são para uma carga horária de 20h e exigem o título de doutor. O salário é de R$ 3.377,45.

Sobral

Já para Sobral, a vaga no curso de música é para o setor de estudo “Prática Instrumental Teclado”. Para a vaga é exigido título de mestre, para uma carga horária semanal de trabalho de 40 horas. O salário é de R$ 4.241,05, e a taxa de inscrição, de R$ 106,00. Para se inscrever, deve ser enviado requerimento dirigido ao chefe do Departamento de interesse, nos casos de Fortaleza, ou ao diretor do Campus da UFC em Sobral.

Serviço

Edital

Mais informações fone: (85) 3366 7407

Fonte: Redação O POVO Online

 

Tribunal de Justiça realiza audiência pública em Sobral

Fórum Doutor José Saboya, em Sobral. Foto – Divulgação

A Comarca de Sobral, distante 230 km de Fortaleza, recebe nesta quarta-feira (30/08), a partir das 9h, audiência pública promovida pela Ouvidoria do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). O encontro, que será presidido pela ouvidora do Judiciário, desembargadora Maria Iraneide Moura Silva, discutirá mecanismos de aperfeiçoamento e fortalecimento dos serviços da Justiça.

De acordo com a magistrada, além dos canais de atendimento convencionais, o órgão debaterá presencialmente com integrantes da sociedade. “Nossa ideia é criar uma agenda positiva, reunindo os diversos representantes para solucionar as demandas apresentadas”, explicou.

Estarão presentes representantes da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), do Ministério Público do Ceará (MPCE), da Defensoria Pública, da Ordem dos Advogados do Brasil -Secção Ceará (OAB-CE), prefeitos, além de magistrados.

A audiência mobilizará as comarcas que integram a 7ª Zona Judiciária, envolvendo 22 comarcas e cinco vinculadas: Acaraú, Amontada, Miraíma (vinculada), Barroquinha, Bela Cruz, Camocim, Cariré, Chaval, Coreaú, Moraújo (vinculada), Cruz, Forquilha, Granja, Martinópolis (vinculada), Groaíras, Irauçuba, Itarema, Jijoca de Jericoacoara, Marco, Massapê, Senador Sá (vinculada), Meruoca, Alcântaras (vinculada), Morrinhos, Santana do Acaraú, Sobral e Uruoca.

Também abrangerá a 8ª Zona Judiciária, que engloba 14 comarcas, sendo duas vinculadas: Carnaubal, Croatá, Frecheirinha, Guaraciaba do Norte, Ibiapina, Ipú, Pires (vinculada), Graça. Mucambo, Pacujá (vinculada), Reriutaba, São Benedito, Tianguá, Ubajara, Viçosa do Ceará e Varjota.

Os interessados em fazer manifestação oral no dia do evento, podem fazer inscrição até cinco dias antes, através do e-mail ouvidoriageral@tjce.jus.br ou pelo telefone (85) 3207.7428, ou ainda no local do evento até 30 minutos antes do início.

Serviço
Evento: Audiência Pública em Sobral
Data: 30 de agosto, às 9h
Local: Salão do Júri da Comarca de Sobral

Fonte: Portal do TJCE

Concursos têm 1,2 mil vagas e salários de até R$ 10,4 mil

Quatro concursos públicos abertos no Ceará. Foto- Divulgação

Quatro concursos públicos abertos no Ceará somam 1,2 mil vagas e salários de até R$ 10,4 mil. A maior parte das vagas são para agente penitenciário, com mil vagas. Já as oportunidades para analista do Tribunal Regional do Trabalho 7ª Região ofertam os maiores salários, de R$ 10,4 mil.

Agente penitenciário

O período de inscrição para o concurso da Secretaria da Justiça do Ceará foi prorrogado até 28 de agosto, esta segunda-feira. São mil vagas com salário inicial, incluindo adicional noturno e gratificação, de R$ 3.747,29. A taxa de inscrição é R$ 100.

As inscrições devem ser realizadas pela internet, e a prova objetiva será aplicada em Fortaleza, no dia 1º de outubro.

Do total das vagas, 15% são destinadas a candidatas do sexo feminino. Além disso, 5% das vagas são para pessoas com deficiência, desde que a condição do candidato seja compatível ao cargo que irá exercer.

