Archive for 4 de julho de 2020

Mostra inédita ‘Cenas de Quarentena’ reúne 11 filmes

Trabalhos buscam refletir por meio da expressão audiovisual o momento da pandemia.Foto-Divulgação

pandemia trouxe um cenário social nunca antes visto. O isolamento, arma contra a propagação da Covid-19, restringiu o cotidiano à intimidade do lar. Num futuro mais próximo, que história dessa tragédia em escala global iremos contar? 

Essa é uma das provocações da Mostra “Cenas de Quarentena”. A iniciativa realizada pela Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, apresenta 11 filmes cearenses produzidos durante os dias de reclusão. Os curtas-metragens estão disponíveis no canal da TV Unifor no YouTube

O público pode escolher as três produções que mais se destacaram. A votação segue até 15 de julho e usa como critério a quantidade de “curtidas” que cada vídeo ganha. Os trabalhos são inéditos, feitos em casa e contam com duração de até três minutos. O prêmio é de um tablet para o diretor ou diretora vencedora. 

Mais de quarenta inscritos participaram do processo de seleção. Mais da metade destas obras eram de estudantes de outras áreas da graduação, como Engenharia Civil e psicologia. A ideia de uma mostra nesse formato partiu do aluno Leão Neto, do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade de Fortaleza. 

O produtor, professor e diretor da TV Unifor, Max Eluard, detalha é positiva a procura de outras áreas da graduação. “Revela como o cinema e o audiovisual são uma arte que mobiliza as pessoas”, defende. 

Olhar 

A regra principal é de que cada participante filmasse em casa, com apenas celulares e iluminação ambiente. O intuito é aflorar as expressões individuais e definir obras que narrem o presente. A diversidade de temas abordados nos 11 filmes é um diferencial.

“É um momento em que lidamos muito com nós mesmos, com nossas angústias. Também tem a busca por uma relação mais leve com o que acontece. São filmes que trazem gestos importantes”, argumenta Eluard. 

Além de Eluard, participaram da curadoria Lis Paim, Marcelo Müller, Bárbara Cariry e Emilly Guilherme, ambas realizadoras e produtoras em audiovisual. Os filmes também serão transmitidos pela TV Unifor (canal 181 da NET e 14 da Multiplay), junto a entrevistas com os realizadores. 

“Cenas de Quarentena” aproxima o debate entre plataformas móveis (celulares) e as novas formas de contar histórias no meio cinematográfico. “Os celulares hoje, e cada vez mais, serão uma ferramenta de se contar histórias. De trabalhar o audiovisual com suas particularidades. Sua textura, sua qualidade de imagem peculiar. É mais uma opção para os realizadores”, conclui Max Eluard. 

Filmes participantes

“Angústia”, de Dinorá Melo Ximenes; “Aniversário de um ano”, de Eziele Rebeca Girão da Silva; “Corpo calado”, de Vitória Régia Cunha Aderaldo;  “Destroço”, Gabriela Santos Jardim e Livia Soares Castelo Meireles; “Fiat Lux”, de Antônio Augusto Vasconcelos de Moura, Eziele Rebeca Girão da Silva e Kauê Nogueira da Silva; “Macio como vidro”, de Julia Pierre Luz;  “Nada”, de aniel Sobral da Silva;  “Passa Tempo”, de Gabriela de Castro Nogueira e Clara Gomes de Andrade; “Pneumatófaros”, de Livia Soares Castelo Meireles e Gabriela Santos Jardim;  “Reflexo Adentro”, de Alian Souza Minerva; “Violão em quarentena”, de Jorge Alberto Nunes Falcão de Oliveira. 

Serviço

Mostra Unifor “Cenas de Quarentena”. Exibição dos filmes pelo canal  no canal da TV Unifor no YouTube e  TV Unifor (canal 181 da NET e 14 da Multiplay).
Votação aberta até 15 de julho. Três filmes com mais “likes serão premiados com um tablet cada.

Escrito por Diário do Nordeste/Redação, 23:05 / 03 de Julho de 2020.

julho 2020
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031