Archive for 8 de outubro de 2018

Camilo Santana defende grande aliança que o elegeu

Camilo Santana com a vice Izolda Cela, reeleito governador — Foto: JL Rosa/Agência Diário

governador reeleito do Ceará, Camilo Santana (PT), defendeu a aliança política que ele formou na campanha, com 24 partidos, criticadas por opositores como “aparelhamento” da política. Ele disse Camilo afirma não fazer política “com rancor, nem com ódio”.

“Eu não fugi nenhum milímetro daquilo que acredito e defendo no nosso projeto. Sempre digo que quem quiser ajudar a construir esse projeto que tem feito do Ceará um exemplo pro Brasil, mesmo com todos os desafios, será sempre bem-vindo. Seja de qualquer partido, seja de qualquer ideologia. O que é importante é que aqueles que são representantes do povo cearense, que foram eleitos, ajudarem o nosso estado”, complementa.

Com 99% das urnas apuradas, Camilo Santana tem 3.455.141 votos, equivalente a 79,95% dos votos válidos. General Theophilo (PSDB) ficou em segundo lugar, com 488.388 (11,3%).

Em entrevista no comitê após o resultado das eleições, Camilo Santana disse receber o resultado com “gratidão ao povo cearense”.

“Isso aumenta mais minha responsabilidade, eu dediquei muito desse primeiro mandato a trabalhar muito pelo Ceará, pelo cearense. Momento difícil, crise econômica, crise política, seca no Ceará, mas nós trabalhamos muito. Muito diálogo, muita parceria, respeitando as pessoas e, pra mim, essa votação é um reconhecimento desse trabalho. Repito: serei eternamente grato ao povo cearense. A única forma que tenho de retribuir essa votação é trabalhando muito”, reforçou.

Perfil

Camilo é engenheiro agrônomo e mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Iniciou a vida pública como servidor público federal do Ibama e foi superintendente adjunto do órgão no Ceará em 2003 e 2004.

Ele disputou um cargo político pela primeira vez em 2000, quando se candidatou à Prefeitura de Barbalha, mas não foi eleito. Na segunda, em 2004 recebeu 9.925 votos, mas ficou em segundo lugar.

Em 2006, Camilo participou da campanha que ajudou Cid Gomes a chegar ao Governo do Ceará. Já no ano seguinte, no início da nova gestão, em 2007, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, permanecendo como titular por três anos.

O petista decidiu tentar uma vaga no Legislativo Estadual em 2010 e obteve sucesso pela primeira vez em uma corrida eleitoral. Foi o deputado estadual mais votado do Ceará, recebendo 131.171 votos no Estado. Já no segundo mandado de Cid Gomes como governador, em 2011, Santana assumiu a secretaria estadual das Cidades.

Fonte: G1 CE

Veja quem são os deputados federais eleitos pelo Ceará

O Ceará tem representação de 22 deputados federais. Foto-Arquivo

 

O PDT foi a legenda que conquistou o maior número das cadeiras de deputado federal pelo Ceará no Congresso Brasileiro. A sigla irá ocupar seis dos 22 postos na Casa reservados para o estado. O PT e PROS são os dois partidos seguintes com maior número de eleitos, com três e dois parlamentares respectivamente. (veja a apuração completa)

 

Confira abaixo a relação dos deputados federais eleitos pelo Ceará:

  1. Capitão Wagner (Pros) – 6,61% (303.593)
  2. Célio Studart (PV) – 4,55% (208.854)
  3. Luizianne (PT) – 3,78% (173.777)
  4. Guimarães (PT) – 3,77% (173.039)
  5. Idilvan (PDT) – 3,36% (154.338)
  6. Mauro Filho (PDT) – 3,43% (157.510)
  7. AJ Albuquerque (PP) – 2,88% (132.319)
  8. Robério Monteiro (PDT) – 2,86% (131.275)
  9. Moses Rodrigues (MDB) – 2,80% (128.526)
  10. Pedro Bezerra (PTB) – 2,59% (119.030)
  11. Genecias Noronha (Solidariedade) – 2,47% (113.515)
  12. Domingos Neto (PSD) – 2,42% (111.154)
  13. Denis Bezerra (PSB) – 2,31% (111.154)
  14. André Figueiredo (PDT) – 2,25% (103.385)
  15. Roberto Pessoa (PSDB) – 2,23% (102.470)
  16. Leônidas Cristino (PDT) – 2,23% (102.417)
  17. Heitor Freire (PSL) – 2,12% (97.201)
  18. Eduardo Bismarck (PDT) – 1,89% (87.009)
  19. José Aírton (PT) – 1,61% (87.009)
  20. Júnior Mano (Patriotas) – 1,48% (67.917)
  21. Jaziel (PR) – 1,42% (67.917)
  22. Vaidon Oliveira (Pros) – 0,66% (30.392)

Fonte: G1

Nova composição da Assembleia Legislativa do Ceará

Plenário da Assembleia Legislativa do Ceará. Foto-Arquivo

O PDT conquistou 14 das 46 vagas da Assembleia Legislativa do Ceará e tornou-se o partido com mais cadeiras no Legislativo cearense a partir de 2019. A segunda legenda que conseguiu mais deputados na eleição deste domingo (7) no Ceará foi o MDB, com quatro cadeiras (confira a apuração completa no estado).

O PDT aumenta o seu número de cadeiras, de 12 para 14; já o MDB mantém quatro deputados estaduais na Assembleia Legislativa do Ceará.

