Archive for 27 de junho de 2020

UFC desenvolve aplicativo gratuito para estudo de música

Aplicativo disponível para download gratuito no Google Play. Foto-Divulgação

Cantar as notas musicais escritas na partitura é uma das habilidades a serem aprendidas pelos estudantes de música. Chamada de solfejo, essa prática costuma aparecer nos currículos como percepção e solfejo, treinamento auditivo ou linguagem e estruturação musical. Pode até parecer simples dizer o nome das sete notinhas, mas na prática é um desafio para os futuros músicos. Para ajudar os estudantes a encontrar a afinação correta, o Prof. Rian Nogueira, do Curso de Música da UFC em Sobral idealizou o aplicativo para celular Meu Solfejo!.

Disponível para download gratuito no Google Play (acesso apenas via celulares Android), o aplicativo conta com um banco de sons de piano e de vozes femininas e masculinas presentes no canto coral (soprano, contralto, tenor e baixo). No total, são 120 áudios gravados de voz e 36 de piano. Desse modo, durante o estudo em casa, o aluno pode ter uma referência auditiva para a prática de canto e de instrumento. No aplicativo, o estudante consegue ainda alternar o método de estudos entre solfejo absoluto, no qual as notas são entoadas da forma como estão escritas na partitura, e o solfejo fixo-ampliado, em que cada nota possui uma sílaba específica.

Comenta o Prof. Rian Nogueira que o Meu Solfejo! tem como objetivo auxiliar no aprendizado dessa técnica essencial para os alunos de música; processo que, enfatiza, pode ser intrincado devido à quantidade de conhecimentos envolvidos. “A disciplina de percepção e solfejo possui um conteúdo teórico-prático de música que envolve diversos saberes, como leitura de partitura, ritmo, melodia, harmonia, canto, entrando também, por consequência, no aspecto da afinação. Por conta desses detalhes, essa matéria costuma ser uma das mais difíceis do curso”, afirma o professor.

A ferramenta possibilita ainda que alunos de canto coral que estejam com dificuldades de afinação ou que não obtenham um bom desempenho no canto individual ensaiem suas vozes solfejando as notas da partitura com o auxílio do aplicativo. “Observei que nas disciplinas de percepção e solfejo e canto coral os alunos mais tímidos ou ainda no seu percurso de estudo costumavam aprender melhor coletivamente. Também percebi dificuldade das meninas em identificar a afinação através da minha voz, que naturalmente soa uma oitava abaixo à qual elas cantariam. Por conta disso, passei a utilizar o falsete para entoar as referências da afinação. Contudo, pensei: como o estudante que possui dificuldade de afinação pode adquirir a autonomia de construir seu processo de aprendizagem sem depender sempre do coletivo? Com esse contexto idealizei o aplicativo”, relata.

Para tirar a ideia do papel, o Prof. Rian entrou em contato com o estudante Willian Praciano, do Curso de Engenharia da Computação também da UFC em Sobral, que ficou encarregado do desenvolvimento do aplicativo. Os trabalhos iniciaram em setembro do ano passado e contaram com reuniões semanais, quando foi feita a maquete do projeto e definida a gravação dos sons. O envolvimento com a iniciativa foi tão proveitoso que trouxe resultados além do esperado para o graduando. “Foi a minha primeira experiência de aplicativo com a temática e foi ótimo no que se refere à aplicação de alguns conhecimentos que já vinha estudando. Também adquiri alguns conhecimentos de música e passei a ter um maior interesse pelo estudo dela. Recentemente comecei a estudar violão e o que aprendi desenvolvendo esse aplicativo, sem dúvidas, está me ajudando nesse começo”, afirma Willian Praciano.

Também fizeram parte da equipe do Meu Solfejo! os graduandos em Música Ana Jakeline da Silva, que faz a voz feminina do aplicativo, e Douglas Araújo, que atuou na parte técnica. A voz masculina do aplicativo é do próprio Prof. Rian Nogueira. As amostras de som do piano foram coletadas através do site da Eletronic Music Studios, da Universidade de Iowa (EUA).

Lançado oficialmente no último dia 9, o Meu Solfejo! pode ser utilizado por um público para além da universidade: projetos sociais que possuam formação musical através do canto, conservatórios de música, pessoas com deficiência visual, estudantes de canto lírico e músicos amadores. Para acessá-lo, o interessado deve ter um smartphone com sistema operacional Android, ir até a loja de aplicativos Google Play e inserir na busca o termo “Meu Solfejo!”. Depois disso, é só baixar. “Se o aplicativo cumprir sua missão, vale mais do que qualquer cédula dada simbolicamente para tê-lo. Muitas pessoas tentam comercializar a educação e creio que esse não seja nosso objetivo aqui e agora”, reflete o docente.

Apesar de não ser comercializado, o aplicativo está aberto a doações para financiar as próximas etapas de desenvolvimento. Basta entrar em contato através dos endereços de e-mail disponibilizados na aba “Sobre” do aplicativo.

Fonte: Prof. Rian Nogueira, do Curso de Música da UFC em Sobral – e mail: rian125@gmail.com (Portal da UFC)

junho 2020
S T Q Q S S D
« maio   jul »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930