Tribunal Regional do Trabalho

O Tribunal Regional do Trabalho 7ª Região (TRT-CE) divulgou edital de concurso público com salários que chegam a R$ 10,4 mil. As regras do concurso estão disponíveis no Diário Oficial da União desta quinta-feira (24).

Os interessados devem fazer a inscrição a partir de segunda-feira (28). O período de inscrição segue aberto até 18h de 13 de setembro, no horário de Brasília. A matrícula no concurso deve ser feita on-line, no site da empresa organizadora.

Há vagas para contratação imediata, e oportunidades para cadastro reserva de profissionais com nível médio e superior.

Prefeitura de Ibiapina

A prefeitura de Ibiapina abriu edital de processo seletivo com o intuito de preencher 187 vagas e formar cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os candidatos aprovados e convocados atuarão em regime de trabalho de até 40 horas semanais, com salário que varia entre R$ 937,00 a R$ 2.649,05.

Caros são para as áreas da saúde, serviços gerais, administrativo, educação e informática. As inscrições serão efetuadas até o dia 5 de setembro de 2017, pela internet, no site da banca Consulpam. O valor da taxa de inscrição varia de R$ 35 a R$ 60.

Universidade Federal do Ceará

A Universidade Federal do Ceará (UFC) tem cinco oportunidades, divididas entre o Centro de Ciências Agrárias (CCA) e o Centro de Tecnologia (CT), em Fortaleza, e o Campus de Russas. As inscrições devem ser feitas até 1º de setembro

No CCA, há duas vagas abertas para professor adjunto-A: uma para o setor de estudo “Planctologia” e outra para o setor “Microbiologia do Pescado”. No CT também são duas vagas: uma de professor adjunto-A para o setor de estudo “Geomática Aplicada à Engenharia” e outra de assistente-A para o setor “Projeto Arquitetônico”.

No Campus de Russas, a vaga para professor adjunto-A é no setor de estudo “Engenharia de Software”.

 Fonte: G1 CE

 

Um ano de saudades de professor Teodoro

Após um ano de falecimento, amigos relembram sua vida e atuação na sociedade sobralense e em todo o Ceará

 Teresa Fernandes – Jornalista Correio da Semana

Professor Teodoro era reconhecido como empreendedor com grandes serviços prestados à sociedade. Fotos -Arquivo

Reconhecido pelo empreendedorismo, vanguarda e grandes serviços prestados à sociedade,  José Teodoro Soares, o professor Teodoro, deixa muitas saudades entre todos os que o conheceram e conviveram com ele. Religioso e com uma fé extraordinária, ele ajudou na construção de cerca de 40 Igrejas e capelas. Faleceu no dia 18 de agosto de 2016, aos 75 anos.

Professor Teodoro, com trajetória ligada à defesa da educação, foi deputado com três mandatos na Assembleia Legislativa do Ceará. Era presidente da Universidade  do Parlamento Cearense (Unipace). Foi reitor da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), entre 1990 e 2006, e da Universidade Regional do Cariri (Urca), de 1987 a 1990.

Em seus mandatos como deputado, ele levantou bandeiras importantes para a sociedade, em especial cearense e sobralense, como lembra o professor Osmar Vasconcelos, professor da UVA e atualmente diretor adjunto do Instituto de Estudos e Pesquisas do Vale do Acaraú (IVA). O professor foi chefe de gabinete do deputado entre 2007 e 2008. “Ele deixou um grande legado como deputado”, garantiu. Entre as propostas de professor Teodoro estavam a escola em tempo integral, que apesar de não ter se tornado lei, tem sido uma importante bandeira levantada pelos últimos dois governadores e pelo prefeito de Sobral.

O deputado também lutou pela Região Metropolitana de Sobral para que a região Norte se desenvolvesse globalmente e não apenas a cidade de Sobral e a proposta tornou-se realidade recentemente. Outro sonho do deputado era um fundo estadual em defesa dos direitos da pessoa com deficiência; o fundo seria constituído com aporte de empresas que fossem multadas por desrespeitarem a determinação de ter percentuais de pessoas especiais em seus quadros e o recurso poderia ser usado por instituições comprometidas com a capacitação profissional das pessoas especiais. O projeto ainda não se tornou realidade.

