Cultura

Campanha Sintonia do Bem com o grupo Preto no Branco

Durante a live,dia 21 de maio,público poderá fazer doações ao Programa Mesa Brasil.Foto-Divulgação

Que tal assistir uma apresentação musical para lá de especial no conforto de casa e ainda ajudar aqueles que mais precisam? Pois vem aí a terceira edição do Sintonia do Bem, campanha idealizada pelo Sistema Fecomércio-CE, através do Sesc, que promove uma série de lives com grandes artistas da música brasileira, com o objetivo de ajudar o Mesa Brasil, programa nacional que arrecada alimentos onde sobra e leva para onde falta. Na quinta-feira, dia 21 de maio, o público poderá conferir toda a mistura do soul, black music, samba, hip-hop, reggae e pop rock da banda Preto no Branco. A live será transmitida no Youtube oficial do grupo, a partir das 20h. 

Desde a primeira formação do Preto no Branco, a banda reuniu talentos, jeitos e vozes diferentes, de lugares também distintos do Brasil, em Belo Horizonte. Desse encontro despretensioso, em 2015, veio a missão de compor e de cantar sem barreiras, sem títulos e rótulos. O público entendeu o recado e respondeu a altura. A canção “Ninguém explica Deus”, por exemplo, está perto de alcançar o recorde de meio bilhão de visualizações em uma canção cristã no Youtube. E, como não poderia deixar de ser, essa e canções como “Me Deixe Aqui”, “Meu lugar é o seu amor” e “Se organize” vão estar no repertório da performance online no dia 21 de maio.

A apresentação do Preto no Branco no Sintonia do Bem não deixa der ser uma forma dos fãs matarem a saudade, além de ser uma oportunidade para que outras pessoas conheçam a música e a mensagem do grupo, que já fez parceria com nomes como  Priscila Alcântara, Cláudia Leitte, Harmonia do Samba e Marcos e Belutti. A live também vai ser a celebração de um momento especial da banda este ano, com integrantes em uma nova temporada, que prometem seguir levando uma mensagem de empatia, reflexão, diversidade e respeito por meio da música.  

Música e solidariedade

A campanha Sintonia do Bem, que já contou com a participação de artistas como Waldonys, Jessier Quirino e Ana Carolina, é realizada 100% online. Durante as apresentações, o público é convidado a contribuir com doações para o Mesa Brasil, o programa de segurança alimentar e nutricional do Sesc, que funciona em todo o País. A ideia é levar, por meio da arte e da cultura, conforto, saúde e nutrição para as pessoas em estado de vulnerabilidade social.

Assim, quem assistir a live do grupo Preto no Branco no dia 21 de maio poderá fazer doações através do QR Code, que ficará disponível o tempo todo na tela do Youtube. Mais informações sobre o Sintonia do Bem e o Mesa Brasil estão disponíveis do site do Sesc Ceará

Sobre o Mesa Brasil

O Mesa Brasil é um programa do Sesc que atua na perspectiva da segurança alimentar e nutricional, sustentabilidade e inclusão social. Presente no Ceará desde 2001, ainda com o nome “Amigos do Prato”, o programa atende no Estado mais de 430 instituições sociais, que juntas totalizam o atendimento a cerca de 280 mil pessoas, por meio de doações de alimentos e atividades educativas. Desde sua implementação, o Mesa Brasil Ceará já distribuiu mais de 49 milhões de quilos de alimentos, por meio de parceria com centenas de empresas doadoras.

O programa segue operando com os tradicionais doadores e demais parceiros mesmo em tempos de pandemia. Com a campanha que incentiva os empresários a doarem alimentos neste período, de março até o dia 31 de abril, foram arrecadados apenas no Ceará aproximadamente 378 mil quilos (toneladas) de alimentos, que beneficiaram cerca de 300 instituições de Fortaleza, Juazeiro do Norte, Sobral e Iguatu, com a participação de mais de 200 empresas. Esse resultado, até aqui, só evidencia o quanto o bem é, de fato, feito de forma coletiva. Com a ajuda dos empresários de vários setores, o Mesa Brasil Ceará já levou comida de qualidade para aproximadamente 594 mil pessoas.

SERVIÇO: 3º Sintonia do Bem – live com o grupo Preto no Branco.Dia: 21 de maio Horário: 20h. Transmissão: www.youtube.com/c/PretonoBrancoOficial

IBGE devolverá R$ 2,8 milhões a inscritos em concurso

Agentes do IBGE. Foto- Divulgação

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) vai devolver os valores pagos pelas inscrições para o processo seletivo do Censo 2020, que foi suspenso por causa da pandemia do novo coronavírus. No total, serão restituídos cerca de R$ 2,8 milhões, a mais de 100 mil candidatos.

O instituto informou que o valor exato devolvido será de R$ 2.823.775,95, entre os 100.735 candidatos que pagaram a taxa de inscrição até o cancelamento do processo seletivo, em março, depois de a Covid-19 começar a causar isolamento social das pessoas em todo o país.

