Archive for 28 de novembro de 2017

UFC inscreve para mestrado em Engenharia Mecânica

Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza. Foto – Arquivo

Até 28 de dezembro ficam abertas inscrições para o processo seletivo do mestrado em Engenharia Mecânica – turma 2018, da Universidade Federal do Ceará. São ofertadas 14 vagas, distribuídas nas seguintes linhas de pesquisa: Energia Solar (Térmica e Fotovoltaica), 5 vagas; Energia Eólica, 3 vagas; e Biomassa e Biocombustíveis, 6 vagas.

Conforme o Edital nº 1/2017, poderão inscrever-se candidatos diplomados em cursos de graduação em Engenharia Mecânica, ou áreas afins, em instituições de ensino superior (IES) devidamente credenciadas pelo Conselho Nacional de Educação.

A pessoa interessada deverá preencher o formulário eletrônico disponível no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA), na aba à esquerda, clicar no tópico Processos Seletivos e, em seguida, em Processos Seletivos Stricto Sensu. A entrega (pessoalmente, por procuração ou via Correios) de toda a documentação relacionada no item 1.1 do edital deverá ser feita na Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica (bloco 714, térreo, Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra, CEP 60440-900, Fortaleza-CE), das 9h às 12h ou das 14h às 17h.

Com relação às inscrições feitas através dos Correios, o edital recomenda o envio da documentação via Sedex, com postagem máxima até 28 de dezembro. O comprovante de postagem deverá ser escaneado e enviado para o e-mail posmec@ufc.br até a data final de inscrição. Para esclarecer quaisquer dúvidas em relação ao processo seletivo, a pessoa interessada pode enviar e-mail para posmec@ufc.br ou ligar para (85) 3366 9640.

Fonte: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica – fones: 85 3366 9640 e 3366 9641/Portal da UFC

Nutec e Iphan fazem análise estrutural da Igreja do Céu

Construção contará com os serviços e tecnologias do Nutec,Fotos-Divulgação

Laboratório de Engenharia Civil da Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial do Ceará (Nutec), em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), realizam estudo referente à avaliação da segurança estrutural na Igreja Nossa Senhora das Vitórias, ponto mais alto do município de Viçosa do Ceará, noroeste do Estado, a 900 metros de altitude. Trata-se de um trabalho efetuado em construções de grande valor histórico, para além dos seus componentes artísticos e monumentais. A atividade, que foi iniciada nesse mês de novembro, deverá ser concluída no início do mês de dezembro.

Igreja do Céu vem sofrendo desgastes físicos ao longo dos anos

A iniciativa para análise, preservação e monitoramento da construção partiu da comunidade local, em especial a paróquia, juntamente com o Iphan. Recentemente, foram realizadas obras de revitalização e urbanização no entorno da Igreja do Céu, como é conhecida popularmente, tornando-a um ponto de atração turística melhor preparado, tanto para a população local como para os visitantes. No entanto, as próprias reformas nos arredores e mesmo os desgastes físicos da construção ao longo dos anos provocaram o surgimento de alguns danos, em sua grande maioria fissuras, com origem em movimentos estruturais da igreja.

Técnicos realizam estudos para preservação da Igreja, em Viçosa do Ceará

Não se trata apenas de oferecer um relatório completo sobre os danos atuais e suas consequências para a segurança da igreja, como explicam os técnicos, mas elaborar um planejamento de estudos continuados para que sejam feitas ações corretivas e de reforço estrutural.

É interessante lembrar que a igreja já passou por duas reformas recentes nos últimos 10 anos e data do início dos anos 1940. Estão sendo executados projetos e ações com modelos numéricos, ensaios não-destrutivos, e numa segunda etapa, será realizado o acompanhamento sensorial, além de testes e levantamentos sobre resistência e durabilidade dos materiais.

O Prof. Dr. Esequiel Mesquita, gerente do laboratório e que desenvolveu suas pesquisas justamente na área de avaliação e caracterização do patrimônio histórico, destaca que o Nutec foi escolhido para realizar o trabalho pela experiência com esse tipo de atividade. O Instituto conta ainda com uma equipe especializada e reconhecida nesse ramo, com estudos e projetos de sucesso para diversos órgãos preocupados com patrimônios com essas especificidades, como por exemplo, o Centro Histórico de Sobral.

Fonte: Portal da Secitece

Cearense é mais jovem doutora do Brasil

Bruna Mara Machado Ribeiro, com 26 anos, nove meses e cinco dias.Foto-Divulgação

A cearense Bruna Mara Machado Ribeiro superou o recorde brasileiro de “mais jovem doutora do país”, marca oficializada pelo RankBrasil em 2017. Nascida em 13 de setembro de 1988, concluiu Doutorado em Farmacologia no dia 17 de junho de 2015, com 26 anos, nove meses e cinco dias.