Professor Osmar Vasconcelos

Professor Osmar ingressou na UVA como professor em 1994 quando o professor Teodoro promoveu o primeiro concurso público da história da Universidade e contratou cerca de 100 professores para a Universidade. Nesse momento inicial, ele também ampliou o quadro de 8 para 23 cursos. “O professor Teodoro veio para cumprir o papel de formar um quadro de professores qualificados, expandir a Universidade e fazer com que ela se consolidasse como instituição de Ensino Superior e conseguisse dar dinâmica ao mercado sobralense”, garantiu.

Nascido em 28 de dezembro de 1940, José Teodoro Soares fazia parte de uma tradicional família política da região Norte. O avô dele, coronel José Theodoro Soares, fundou a cidade de Santa Cruz do Norte (hoje Reriutaba) em 25 de setembro de 1927.

O parlamentar foi ainda presidente do Conselho de Reitores do Ceará, vice-presidente do Conselho de Educação do Ceará e secretário geral adjunto do Ministério da Educação e Cultura. Ao longo da vida, publicou 32 livros.

Tempos de seminário

Padre João Batista Frota e o deputado Professor Teodoro

Amigo de longa data do Professor Teodoro, Pe. João Frota lembra bem o dia em que se conheceram. O sacerdote havia ingressado no seminário em 1950 e, cerca de dois anos depois, o professor também ingressou. Naquela época, os jovens entravam para o seminário com apenas 13 anos e só após 4 anos de ginásio e 2 de científico poderiam cursar filosofia e teologia. “A partir desse momento em que ele entrava no seminário, começamos a nos conhecer. Coube a mim como veterano a tarefa de orientá-lo no início do seminário”, conta. A amizade entre os dois se aprofundou ao longo dos anos, em especial quando cursaram filosofia em Fortaleza e teologia em Roma.

Era época de grande mudança na Igreja, no início da década de 1960, tempos do Concílio Vaticano II e o professor Teodoro acabou por desistir dos estudos de teologia e rumou para a França para estudar educação. Mais uma vez o Pe. João e o professor se encontraram em um tempo no qual o sacerdote passou em Paris para os estudos de ciências sociais. “Eu sentia nele um amigo e um irmão, sempre interessado em ajudar, em servir e estar ao lado. Na nossa caminhada, mesmo fazendo opções diferentes, permanecemos bons amigos e irmãos”, garante o sacerdote.

Ao retornar ao Brasil como sacerdote, Pe. João Frota passou a desenvolver trabalhos sociais como o Cabra Nossa e o Musicalizar em comunidades carentes, sempre contando com a parceria do Professor Teodoro. “Nos meus trabalhos sociais sempre estava a mão dele benfeitora e hoje ele está sempre presente nas minhas orações”, conta.

Fonte: Jornal Correio da Semana 746, 26 de agosto de 2017

Concurso do Tribunal Regional do Trabalho no Ceará

Inscrições serão recebidas de 28 de agosto a 13 de setembro.Foto-Divulgação

O Tribunal Regional do Trabalho 7ª Região (TRT-CE) divulgou edital de concurso público com salários que chegam a R$ 10,4 mil. As regras do concurso estão disponíveis no Diário Oficial da União desta quinta-feira (24).

Os interessados devem fazer a inscrição a partir de segunda-feira (28). O período de inscrição segue aberto até 18h de 13 de setembro, no horário de Brasília. A matrícula no concurso deve ser feita on-line, no site da empresa organizadora.

A inscrição custa R$ 65 para os cargos técnicos e R$ 80 para quem vai concorrer a uma vaga de analista. O pagamento deve ser feito até 5 de outubro.

Os candidatos serão avaliados em exame de habilidade e de conhecimento, por meio de provas objetiva, de caráter eliminatório e classificatório.

As provas objetivas para analista judiciário estão previstas para serem aplicadas em 22 de outubro. O endereço e horário da prova será informado no cartão do candidato, após o período de matrícula.

Fonte: G1 CE

UFC anuncia concurso com 44 vagas para Capital e Interior

Sede da Reitoria da UFC, em Fortaleza. Foto – Arquivo

A Universidade Federal do Ceará lançou quatro editais para concurso público, com lotação nos campi de Crateús, Quixadá, Russas, Sobral e Fortaleza. Ao todo, os certames contabilizam 44 vagas, com cargos de nível fundamental, médio e superior.

Edital nº 128 oferta três vagas para o cargo de auxiliar em administração em Fortaleza. O Edital nº 129 abre cinco vagas, uma para jornalista, em Fortaleza, e quatro de assistente em administração, nos campi de Crateús, Quixadá, Russas e Sobral.

