Archive for 3 de janeiro de 2020

Boletos para pagamento do IPVA já estão disponíveis

Cerca de 2,29 milhões de veículos serão tributados neste ano no Estado. FOTO: ALEX COSTA

Os boletos para o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) já estão disponíveis a partir desta quinta-feira (2) no site da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) ou no aplicativo Meu IPVA.

A rede arrecadadora do IPVA inclui Banco do Brasil, Caixa Econômica, BNB, Bradesco, Santander, Itaú, casas lotéricas e rede de farmácias Pague Menos. Quem preferir pode pagar o imposto por meio dos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco.

> Confira a tabela de valores do IPVA 2020

Segundo a Sefaz, as alíquotas do IPVA variam de 1% a 3,5% sobre o valor venal dos veículos. A maior parte da frota tem alíquota de 3,5%. Motocicletas, motonetas, ciclomotores e triciclos até 125 cilindradas (com infração de trânsito) pagam 2%.

Ainda de acordo com a secretaria, cerca de 2,29 milhões de veículos serão tributados neste ano, com previsão de arrecadar em torno de R$ 1,084 bilhão. Do total recolhido, 50% pertencem ao Tesouro Estadual e os outros 50% são destinados aos municípios onde os veículos estão licenciados.

Os motoristas que pagarem o IPVA em cota única até o dia 31 de janeiro terão 5% de desconto. Depois desse prazo, o pagamento – sem abatimento especial – poderá ser feito em até cinco parcelas, com vencimentos nos dias 10 de fevereiro, 10 de março, 13 de abril, 11 de maio e 10 de junho. O valor de cada parcela não poderá ser inferior a R$ 20. 

Por Diário do Nordeste/Redação, negocios@svm.com.br 07:00 / 02 de Janeiro de 2020

Lançado na Fiec o Atlas Eólico e Solar do Ceará

Ceará é um dos destaques brasileiros em produção industrial para energia eólica.Foto- Reprodução/Fiec

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) realizaram, nesta segunda-feira (16), na Casa da Indústria apresentação técnica do Atlas Eólico e Solar do Ceará.

O evento foi aberto pelo presidente da Câmara Setorial de Energias Renováveis da Adece e consultor de energia da Fiec, Jurandir Picanço, que explicou como o atlas foi concebido e elaborado ao longo de dois anos. Alci Porto, diretor técnico do Sebrae, afirmou que a instituição deverá atuar mais diretamente no setor de energias renováveis com apoio voltado para micro e pequenas empresas que atuam no segmento. Para o presidente da Agência, Eduardo Neves, o atlas é um marco para o Ceará e democratiza informações para quem tiver interesse na área. O secretário de desenvolvimento econômico do Ceará, Maia Júnior, classificou a ferramenta como parte da retomada do protagonismo do Ceará em energias renováveis.

O coordenador do Núcleo de Energia da Federação, Joaquim Rolim, fez apresentação técnica e das funcionalidades do atlas. O documento está disponível nas versões inglês e português, de forma impressa e online, além de um aplicativo interativo desenvolvido pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Também é possível acessar o atlas pelo site atlas.adece.ce.gov.br.

Investimento

Único atlas híbrido do Brasil, o trabalho atende uma demanda da Câmara Setorial de Energias Renováveis da Adece e conta com informações técnicas direcionadas a profissionais do setor, identificando áreas com potencial para investir. A concepção do projeto contou com investimento de R$ 1,4 milhão, sendo R$ 800 mil da Adece, R$ 300 mil do Sebrae e R$ 300 mil de contrapartida econômica da FIEC. Executado pela Camargo Schubert, consultoria mais experiente do mundo em projetos de parques eólicos, com participação da UL Truepower, o trabalho passou pela colaboração da Secretaria da Infraestrutura do Estado, alinhada pela Plataforma Ceará 2050.

Dados

Mais de três mil megawatts de geração eólica e solar estão em operação e construção no Ceará. O Estado figura como líder na geração distribuída, com 28% de toda potência instalada na região Nordeste. É também o território cearense um dos melhores potenciais do Brasil em geração eólica onshore (94 gigawatts), geração eólica offshore (117 gigawatts) e geração solar.

Com informações da Fiec

janeiro 2020
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031