Projeto Sonora Brasil resgata tradição das bandas marciais

 

Projeto Sonora Brasil SESC chega ao Ceará Foto- Alessandra Nohvais_

 

mês de maio,  a 21ª edição do projeto Sonora Brasil convida todos para lembrar a música instrumental das bandinhas marciais do interior. O Sesc*, braço social do Sistema Fecomércio – CE recebe o show do Quinteto de Metais da UFBA em Fortaleza (12/5),  Alcântaras(13/5), Iguatu (15/5), Crato (16/5) e Juazeiro do Norte (17/5) com apresentações  gratuitas e com classificação livre Projeto todas as idades. Em 2018, o Sonora Brasil tem a proposta:  Bandas Musicais: Formações e Repertórios” e leva um circuito de apresentações de conjuntos instrumentais a todas as regiões do País.

cinco cidades cearenses, os apreciadores de música tradicional brasileira tem a oportunidade de assistir ao quinteto de músicos e professores da Universidade Federal da Bahia: Heinz Schwebel (trompete), Joatan Nascimento (trompete), Lélio Alves (trombone), Celso Benedito (trompa) e Renato Pinto (tuba), que transformam as partituras em belas melodias com seus instrumentos de sopro.

Expressões musicais

Há vinte anos acontece o Sonora Brasil, um projeto nacional do Serviço Social do Comércio (Sesc) para ressignificação das expressões musicais brasileiras.

As bandas musicais existem no Brasil há mais de dois séculos, os primeiros registros históricos datam da chegada da Coroa Portuguesa, quando as solenes bandas militares foram criadas. A origem militar influenciou o repertório, as vestimentas e as apresentações em marcha, mas as bandas ultrapassaram os quartéis e levaram a educação musical para a população.

A participação nesses conjuntos era a única oportunidade que as pessoas comuns tinham de aprender um instrumento, por isso também ficaram conhecidas como músicas de fazendas, música de barbeiros, música de porta de igreja e música de coreto.

As tradicionais bandas musicais de marcha, também conhecidas como fanfarras, fazem parte da História da Música Brasileira. Com seus instrumentos de percussão e sopro (trompete, pistom, trompa, tuba e bumbos, entre outros) percorriam as ruas e praças das cidades interioranas, chamando as pessoas para “ver a banda passar”.

No circuito 2018 do Sonora Brasil, as regiões Norte e Nordeste recebem quatro formações: três representam os grupos tradicionais que se apresentam nas ruas e nas praças e o Quinteto de Metais da UFBA, que representa a  música de concerto, com repertório inspirado na sonoridade das bandas.

 Projeto 

Criado em 1998, o Sonora Brasil tem no seu DNA o trabalho de formação de novos ouvintes musicais. Consagrado como o maior projeto de circulação musical do país, a cada biênio aborda dois novos temas. Para 2017/2018, serão apresentados: “Na pisada dos cocos” e “Bandas de Música: formações e repertórios”, desenvolvidos com a participação de quatro grupos cada um.

Desde a sua criação, o projeto já realizou 5.319 apresentações de 80 grupos, alcançando cerca de 520 mil espectadores em todo o país.

Fonte: SESC-CE

Leave a Reply

Maio 2018
S T Q Q S S D
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031