Edital nº 130 cria 20 vagas. Em Crateús são duas vagas, para os cargos de técnico em laboratório/química e técnico em laboratório/física e eletrotécnica. Em Russas, haverá uma vaga para o cargo de técnico em eletrotécnica e, em Sobral, duas vagas para auxiliar de saúde/atenção à saúde bucal. Já em Fortaleza, serão 15 vagas, divididas para os cargos de assistente técnico em embarcações, engenheiro/teleinformática, médico/patologia humana e autópsia, programador visual, tradutor intérprete/língua inglesa, desenhista técnico/artes gráficas, técnico em enfermagem/esterilização, técnico de laboratório/fitoquímica, técnico de laboratório/microbiologia ambiental e do pescado, técnico de laboratório/química, assistente de laboratório/botânica, contramestre/sistemas gráficos (cada um destes com uma vaga) e auxiliar de saúde/atenção à saúde bucal (3 vagas).

Por fim, o Edital nº 131 oferta 16 vagas, uma para Quixadá (psicólogo/escolar e educacional), uma para Sobral (psicólogo/organizacional), duas para Russas (engenheiro/civil e técnico em assuntos educacionais) e cinco para Crateús (administrador, bibliotecário-documentalista,  engenheiro/civil, psicólogo/escolar e educacional e técnico em assuntos educacionais).  As outras sete vagas serão para Fortaleza, duas para técnico em contabilidade e uma para os cargos de engenheiro/civil, farmacêutico, médico/psiquiatria, odontólogo e técnico em arquivo.

A solicitação de inscrição será admitida exclusivamente via Internet, no site da Coordenadoria de Concursos (CCV), no período compreendido entre as 8h do dia 16 de setembro e as 23h59min do dia 24 de setembro de 2017, observado o horário de Fortaleza. O procedimento deve ser feito por meio do preenchimento do Formulário de Solicitação de Inscrição e o envio dos dados à CCV.  Será aceita somente uma única inscrição para cada candidato, que concorrerá a uma única vaga ofertada no edital.

Após o envio dos dados, o candidato deverá imprimir o boleto de pagamento da taxa de inscrição. O pagamento deverá ser feito no período compreendido entre as 8h do dia 16 de setembro e as 22 horas do dia 25 de setembro de 2017. A inscrição só será efetivada após o pagamento do boleto. Para solicitação de isenção, que também deve ser feita pela Internet, o prazo é de 1º a 3 de setembro.

Mais informações sobre prazos, documentação necessária, remuneração, regime de trabalho, entre outras, podem ser acessadas nos editais.

Fonte: Divisão de Concursos e Provimento – fones: 85 3366 7407 e 3366 7868 (Portal da UFC)

Desfile com as princesas do aleitamento materno em Sobral

Evento ocorreu no dia 17 de agosto, no auditório Educar SESC.Foto-Divulgação

O Trevo de Quatro Folhas realizou, no dia 17 de agosto, no auditório da Educar SESC, o desfile das Princesas do Aleitamento Materno 2017. A atividade faz parte da Semana Sobralense do Aleitamento Materno. Participaram mães selecionadas como exemplo na amamentação e nos cuidados com o bebê, que foram homenageadas no desfile.

A coordenadora da Atenção Primária, Ana Gerusia Gurgel, representando o secretário da saúde, Gerardo Cristino, afirmou que a coroação das princesas é de extrema importância. “Esse é o momento do Município de Sobral reconhecer todo o esforço da mulher que amamenta e doa mais saúde para seu bebê”.

A gerente de Estratégia Trevo de Quatro Folhas, Natália Gomes, parabenizou os profissionais pelo empenho no desenvolvimento das ações e às mães, pelo cuidado com seus filhos. “Quero parabenizar a todos os profissionais da Secretaria da Saúde pelo empenho em cuidar da saúde das nossas mães e crianças, sem deixar de agradecer as mães pelo amor e atenção que dão aos seus filhos”, finalizou.

As Princesas do Aleitamento são mulheres, que apesar das dificuldades, conseguiram amamentar seus filhos. Para a escolha das princesas, os Centros de Saúde da Família (CSF’s), Hospital Regional Norte e Santa Casa de Misericórdia de Sobral utilizaram os seguintes critérios: mulheres com história de aleitamento materno exclusivo até o sexto mês de vida da criança ou aleitamento complementar até os dois anos de idade da criança.

