Archive for 13 de janeiro de 2020

Fundadora da Edisca é destaque em série do Fantástico

Episódio da série “Mulheres Fantásticas”, com a bailarina cearense Dora Andrade. Reprodução/Instagram
Bailarinas da Edisca em espetáculo

A bailarina cearense Dora Andrade foi a personagem da série “Mulheres Fantásticas”, exibido pelo Fantástico (TV Globo) no último domingo (12). Dora transforma, por meio da dança, a vida de jovens da periferia de Fortaleza com a Escola de Dança e Integração Social para Crianças e Adolescentes (Edisca).

A jornalista Poliana Abrita, que comanda o quadro, visitou a sede da escola em Fortaleza e contou parte da trajetória de Dora. À jornalista, a bailarina contou que começou a estudar dança aos 10 anos, mas revelou que não se sentia representada pelo balé da sua geração.

“Era uma linguagem muito branca, muito elitista. Eu não encontrava ali elementos para expressar nada do que eu desejava”, afirmou.

Durante a reportagem, a coreógrafa contou que  teve a ideia de criar o projeto social  após ministrar uma oficina de dança no bairro Jangurussu, onde havia um aterro satinário.

“Foi um choque com a minha propria ignorância, eu não imagivana que existiam pessoas vivendo naquela condição. Quando um carro de lixo chegava, o lixo caía e soterrava as crianças”, disse ao Fantástico.

A Edisca trabalha há mais de 30 anos com crianças e adolescentes que estão na linha da pobreza ou abaixo dela. Foi por meio desse trabalho que Dora conseguiu salvar a vida de centenas de jovens.

“Ela (dança) traz a força das pessoas de se moverem, de se mexerem e de criarem o seu espaço”, reforçou. 

Serviço

Edisca: Rua Desembargador Feliciano de Ataíde, 2309, sede da ONG, no bairro Água Fria, em Fortaleza (CE)
(85) 3278.1515 / 98869.1180

Por Diário do Nordeste/Redação, 12:39 / 13 de Janeiro de 2020


Profetas da chuva indicam que Ceará terá um bom inverno

Em Quixadá, no Sertão Central, foi realizado o 24º encontro dos profetas da chuva. Foto- Reprodução/TVM

Uma boa quadra chuvosa. Esta é a previsão do agricultor José Felipe dos Santos e de outros profetas para o ano de 2020 no Ceará. Em Quixadá, no Sertão Central do estado, foi realizado o 24º encontro deles, que ocorreu entre a sexta-feira (10) e este sábado (11). As previsões deles, feitas através da análise de plantas e até mesmo o sol, indicam “um inverno bom”.

As observações do agricultor José Felipe apontam o início das chuvas logo no começo do ano. E embora utilize elementos diferentes para a confirmação de suas análises, os diagnósticos do profeta tem como base os sinais da natureza.

“Esse ano vai ser um inverno maneiro. Os açudes de grande porte vão tomar pouca água, segundo o que eu pesquiso”, conta o agricultor, que diz que costuma acertar nas previsões. “O sol está alvo, escamado e com neve de chuva. Se ele tivesse limpo, sem nenhuma nuvem, aí não tinha inverno. Ele deu bom. Esse ano as previsões tem algumas boas e outras fracas, conta o agricultor José Felipe, que também fez previsões que não foram positivas.

Chuva além dos quatro primeiros meses

O profeta Erismar Silveira, de Quixadá, também acredita em uma boa quadra chuvosa para o Ceará. Ele fez análises em plantas que, segundo o profeta, indicam fortes chuvas no estado. “O flamboyang está florando, tá pouca, mas vai encher porque tem os frutos para florar. Se vai florar é porque vai ter chuva na quadra invernosa todinha, um mês mais outros menos”, conta o profeta, que acredita que o inverno perdure além dos quatro primeiro meses do ano.

Por G1 CE – 11/01/2020 17h20 

Bombeiros dão dicas de como se prevenir de raios

Ocorrência de raio na cidade de Sobral, no bairro Alto do Cristo. Foto-Luiz Queiroz

A Enel Distribuição Ceará registrou, por meio do Sistema de Monitoramento e Alerta, 5.601 raios, somente do dia 1º de janeiro até a última quarta-feira (8), em todo o estado. Cerca de 60% foram registrados somente neste meio de semana.

