Archive for 11 de dezembro de 2019

Receita Federal abre consulta ao 7º lote de restituição do IR

Crédito bancário para 320.606 contribuintes será realizado no dia 16 de dezembro.Foto-Divulgação

A Receita Federal anunciou a abertura da consulta para o sétimo e último lote de restituição do imposto de renda 2019 a partir das 9h desta segunda-feira (9), que contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na internet ou ligar para o Receitafone 146.

O contribuinte que tem direito à restituição e não estiver em um dos sete lotes, contando com o que é divulgado nesta segunda, está na malha fina.

O crédito bancário do sétimo lote alcançará 320.606 contribuintes e será realizado no dia 16 de dezembro. O valor total a ser disponibilizado chegará a R$ 700 milhões.

Segundo a Receita, no serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, é possível fazer a autorregularização com uma declaração retificadora.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF.

A restituição ficará disponível no banco informado pelo contribuinte na declaração durante um ano. Se o resgate não for feito nesse prazo, deverá requerê-la pela internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Movimento Feminino pela Anistia recebe Prêmio Frei Tito

Prêmio Frei Tito de Alencar de Direitos Humanos foi entregue na segunda-feira ,9/12. Foto – José Leomar

O Prêmio Frei Tito de Alencar de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa foi entregue na noite desta segunda-feira (09/12) ao núcleo cearense do Movimento Feminino pela Anistia. O evento, realizado pela Comissão de Direitos Humanos da AL, aconteceu no auditório Deputado João Frederico Ferreira Gomes.

Em 1976, há 43 anos, mulheres fundavam, no Ceará, o Movimento Feminino pela Anistia, tornando o estado o terceiro do País a ter um comitê de luta pela anistia dos perseguidos políticos pela ditadura militar. Na edição de 2019, o Prêmio Frei Tito da AL reconhece e homenageia a mobilização, força e contribuição das mulheres do Movimento à luta pelos direitos humanos no Ceará e no Brasil. 

“Hoje temos a alegria e a responsabilidade de, em uma sociedade patriarcal, machista e misógina, homenagear mulheres que, em sua ousadia e coragem, lançaram-se às ruas, praças e à história para lutar por liberdade. Muitas vezes nossa sociedade apaga as mulheres que fizeram e fazem história no País, então também estamos aqui para fazer justiça”, destacou o deputado Renato Roseno (Psol), presidente da Comissão de Direitos Humanos da AL.

O deputado afirmou ainda que “enquanto alguns usam seus lugares de fala para homenagear torturadores, relembrarem a ditadura com saudade e ameaçarem a sociedade brasileira com autoritarismo, nós estamos para olhar o passado, firmar o presente e dizer que no futuro o Brasil será mais democrático, mais livre e mais justo”. Segundo ele, as homenageadas são inspirações e a democracia brasileira deve muito a elas. O Prêmio Frei Tito de 2019, comenda instituída em 2001, foi entregue a mais de 60 mulheres que fizeram parte do Movimento Feminino pela Anistia no Ceará, que receberam certificados e homenagens.  

Nildes Alencar, em nome das homenageadas, ressaltou a força do Movimento Feminino pela Anistia que, corajosamente, enfrentou as leis arbitrárias, o regime autoritário que cerceou os direitos políticos, sociais, a liberdade de expressão, a imprensa, as universidades, escolas com censura, prisões arbitrárias, torturas, desaparecimentos e mortes. 

Nildes, uma das fundadoras do Movimento, ressaltou que a luta as tornou “mais humanas, mais brasileiras, mais mulheres” e deixou um legado histórico de coragem, persistência e crença na união do povo em defesa da luta por uma anistia ampla, geral e irrestrita. Lendo poesia de sua autoria para o irmão e outros perseguidos políticos, Nildes afirmou ainda a importância de preservar e guardar a memória dos mortos e torná-los vivos. 

Maria Luiza Fontenele, também participante do Movimento, comentou que o Ceará nunca mais foi o mesmo depois que as mulheres tomaram a frente da luta contra “o pior que havia naquele momento”. “Tivemos muita coragem, mas como não ter, se tínhamos dentro de nós a figura de um Frei Tito de Alencar?”, destacou. Segundo ela, as mulheres tiveram coragem de assumir papel importante naquele período, assim como de criar novos caminhos, indicando que o Movimento revolucionou corações e mentes. 

O evento contou com apresentação do livro “Jogos da Memória – O movimento feminino pela anistia no Ceará (1976-1979)”, da jornalista e professora Ana Rita Fonteles. O Prêmio contou ainda com apresentações do grupo Choro Grande Banda, da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e Talita Oliveira Ferreira.

Nesta segunda, a Comissão de Direitos Humanos da AL realizou ainda seminário com organizações, movimentos e colegiados com foco no mês em defesa dos direitos humanos, que terá atividades ao longo de dezembro, uma vez que o dia 10 de dezembro é o Dia Internacional dos Direitos Humanos. 

Participaram ainda da solenidade, Mônica Barroso, defensora pública do Estado, representando a Defensoria Pública Geral do Estado; Hugo Porto, promotor de justiça do Ministério Público do Estado do Ceará e Cristiane Faustino, presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos. 

Também estiveram presentes na solenidade Ana Virgínia Porto, presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-CE; João Milton, presidente do INESP; Larissa Gaspar, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Vereadores de Fortaleza e Inácio Arruda, secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará.  SA/LF 

Fonte:Agência de Notícias da Assembleia Legislativa

IFCE realiza concerto de música erudita em Sobral

Marcilane Cruz e Renato Costa formaram o dueto para disseminar a música erudita.Foto- Divulgação/IFCE

Professores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE) do campus de Sobral, Marcilane Cruz e Renato Costa apresentam na noite desta  quarta-feira (11) o Duo Cruz & Costa. O recital de piano e clarinete é um desafio para os músicos: apresentar a música erudita aos alunos, já que a maioria deles é familiarizada apenas com a música popular.

“Nossos recitais de estreia ocorreram em dezembro de 2018. Com a reação positiva do público do campus e de Fortaleza, ficamos convencidos de que devemos continuar divulgando esse repertório tão rico em beleza! Dessa forma, após um período de aperfeiçoamento da professora  Marcilane Cruz em doutorado no Canadá, estamos reiniciando nossas atividades e repetindo o recital de 2018 com o acréscimo de duas músicas inéditas, mas já trabalhando novo repertório para recitais em 2020”, afirma  Renato Costa .

Os  professores acreditam que música erudita não é privilégio de poucos, mas que está acessível a qualquer um que esteja disposto a se entregar a ela. “Nossa vontade é que o repertório agrade e que, principalmente, gere certa curiosidade por este lado da música menos explorado em nosso contexto cotidiano”.

No programa do recital didático, estão músicas que vão desde o período Barroco até o Contemporâneo. Uma viagem que passa pela Alemanha de  Bach, Áustria de Mozart e França, de  Satie e  Debussy. “Teremos ainda duas composições brasileiras: um improviso de Villa-Lobos e uma obra para clarinete solo Osvaldo Lacerda. E, para encerrar a noite, ouviremos a obra de um compositor ainda vivo, da Itália, Michele Mangani”, destaca Renato.


Serviço:
Recital do Duo Cruz & Costa de clarinete e piano
Quarta-Feira, 11 de dezembro de 2019
Horário: 20h 
Auditório do IFCE Campus de Sobral
Av. Dr. Guarani, 317 – Derby Clube
Entrada Franca

Por Diário do Nordeste/Redação, 12:23 / 11 de Dezembro de 2019

PALAVRA-CHAVE:

dezembro 2019
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031