Desde a infância, Bruna sempre teve interesse pelos estudos. Estudante de colégio público, obteve em 2003, Menção Honrosa na 1ª Olimpíada De Matemática das Escolas Públicas do Ceará, organizada pelo Governo do Estado do Ceará, Ministério da Educação e Ministério da Ciência e Tecnologia (CNPQ). Aos 16 anos ingressou no curso de Enfermagem pela Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza, e formou-se em 2010.

A tese  defendida durante o Doutorado em Farmacologia, da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), teve como tema “Estudo dos Efeitos Neuroprotetores do Ômega-3, Liraglutide, Risperidona e Clozapina em um modelo neuroinflamatório induzido por Poly I:C em cultura primária de células Hipocampais”.

O trabalho buscou encontrar e redirecionar fármacos que tivessem efeito neuroprotetor diante da infecção viral do sistema nervoso e que pudessem servir para prevenir e tratar as alterações do desenvolvimento cerebral provocadas por vírus. A recordista afirma que “o estudo realizado minimizou a neuroinflamação, impedindo a perda e morte de tecido cerebral, e aumentando a sobrevida neuronal, reduzindo os prejuízos provocados por vírus”.

Bruna é atualmente professora de Embriologia, Histologia e Farmacologia da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), tutora do Programa Mais Médicos do Governo Federal e sócia da SBNeC (Sociedade Brasileira de Neurociências e Comportamento). Recebeu o prêmio CDE Grant Winner, no Congress of Applied and Translational Neuroscience (Congresso de Neurociência Aplicada e Translacional), na Alemanha, em 2014.

A cearense foi ainda a única brasileira selecionada e participante da ‘New approaches to psychiatric drug development meeting’ (Encontro sobre novas abordagens do desenvolvimento de medicamentos psiquiátricos), realizada em março de 2017 na Franca, com a organização da ECNP – European College of Neuropsychopharmacology (Colégio Europeu de Neuropsicofarmacologia).

Com informações do RankBrasil

Projeto Escola vai ao cinema atende 900 alunos em Sobral

Estudantes no Cine Renato Aragão, em Sobral. Foto – Divulgação

O projeto “A Escola vai ao Cinema” levou ao Cine Renato Aragão, no dia 23 de novembro, estudantes da rede pública municipal de Sobral, que assistiram  uma sessão de filmes. Os estudantes das escolas Padre Palhano e Maria José Santos Ferreira Gomes assistiram à animação brasileira “Amor e fúria” dirigida pelo cineasta Luiz Bolognesi. A 9ª edição do projeto “A Escola vai ao cinema” teve início em outubro e até agora já promoveu 23 sessões, contemplando 903 alunos.

Além das exibições dos filmes, o projeto oferece também um Seminário Cine Educação conduzido pela curadora do projeto, jornalista Bete Jaguaribe, direcionado aos professores da rede pública de Ensino com o objetivo de debater os filmes que serão exibidos para os alunos, a cada edição. Como também a realização de um Concurso de Redação com os alunos participantes e oficinas de animação que acontecerão em cada uma das cidades.

O projeto é desenvolvido pelo Instituto CDL, a Rede Pinheiro Supermercados em parceria com a Prefeitura de Sobral, através da Secretaria da Educação. Acompanhado pela equipe da Brinquedoteca do Didi, o projeto tem como missão qualificar a educação através do cinema, assim como proporcionar o contato com outras referências culturais e estimular a valorização da produção cinematográfica nacional.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria da Educação de Sobral

IVA realiza em Sobral VI Encontro de Iniciação à Pesquisa e I Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa

Solenidade de abertura, com o diretor geral do IVA, prof. Gouveia.Fotos-Divulgação

O Instituto de Estudos e Pesquisas do Vale do Acaraú (IVA) realizou, no dia 24 de novembro, de 7h às 17h, no Centro de Educação a Distância do Ceará (CED), em Sobral, o VI Encontro de Iniciação à Pesquisa e I Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa, com o tema Aprendizagem Ativa na Formação do Profissional Pesquisador. Participaram professores e estudantes das diversas áreas do conhecimento, de 19 municípios cearenses. A programação constou de credenciamento, composição da mesa e solenidade de abertura; apresentação do conjunto de violão maestro José Brasil; lançamento da revista Conectividade; palestra do professor Israel Rocha Brandão sobre “O Uso das Metodologias Ativas como Recurso Didático na Formação do Professor”; minicursos, exposição de painéis e apresentação oral. A organização foi do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão (NEPE) e do setor de Pós-graduação.

Apresentação do conjunto de violão maestro José Brasil

Na abertura dos trabalhos, o professor Rodolfo Sena da Penha, como diretor do Centro de Educação a Distância do Ceará, saudou aos componentes da mesa e participantes do VI Encontro de Iniciação à Pesquisa e I Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa. Em seguida, o professor Antonio Gouveia Júnior, diretor geral do IVA, falou sobre a importância dos encontros para o fechamento das atividades acadêmicas neste ano, enfatizando o engajamento dos estudantes, o trabalho e a dedicação de toda a equipe da Instituição. Ele destacou também o compromisso com a educação superior de qualidade, através da parceria de 21 anos com a Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).

