Archive for 10 de julho de 2020

Anestesiologia em Sobral é destaque na revista European

Santa Casa de Sobral tem primeira Residência em Anestesiologia do interior do Ceará.Foto-Divulgação

O programa de Residência Médica em Anestesiologia da Santa Casa de Misericórdia de Sobral foi reconhecido pela revista European Journal of Anaesthesiology (EJA) com a publicação do artigo científico “Anestesia para gestante portadora de Miastenia Gravis e Esclerodermia: Relato de caso” no mês de junho de 2020. A Revista Internacional publica trabalhos originais de alta qualidade científica e de relevância clínica. O artigo trouxe uma discussão sobre o caso de pacientes gestantes com miastenia gravis, uma doença causada por uma falha de comunicação entre os nervos e os músculos. A avaliação anestésica dos pacientes com a doença requer muita atenção dos profissionais.

Sendo a primeira Residência Médica em Anestesiologia do interior do Ceará, o programa compreende a prática nas diferentes modalidades de anestesia, desde pacientes submetidos a procedimentos ambulatoriais até os de alta complexidade.

“A aprovação deste trabalho é um grande avanço e serve como incentivo. É também fruto de muito esforço de todos os anestesistas e residentes que compõem o corpo clínico desta especialidade. O foco e o controle de qualidade nos proporcionou formar excelentes profissionais, sendo que mais de 80% deles ocupam a lacuna que tínhamos em Sobral”,ressaltou o médico anestesista e diretor técnico da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, Dr. Sávio Arcanjo.

Hospital de ensino desde o ano de 2007, a Santa Casa de Misericórdia de Sobral foi certificada pelos Ministérios da Saúde e da Educação, passando a contar com o Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão (DEPE), contribuindo decisivamente para a formação de mais de 10 profissões da saúde e oferecendo nove Programas de Residência Médica e dois Programas de residência multiprofissional.

– O artigo está disponível no site: journals.lww.com/ejanaesthesiology/

–Com informações da Assessoria de Comunicação da SCMS

UFC tem patente de aparelho robótico de anestesia sem dor

Os estudos para criação do aparelho começaram em 2010 (Foto: Divuglação/UFC)

A Universidade Federal do Ceará (UFC) conseguiu na última terça-feira, 7, a patente de um aparelho robótico capaz de fazer anestesia sem dor durante procedimentos odontológicos. O pedido foi feito em 2013, mas só agora o equipamento conseguiu ser registrado pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Esta é a primeira carta patente de titularidade exclusiva da Universidade Federal do Ceará.

O dispositivo trabalha substituindo seringas. Com uma aparência que consegue esconder a agulha, ele impossibilita que o paciente a veja. Diferente de outros aparelhos semelhantes que só alteram a velocidade do fluxo de injeção, este consegue fazer com que o paciente não sinta dor, por meio de uma vibração que tem a velocidade controlada pelo computador.

De autoria do professor do Curso de Odontologia José Jeová Siebra Moreira Neto, em parceria com a também professora do curso Juliana Oliveira Gondim e com os pesquisadores Augusto Darwin Moreira de Araújo Lima e Alexssandra Camarço Prado Lima, o pedido pela patente foi feito em 2013, as pesquisas se iniciaram em 2010.

Geralmente, o período para aprovação de patente é de 9 a 10 anos, sendo expedido apenas se a invenção atender aos requisitos exigidos pela legislação. Para o aparelho odontológico, foram 7 anos.

A UFC possui outras duas cartas de titularidade, mas ambas são divididas com outras instituições. A primeira, concendida no ano passado, é dividida com a Petrobras e consiste em um sistema de armazenamento e transporte de gás natural na forma adsovirda. A segunda é referente a uma possibilidade mais efetiva de prevenção e combate à tuberculose, sendo dividida com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Por REDAÇÃO O POVO – 19:36 | 09/07/2020

julho 2020
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031