Fonte: Blog de Sobral

Sobral recebe prêmios do Programa Selo Município Verde

Premiação ocorreu no dia 17 de agosto, na Assembleia Legislativa.Foto-Divulgação

A Prefeitura de Sobral foi premiada nesta quinta-feira (17/08), na Assembleia Legislativa, durante a solenidade de abertura da 3ª edição do Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais (PNC),  com kits aos municípios premiados com a certificação Selo Município Verde, contendo um notebook, um projetor, uma impressora, um decibelímetro, uma trena, gps e uma máquina fotográfica.

A premiação fez parte da última certificação ocorrida no final de 2016, onde o Comitê Gestor da Secretaria do Meio Ambiente do Estado (SEMA) aprovou a classificação de 19 cidades com o Selo Município Verde, que desde a criação da 1ª edição do Programa, em 2004, somente Fortaleza obteve a classificação A no ano passado. Já os demais classificados obtiveram a classificação C (13 municípios) e classificação B (5 municípios).  Sendo selecionadas as cidades de Acaraú, Barreira, Beberibe, Bela Cruz, Brejo Santo, Caucaia, Crateús, Crato, Eusébio, Farias Brito, Fortaleza, General Sampaio, Iguatu, Maracanaú, Morada Nova, Novo Oriente, Piquet Carneiro, Sobral e Tauá.

O Selo Município Verde (PSMV) é um Programa de Certificação Ambiental Pública. Ele identifica, a cada dois anos, os municípios cearenses que desenvolvem ações protetivas do meio ambiente com melhores resultados na salvaguarda ambiental, atendendo critérios de conservação e uso sustentável dos recursos naturais.

Para o superintendente da Autarquia Municipal do Meio Ambiente (AMA) Jorge Trindade, “a certificação é um instrumento fundamental para a gestão ambiental dos municípios, haja vista, que seus indicadores servem como parâmetros para a formulação e implementação das políticas. Sobral, já se prepara para os novos desafios da próxima avaliação, onde já estamos articulando à formação do grupo de trabalho intersetorial composto por secretarias e autarquias, que atuaram no fortalecimento das ações e atingir maiores resultados”.

Fonte: Blog de Sobral

100% do território cearense corre risco de desertificação

Ceará sofre com seca prolongada.Foto: José dos Santos/Arquivo pessoal

Com 100% do território suscetível à desertificação, o Ceará é o único estado da federação que pode se tornar completamente infértil se não houver um trabalho de recuperação das áreas em situação mais crítica.

Em laranja estão as áreas fortemente degradas e em processo de desertificação. As demais áreas do estado são suscetíveis à desertificação.Foto: Funceme/Divulgação

A desertificação é definida pela Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação como sendo a degradação de terras, nas zonas áridas, semiáridas e subúmidas secas. O fenômeno é resultante de diversos fatores, entre eles as variações climáticas e atividades humanas.

Prática de queimadas agrava ainda mais a desertificação.Foto-Ellyo Teixeira/ G1

Mapeamento atualizado do território cearense realizado em 2016 constatou que 17.042 km², equivalentes a 11,45% do estado, estão fortemente degradados e suscetíveis à desertificação, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Para Margareth Carvalho, gerente do Núcleo de Recursos e Meio Ambiente da Funceme, a recuperação dessas áreas é, em tese, possível. “Para isso, precisamos de políticas públicas que tratem de manejo e conservação do solo”, acredita.

Voçorocas fazem parte da paisagem em Gilbués. Foto- Pedro Santiago/G1

Os cinco anos de seca contribuíram, fortemente, para o agravamento da situação. “Em 2013, contabilizamos mais de 30 mil açudes pequenos, de até meio hectare. Três anos depois, em 2016, o número desses açudes caiu para menos de 18 mil”, relata Margareth Carvalho. Segundo ela, o reservatório cria um ambiente mais úmido que contém o solo, diminuindo o processo de erosão e permitindo agricultura de subsistência.

Outro fator que agrava a qualidade do solo é a queimada, quando o agricultor põe fogo na mata para realizar plantio ou fazer pastagem. O processo, além de destruir a vegetação, retira a camada orgânica do solo, deixando-o mais pobre em nutrientes.