Em um primeiro momento, a lista contempla 91.141 candidatos que estão sem impedimentos para receber a restituição. Os demais vão precisar de procedimentos especiais, pois possuem irregularidades no CPF ou algum outro tipo de pendência, mas todos receberão o dinheiro de volta.

Fonte: DN

IFCE desenvolve equipamentos de desinfecção de ambientes com raios ultravioletas para combater Covid-19

Rodos e caixas são entregues gratuitamente para o combate à Covid-19.Foto: IFCE/Divulgação

Professores e alunos das áreas de Telemática e Indústria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) trabalham no desenvolvimento de protótipos de equipamentos de desinfecção de ambientes com uso de raios ultravioletas, novo método para esterilizar superfícies contaminadas pela Covid- 19.

Segundo a instituição, foram construídos inicialmente seis equipamentos, que foram entregues ao setor de oncologia do Hospital Albert Sabin , a Associação Peter Pan. Outros serão entregues ao setor de odontologia do Campus Fortaleza, PROGEP e para unidades de saúde que estão sendo contatadas para doação.

Realizado no campus de Fortaleza do IFCE, o projeto inclui a concepção e montagem de protótipos, elaboração de manual de instrução e a produção dos dispositivos em pelo menos duas versões: a primeira é um rodo; e a segunda, uma caixa para ser acoplada a ambientes.

Profissionais envolvidos

Nesta nova ação em prol do controle da pandemia, estão envolvidos, sob a supervisão de docentes, mais de 15 alunos dos cursos Técnico em Mecânica, bacharelados em Engenharia Mecatrônica e em Engenharia de Telecomunicações, além do Mestrado em Engenharia de Telecomunicações.

De acordo com o coordenador do projeto, o professor Isaac Miranda, estudos demonstram a grande eficácia germicida dos raios violetas C, chamado UVC. No entanto, como podem ser nocivos ao usuário, os pesquisadores tomaram precauções na modelagem dos dispositivos.

“No rodo, o material foi planejado para que não tenha transmissão acidental. Incluímos um obturador que regula e pode até vedar a transmissão da luz”, explica. Já o segundo equipamento, continua, “é uma caixa com uma lâmpada dentro projetada pensando nas salas de desparamentação dos profissionais de saúde. A emissão dos raios em baixa incidência não prejudica a quem está no ambiente”, afirmou.

Produção dos dispositivos

Os responsáveis pelo projeto também elaboram um manual de instruções para referenciar a produção dos dispositivos. O Departamento de Indústria do IFCE de Fortaleza trabalha na produção de 100 unidades para distribuição sem custos a entidades que necessitem do material. A Pró- Reitoria de Gestão de Pessoas do IFCE e a Coordenadoria de Serviço de Saúde do IFCE de Fortaleza também devem receber os equipamentos de desinfecção.

O protótipo do rodo tem custo de R$ 134,46, o que é considerado baixo pelo pesquisador. “O consumo energético desses equipamentos também é bem pequeno”, acrescenta Miranda. Com valor total de R$ 13.135,00, o projeto foi aprovado pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (SETEC) do Ministério da Saúde (MEC).

Por G1 CE – 03/05/2020 09h08 

IFCE campus de Tianguá lança concurso literário

As inscrições acontecem no período de 20 de abril a 20 de maio. Foto- Divulgação

O IFCE Tianguá lançou o concurso literário “Um convite à escrita subjetiva” por meio de uma articulação conjunta entre o curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês e a Coordenadoria de Assuntos Estudantis. Pode realizar a sua inscrição qualquer membro da comunidade acadêmica de todos os campi do IFCE (alunos, professores, técnico-administrativos e colaboradores terceirizados), na modalidade prosa ou poesia. As inscrições acontecem no período de 20/04/2020 a 20/05/2020. Os textos selecionados vão compor uma antologia literária. Mais informações podem ser obtidas no site https://umconviteaescrita.blogspot.com/

A professora do curso de Letras do campus de Tianguá Suelem Maquiné explica que o concurso é um convite a dar voz às emoções, às ideias e aos sentimentos que, muitas vezes, acabam silenciados em momentos tão cruciais – como este que vivenciamos, de pandemia e de isolamento social. ‘Acreditamos que o projeto “Um convite à escrita subjetiva” poderá trazer algum alívio e bem-estar interior. Por meio da escrita literária, temos a oportunidade de refletir sobre a experiência interpessoal e intrapessoal, ampliando e partilhando a subjetividade’, aponta a docente.

Vale ressaltar que os proponentes poderão escolher livremente o gênero a ser submetido: um poema, um conto, uma crônica, ou qualquer algum outro gênero textual/discursivo (desde que de caráter literário) capaz de mobilizar a criatividade e a imaginação, a fim de partilhar a experiência pessoal e subjetiva diante do isolamento social e da pandemia. Confira informações aqui.