Os três deputados mais bem posicionados foram André Fernandes (PSL) com 109.742 votos; Queiroz Filho (PDT), com 103.943 votos; e Sérgio Aguiar (PDT) que obteve 100.922.

O PP perdeu quatro cadeiras, caindo de oito para quatro vagas na Assembleia.

Confira abaixo a relação dos candidatos eleitos (Em negrito, os candidatos reeleitos).

  1. André Fernandes (PSL) – 2,40% (109.742)
  2. Queiroz Filho (PDT) – 2,27% (103.943)
  3. Sérgio Aguiar (PDT) – 2,21% (100.922)
  4. Fernando Santana (PT) – 2,09% (95.665)
  5. Salmito (PDT) – 2,00% (91.293)
  6. Romeu Aldigueri (PDT) – 1,95% (89.026)
  7. Érika Amorim (PSD) – 1,89% (86.320)
  8. Evandro Leitão (PDT) – 1,83% (83.486)
  9. Moisés Braz (PT) – 1,83% (83.477)
  10. Guilherme Landim (PDT) – 1,82% (83.215)
  11. Dr. Bruno Gonçalves (Patriotas) – 1,81% (82.515)
  12. Danniel Oliveira (MDB) – 1,78% (82.515)
  13. Zezinho Albuquerque (PDT) – 1,73% (79.488)
  14. Renato Roseno (Psol) – 1,62% (74.174)
  15. Dr. Sarto (PDT) – 1,51% (68.937)
  16. Elmano Freitas (PT) – 1,50% (68.543)
  17. Augusta Brito (PCdoB) – 1,47% (67.150)
  18. Marcos Sobreira (PDT) – 1,47% (67.008)
  19. Aderlania Noronha (Solidariedade) – 1,45% (66.033)
  20. Leonardo Araújo (MDB) – 1,42% (64.780)
  21. Vitor Valim (Pros) – 1,39% (63.641)
  22. Agenor Neto (MDB) – 1,35% (61.543)
  23. Dra. Silvana (PR) – 1,34% (61.241)
  24. Patrícia Aguiar (PSD) – 1,32% (60.228)
  25. Fernanda Pessoa (PSDB) – 1,27% (58.275)
  26. João Jaime (DEM) – 1,23% (56.661)
  27. Heitor Férrer (Solidariedade) – 1,19% (54.532)
  28. Tin Gomes (PDT) – 1,16% (53.050)
  29. Osmar Baquit (PDT) – 1,16% (52.942)
  30. Jeová Mota (PDT) – 1,14% (52.2990)
  31. Nezinho Farias (PDT) – 1,08% (49.482)
  32. Antônio Granja (PDT) – 1,08% (49.147)
  33. Fernando Hugo (PP) – 1,07% (49.111)
  34. Audic Mota (PSB) – 1,07% (49.050)
  35. Bruno Pedrosa (PP) – 1,07%% (48.927)
  36. Leonardo Pinheiro (PP) – 1,07% (48.713)
  37. David Durand (PRB) 1,00% (45.795)
  38. Nelinho (PSDB) – 0,94% (42.779)
  39. Acrísio Sena (PT) – 0,61% (27.842)
  40. Apóstolo Luiz Henrique (Patriotas) – 0,68% (31.130)
  41. Nizo (Patriotas) – 0,54% (24.759)
  42. Delegado Cavalcante (PSL) – 0,59% (27.110)
  43. Dr. Carlos Felipe (PCdoB) – 0,79% (35.895)
  44. Walter Cavalcante (MDB) – 0,73% (33.159)
  45. Soldado Noelio (Pros) – 0,54% (24.591)
  46. Julinho (PPS) – 0,56% (25.769) 
  47. Fonte: G1 CE

Cid Gomes e Eduardo Girão são eleitos senadores pelo CE

Cid Ferreira Gomes (PDT). Fotos – Arquivo

Cid Ferreira Gomes (PDT) e Eduardo Girão (PROS) foram eleitos neste domingo (7) como senadores pelo Ceará para os próximos oito anos. Com 100% das urnas apuradas por volta de 1h30, o candidato pedetista tinha 3.228.341 votos, o que correspondia a 41,62% dos votos válidos. Girão, por sua vez, tinha 1.325.786, o que representava 17,09% dos votos válidos. (veja apuração completa)

Eduardo Girão (PROS)

Girão e o atual presidente do Senado Eunício Oliveira (MDB) tiveram uma disputa cada vez mais acirrada durante a apuração dos votos. O emedebista teve 16,93% dos votos válidos (1.313.739). Uma diferença de 11.993 votos

O Ceará escolheu dois senadores porque o mandato de oito anos de Oliveira e de José Pimentel (PT) temina em janeiro de 2019.

Ex-governador do Ceará por dois mandatos (2007-2014), Cid Gomes concorreu ao Senado pela primeira vez. Já foi Ministro da Educação no Governo Dilma RousseFf e, antes de liderar o Executivo do Ceará, foi prefeito do município de Sobral (1997-2004), na Regiâo Norte do Estado, e deputado estadual (1991-1995).

Empresário do setor hoteleiro do Ceará, Luís Eduardo Girão atua também nas áreas de transporte de valores e de segurança privada. Em 2004, fundou a Associação Estação da Luz, entidade sem fins lucrativos comprometida com a transformação qualitativa do social e responsável ainda por importantes produções audiovisuais do cinema brasileiro.

outubro 2018
S T Q Q S S D
« set   nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031