Alguns pensam que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar. Outros dizem que a melhor maneira de se proteger de uma descarga elétrica é permanecer dentro de um automóvel. Para esclarecer a forma mais segura de se proteger, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) sugere orientações imprescindíveis de como reagir diante dessa situação.

Segundo o capitão Aluízio Souza Freitas, responsável pelo setor de Preparação para Desastres, da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil/CBMCE, a orientação é de que ao perceber as nuvens carregadas, é recomendado que tenha cuidado em áreas abertas. “A dica é abrigar-se em um ambiente fechado, tais como casas, comércios, industrias, veículos ou instalação subterrânea, como metrô. Se estiver dentro do veículo, orientamos que não saia e feche os vidros, não encoste em partes metálicas. Outra dica é que evite lugares abertos como estacionamentos, praias e campos de futebol. Caso não haja nenhum abrigo por perto, fique agachado, com os pés juntos, até a tempestade passar e não deite no chão. Se estiver na praia, rio, lago ou piscina orientamos que retire-se imediatamente da água. Também é importante manter a distância de lugares ou objetos altos, como árvores, postes, quiosques, caixa d’água, torres, antenas e de objetos metálicos grandes e expostos, como tratores, escadas e cercas de alarme ou cercas em sítios e fazendas”, comentou o bombeiro.

A recomendação é não soltar pipas e não carregar objetos, como canos e varas de pesca, além de evitar andar de bicicleta, carro sem capota (conversível), motocicleta ou cavalo. Os raios são muito perigosos, podem causar lesões e até serem fatais. Embora as chances de atingir uma pessoa sejam pequenas, é importante sempre estar atento. Nem sempre as mortes e ferimentos estão associados à descarga de um raio diretamente em uma pessoa, esses danos podem ser causados por efeitos indiretos, como a queda de um raio próximo ao local onde a vítima esteja.

“Caso a vítima esteja desacordada, orientamos que seja iniciado uma massagem cardiorrespiratória e ligue em algum desses números 190, 193 ou 192”, orientou o capitão.

Raios e tempestades, como se proteger

Em uma tempestade de raios existe uma intensa atividade elétrica no interior das nuvens, com grande desenvolvimento vertical. No Ceará, esses eventos adversos são mais comuns nos meses de maior concentração de chuvas, de dezembro a maio.

Se estiver na rua, o que fazer?

– Evite lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios, tais como pequenas construções não protegidas, tendas e barracos;

– Evite estruturas altas tais como torres de linhas telefônicas e de energia elétrica.

– Evite utilizar veículos automotores sem capota, motocicletas e bicicletas;

– Evite ficar próximo a postes e outras estruturas altas, bem como da fiação elétrica e telefônica;

– Não se aproxime de cercas de arame, varais metálicos, linhas férreas e outras estruturas metálicas;

– Não permaneça em áreas abertas como campos de futebol, praias, quadras esportivas e estacionamentos;

– Não fique no alto de morros ou no topo de prédios;

– Não se abrigue em árvores ou debaixo delas.

Qual o perigo de permanecer dentro de veículos?

– Evite veículos sem capota como tratores, motocicletas ou bicicletas;

– Evite estacionar próximo a árvores ou linhas de energia elétrica;

– Antes de saltar do veículo verifique se há algum cabo ou fio elétrico, solto, próximo ao veículo;

– Evite o contato com qualquer objeto metálico próximo ao veículo.

Estando dentro de casa, existe algum risco?

– Evite utilizar equipamentos e eletrodomésticos que estejam ligados à rede elétrica, como o celular carregando, por exemplo;

– Evite utilizar o telefone com fio (o sem fio pode ser utilizado);

– Não fique próximo a tomadas, canos, janelas e portas metálicas;

– Acione imediatamente o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU (fone 192), caso alguém seja atingido por um raio.

Alguns lugares são extremamente perigosos durante uma tempestade. Quais devem ser evitados?

– NÃO permaneça em áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos;

– NÃO fique no alto de morros ou no topo de prédios;

– NÃO se aproxime de cercas de arame, varais metálicos, linhas aéreas e trilhos;

– NUNCA se abrigue debaixo de árvores isoladas.

Com informações do Portal do Governo do Ceará/ Ascom SSPDS

janeiro 2020
S T Q Q S S D
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031