No período de ventos fortes no Ceará, de julho a novembro, o fogo pode ser alastrar facilmente destruindo grandes áreas da caatinga. Por essa razão, a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) suspendeu, até o fim de dezembro, as queimadas controladas no Ceará a fim de proteger a cobertura florestal da caatinga.

Segundo o Programa de Ação Estadual de Combate à Desertificação (PAE), foram classificadas como áreas suscetíveis à desertificação, as que possuem degradação da cobertura vegetal, assoreamento dos rios, pastoreio excessivo, perda da biodiversidade, perda da capacidade produtiva do solo, baixa relação entre capacidade produtiva dos recursos naturais e a sua capacidade de recuperação. As áreas apontadas como mais suscetíveis à desertificação no Ceará são Sertões dos Inhamuns, Sertões de Irauçuba, Centro Norte e os Sertões do Médio Jaguaribe.

Em 2009, estudo do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), identifica 15 municípios do Ceará com maior propensão à desertificação: Canindé, Morada Nova, Catarina, São João do Jaguaribe, Ibicuitinga, Itatira, Umari, Deputado Irapuan Pinheiro, Acopiara, Madalena, Quixadá, Ocara, Palhano, Ibaretama e Paramoti.

Brasil

No Brasil as Áreas Susceptíveis à Desertificação (ASD) possuem uma extensão de 1.340.863 km² e contam com uma população de 34 milhões de pessoas, onde 50% delas estão abaixo da linha da pobreza.

São, ao todo, 1.494 municípios em 11 estados da Federação. Mapeamento realizado pela Funceme identificou que 70,5 mil km² dessa área já estão na categoria de Fortemente Degradado, onde já está comprometida a produção agrícola, e a produtividade dos recursos naturais é muito baixa, com profundo reflexo sobre a capacidade de suporte para a vida humana e animal.

Causas

Vários fatores contribuem para a desertificação e, segundo especialistas, o processo ocorre, principalmente em áreas com grande índice de pobreza. Os fatores apontam para uma correlação negativa entre os índices de propensão à desertificação e o Índice de Desenvolvimento Municipal (IDM) – e seus subíndices.

Entre as principais causas para a desertificação de uma área estão:

  • Uso intensivo da terra até a exaustão, sem preocupar-se em repor os elementos assimilados pelas plantas: não há um tempo do pousio adequado;
  • Sobrepastoreio: uso da terra com uma população animal acima de sua capacidade de suporte o que provoca ainda, a compactação do solo;
  • Desmatamento: deixando o solo totalmente desprotegido e favorecendo a erosão;
  • Queimadas que destroem a microfauna e as matérias orgânicas do solo;
  • Extrativismo de madeira para a produção de lenha feito de modo predatório;
  • Manejo e utilização com lavouras com a utilização de implementos agrícolas inadequados e plantação realizadas morro abaixo;
  • Irrigação: provocando a salinização e alcalinização do solo, por capilaridade, agravado pelos balanços hídricos negativos na maior parte do ano;
  • Mineração, por se tratar de atividade predatória, devasta todo o ambiente em volta;
  • Densidade populacional: cerca de 28hab./km² (uma das mais elevadas, tomando-se por base outras regiões semiáridas).

Consequências

Entre os efeitos da desertificação sobre a fertilidade do solo, estão a baixa qualidade e disponibilidade dos recursos hídricos, que compromete a produtividade das culturas; a quantidade de terra arável; a produção de alimentos para subsistência e comercialização; agravamento de problemas sociais como desemprego, baixo nível de renda e êxodo rural, ocasionando a condição de pobreza.

Também são consequências da desertificação:

  • Queda na produção, determinada pela perda da matéria orgânica e nutrientes da camada superficial do solo e diminuição da água útil;
  • Perda da biodiversidade, uma vez que só plantas e animais mais rústicos e resistentes sobrevivem em condições tão desfavoráveis;
  • Agravamento dos problemas sociais pela perda da renda da aquicultura;
  • Migração, resultando em um maior número de favelas, aliada à incapacidade das cidades de prestar serviços básicos a esta população;
  • Perda de solos por erosão, que destrói as estruturas (areias, argilas, óxidos e húmus) que compõem o solo, contribuindo para o processo de desertificação;
  • Assoreamento: fenômeno já bem observável em nossos reservatórios, intensificado pela remoção da vegetação das margens dos reservatórios;
  • Aumento das secas edáficas. Como o solo é um sistema poroso que armazena água, na medida em que se diminui sua espessura (devido a erosão) ele armazena menos água.
  • Fonte: G1 CE

TJCE inaugura anexo do Juizado Cível e Criminal de Sobral

Solenidade na Faculdade Luciano Feijão. Fotos- Divulgação

Com o objetivo de dinamizar a prestação jurisdicional no que diz respeito a pequenos conflitos, foi instalado, na Comarca de Sobral, o anexo do Juizado Especial Cível e Criminal José Euclides Ferreira Gomes Júnior. A unidade foi inaugurada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Gladyson Pontes, nesta sexta-feira (18/08).

