Fevereiro termina com chuvas acima da média no Ceará

Chuvas ocorreram em Fortaleza e praticamente todas as macrorregiões.Foto-Divulgação

O mês de fevereiro de 2018 registrou chuvas acima da média em praticamente todas as macrorregiões do Ceará, configurando-se com um dos melhores períodos desde 2007, conforme dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Os territórios com os maiores  acumulados médios foram o Litoral Norte e o Cariri, que registraram, respectivamente, 316,3 mm e 295,2 mm. Além disso, as duas macrorregiões alcançam desvios positivos expressivos, com 96,2% e 76,9% acima da normal climatológica. Considerando o intervalo de -12% a 12%, somente o Maciço de Baturité, com um desvio de -0,4%, ficou na média, todas as demais superaram o esperado.

O supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, meteorologista Raul Fritz explica que as áreas com maiores volumes médios observados são, geralmente, mais beneficiadas com os sistemas meteorológicos que atuam neste início de Quadra Chuvosa no Estado, porém, em fevereiro deste ano, o impacto foi bem maior.

“As precipitações foram bem distribuídas no geral, somente a porção central do Estado não recebeu  tantas chuvas”, comenta Fritz.

Nestas áreas cujas médias foram mais expressivas, estão importantes Bacias Hidrográficas, principalmente no sul do Estado, como a Bacia do Salgado, que abriga rios e pequenos açudes responsáveis por contribuir para o aporte de água do Castanhão, principal reservatório do Ceará. Porém, ainda necessário que a região receba mais precipitações de forma constante.

Em macrorregiões que não possuem grandes açudes, a chuva acaba contribuindo também para outros fatores, como o aumento da umidade do solo, permitindo o início do preparo para as plantações.

“Houve um início de aporte, porém as chuvas ainda não foram suficientes para aquilo que é necessário, porém, o início da Quadra Chuvosa é bem positivo. Temos condições para o mês de março receber chuvas significativas”, explica Fritz.

Considerando ainda que os valores relativos a fevereiro deste ano são preliminares e que serão atualizados até a próxima semana à medida que os dados são repassados à Funceme, os municípios com as maiores médias foram: Barroquinha (493 mm), Granja (485,6 mm), Chaval (461 mm), Moraújo (447 mm)  e Camocim (442 mm). Todos eles são do Litoral Norte.

Março

Normalmente, o mês de março é o mais chuvoso do ano. Considerando as condições meteorológicas e dos oceanos, a expectativa é por mais um mês com precipitações consideráveis, segundo Raul Fritz. Para o trimestre que vai até maio, a Funceme prevê 45% de probabilidade de precipitações dentro da categoria acima da média.

Fonte: Assessoria de Comunicação Funceme

Leave a Reply

março 2018
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031