Alunos e professores do IVA no auditório do CED

O pró-reitor de Ensino de Graduação da UVA, professor Petrônio Emanuel Timbó Braga, que representou o reitor Fabianno Cavalcante de Carvalho, fez o reconhecimento institucional pela parceria da Universidade com o IVA na oferta de cursos de graduação; e desejou sucesso aos estudantes. Ressaltou que o Encontro de Iniciação à Pesquisa já está consolidado, com votos para que o Encontro de Pós-Graduação siga o exemplo.

Palestra do professor doutor Israel Rocha Brandão (UVA)

Na etapa seguinte, a professora Antônia Márcia Rodrigues Sousa, que teve atuação na docência e coordenação do setor de Pós-Graduação/IVA, fez o lançamento da Revista Conectividade. Mesmo lecionando hoje na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, ela         é a editora da Revista virtual e enfatizou a importância dos artigos publicados, bem como a crescente oferta de cursos de pós-graduação, através da parceria com a Faculdade Padre Dourado (FACPED). Ressaltou, ainda, o trabalho da professora Gillian Guimarães Cohen, coordenadora da Pós-Graduação e do Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão (NEPE).

Professora Marilda Rocha, professor Israel Brandão e professora Márcia Rodrigues

Palestra: O Uso das Metodologias Ativas como Recurso Didático na Formação do Professor

Exposição de painéis com trabalhos acadêmicos

A programação ficou encerrada, durante a manhã, com palestra do professor Israel Rocha Brandão (UVA) sobre “O Uso das Metodologias Ativas como Recurso Didático na Formação do Professor”. Ele tratou, dentre outras questões, sobree metodologias ativas e inovação no cotidiano docente, enfatizando a necessidade de uma educação nova, voltada para a construção de valores, baseada na afetividade e na solidariedade.

Professor Israel Brandão defendeu também o pensamento crítico-transformador, na formação dos sujeitos sociais. Falando sobre as metodologias ativas de aprendizagem, ele destacou, para avaliação da comunidade universitária, quatro métodos: Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL), Aprendizagem Baseada em Equipes (TBL), Círculo de Cultura, Problematização Arco de Maguerez e a Educação Biocêntrica.

Alunos abordaram diversas áreas do conhecimento

O professor Israel Brandão possui graduação em Psicologia e mestrado em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC); graduação em Filosofia pelo Instituto Teológico-Pastoral do Ceará; e doutorado em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Realizou estudos de pós-doutoramento em Psicologia na UFC em 2016.

Apresentação oral de trabalhos na Pós-Graduação

Minicursos e exposição de painéis

“Como tornar o currículo Lattes sua identidade pessoal e profissional”. Este foi o tema de minicurso ministrado pela professora Antônia Márcia Rodrigues Sousa, doutora em Administração de empresas pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR).

Alguns integrantes da equipe/IVA de organização dos encontros

Em outra etapa, aconteceu o minicurso “O design gráfico como ferramenta de inovação e criatividade”, com a professora Marilda dos Santos Rocha (UVA), mestre em Gestão Pública. O terceiro minicurso, com o professor doutor Israel Rocha Brandão, abordou o tema “Como revolucionar sua prática com o uso das metodologias ativas”.

A programação do VI Encontro de Iniciação Científica e I Encontro de Pós-graduação teve prosseguimento até as 17 h, com exposição de painéis e apresentação oral.

Mesa dos trabalhos

A mesa dos trabalhos foi formada pelo diretor geral, professor Antonio Gouveia Junior; diretor adjunto, professor Osmar Vasconcelos; diretora administrativa e financeira, professora Rafaelle Soares Moraes; pró-reitor de Ensino de Graduação da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), professor Petrônio Emanuel Timbó Braga; e o diretor do Centro de Educação a Distância (CED), professor Rodolfo Sena da Penha.

Também fizeram parte da composição da mesa a editora da Revista Conectividade/IVA, professora Antonia Márcia Rodrigues Sousa, da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul; diretor acadêmico, professor Bruno Rafael Amaro de Lima; e a articuladora da Unidade de Tianguá, professora Gerlane Magalhães Portela, representando os articuladores e professores presentes.

Municípios participantes

Participaram do VI Encontro de Iniciação à Pesquisa e I Encontro de Pós-Graduação e Pesquisa do IVA, alunos e professores de Sobral e mais 18 municípios da Região Norte do Ceará: Acaraú, Amontada, Bela Cruz, Camocim, Cariré, Crateús, Croatá, Granja, Guaraciaba do Norte, Itapajé, Itarema, Itapipoca, Marco, Reriutaba, São Benedito, Tianguá, Tururu e Uruburetama.

Francisco Edilson Silva

Assessoria de Comunicação e Marketing IVA

 

 

 

 

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out   dez »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930