Evento ocorreu na sexta-feira, dia 18  de agosto

Localizado nas dependências da Faculdade Luciano Feijão, o anexo funcionará como mais uma entrada para o Judiciário. Para o presidente do TJCE, é importante o anexo estar dentro de uma faculdade, pois “aproxima o Judiciário da sociedade, materializando boa prática de responsabilidade social que devem empreender as instituições públicas e privadas”. Durante solenidade, o desembargador Gladyson ressaltou ainda a alegria pela homenagem ao advogado José Euclides Ferreira Gomes Júnior, já que “resgata a estima e admiração que o povo sobralense lhe devota por justiça em reconhecimento ao seu trabalho na vida pública”.

Encontro no Fórum de Sobral

De acordo com o titular da unidade, juiz Elisson Pacheco, a demanda já existia há dois anos e “foi se aperfeiçoando até março deste ano, quando foi assinado convênio com o Tribunal”. Ele informou que, em um primeiro momento, o Juizado trabalhará com casos atermados na própria unidade, ou seja, sem a presença de um advogado, e com causas no valor de até 20 salários mínimos.

“O trabalho em equipe dos colaboradores do anexo e dos servidores da unidade-sede mostra o grande potencial de melhoria qualitativa e quantitativa na prestação jurisdicional. Antes do ingresso das ações, será facultado a realização de audiência prévia de conciliação ou mediação”, explica o magistrado.
O prefeito do Município, Ivo Gomes, afirmou que se alegra duplamente pela instalação da unidade, que abre mais uma porta para o jurisdicionado no Comarca e homenageia seu pai, “que foi defensor público, à época chamado popularmente de advogado dos pobres”.

Representando a família do homenageado, o ex-governador Cid Gomes destacou que seu pai “era bem-humorado, inteligente e de valores muito fortes. Nós ficamos muito agradecidos pela lembrança ao meu pai, que tem muito a inspirar aqueles que vão entrar na advocacia”.

O chanceler da faculdade, Luciano Feijão, agradeceu a parceria com o Tribunal para a instalação da unidade e informou que a instituição trabalha com três pilares: família, trabalho e Deus e “são com esses cuidados que também vamos manter esse Juizado”.

Estiveram presentes na solenidade os desembargadores Francisco Gomes de Moura e Paulo Airton Albuquerque Filho; o juiz auxiliar da Presidência, Marcelo Roseno; o deputado federal Leônidas Cristino; a promotora de Justiça Juliana Cronemberger; o presidente da Câmara Municipal, Paulo César Lopes Vasconcelos; o procurador-geral do Município, Aleandro Henrique Linhares; o reitor da Universidade Estadual Vale do Acaraú Fabianno Cavalcante e o presidente da Subseção da OAB de Sobral, Rafael Ponte.

REUNIÃO NO FÓRUM

Mais cedo, o desembargador Gladyson Pontes se reuniu com juízes da Região Norte do Estado no Fórum Doutor José Saboya de Albuquerque, também em Sobral. “Aproveitamos a vinda para nos reunir com magistrados da região. Esse momento é rico, a gente se aproxima deles, conhece suas carências, troca ideias e aprimora procedimentos. Nós vamos continuar fazendo essa caminhada em todo o Ceará, nos aproximando mais dos magistrados que estão distantes, no Interior do Estado”, afirmou o presidente.

O diretor do Fórum, juiz Aldenor Sombra de Oliveira, ressaltou que a presença do presidente na Comarca é muito importante. “Representa a aproximação do Tribunal com o Interior, com o Primeiro Grau, que é porta de entrada do jurisdicionado. Esse encontro serviu para nos ouvir, conversar com quem está tratando diretamente com o cidadão que procura a Justiça”, disse.

Fonte: Portal do TJCE

agosto 2017
S T Q Q S S D
« jul   set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031