Por Caroline Brito / IFCE Campus de Tianguá

Banco de Leite Humano do Hospital Regional Norte necessita de doações

Hospital Regional Norte (HRN), na cidade de Sobral. Foto – Júlio Caesar

O Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Regional Norte (HRN), do Governo do Ceará, administrado pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) necessita de doações de leite materno. Devido à pandemia do novo coronavírus, causador da doença COVID-19, o BLH contabilizou um déficit no estoque ao longo do mês de março. Para atender os bebês da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (Utin) e Unidade de Cuidados Intermediários (Ucinca) o BLH tem uma necessidade mensal de 40l de leite. A doação vinha alcançando cerca de 16l a 18l por mês e, em março, diminuiu em média de 6l as doações.

A doação de leite humano é segura para o bebê, desde que a mãe esteja bem de saúde. A equipe do BLH toma todas as medidas necessárias de higienização para fazer a visita domiciliar com segurança para a doadora. Para isso, destinou uma equipe exclusiva para a coleta, diferente da que faz atendimento aos pacientes internados. Além disso, antes de ser distribuído aos bebês, o leite passa por um rigoroso processo de qualidade.

“Neste tempo de pandemia em que vivemos um espírito de solidariedade, queremos pedir a todas as mamães que estão em casa e que estão amamentando que façam essa doação que irá salvar muitas vidas”, ressalta a coordenação do Banco de Leite Humano do HRN, Samara de Andrade.

Pode ser doadora toda mulher que amamenta. Para doar, basta estar saudável, não fumar, não usar álcool ou drogas e não tomar medicamentos que interfiram na amamentação. Também não existe uma quantidade mínima para fazer a doação.

Para que a doação aconteça é necessário que a mulher que amamenta deseje doar de livre e espontânea vontade e faça um cadastro de doadora de leite humano no Banco de Leite do HRN. Na triagem de doadora, é preciso apresentar documento de identificação com foto, a caderneta de gestante com resultados de exames ou passar por testes na triagem.

Alimento completo

O leite materno é um alimento completo e importante para todos os bebês. Para os prematuros e as crianças que estão internadas, o alimento é imprescindível para recuperação em menor tempo. “Doar leite materno é um gesto que salva vidas. Qualquer quantidade é importante”, ressalta Samara Andrade.

Com informações da ssessoria de Comunicação do Hospital Regional Norte (HRN)

Tel.:(88) 3677-9515 Ramal: 9515 Cel.:88 9 8883-4263 / 88 9 9209-9278 (whatsapp)

IFCE Sobral oferece auxílio emergencial para estudantes

Campus do IFCE em Sobral, na Avenida Dr. Guarany. Foto-Arquivo

De 8 a 26 de abril, estudantes do campus de Sobral do IFCE, em situação de vulnerabilidade social, podem se inscrever para receber um auxílio emergencial. Podem se candidatar alunos que tiveram suas condições agravadas em razão da pandemia da Covid -19.

O auxílio é de R$300, a ser pago em maio. Esse valor pode ser estendido para os meses seguintes, caso haja continuidade do isolamento social em virtude da pandemia. O número de beneficiados dependerá da disponibilidade orçamentária.

As inscrições devem ser feitas por meio do Sistema Informatizado de Assistência Estudantil do IFCE (SisAE). Para quem não tem a senha, ela é feita no momento em que o estudante faz o primeiro acesso no SisAE (o “passo a passo” para esse acesso está disponível no manual que fica na página inicial do SisAE). Atenção, o e-mail precisa ser igual ao do Q-Acadêmico.

Todos os documentos precisam ser anexados no sistema no momento da inscrição. São aceitos arquivo em pdf ou a foto do documento, mas é importante verificar se o documento está legível.

O resultado da seleção está previsto para o dia 9 de maio. O candidato deve acompanhar o andamento da seleção no SisAE, lá será informado o deferimento ou indeferimento do pedido.

Para solicitar o auxílio emergencial, o estudante deve anexar no Sisae (www.sisae.ifce.edu.br) os seguintes documentos:

  • Comprovante de renda mensal de todos os membros da família maiores de 18 anos. Caso não possuam comprovante de renda formal, apresentar a declaração de renda dos familiares e do estudante – ver modelo Formulário de Declaração de Renda;
  • Declaração de não exercício de atividade remunerada de todos os membros da família maiores de 18 (dezoito) anos, que não possuem renda – ver modelo Formulário de declaração de que não possui renda;
  • Comprovante de residência atualizado, com validade de até 3 (três) meses;
  • Extrato nominal do recebimento do Programa Bolsa Família, quando a família for beneficiária, com validade de até 3 (três) meses. Caso não possua esse documento, pode fazer manuscrita no formato disponibilizado no site – ver modelo Declaração de Beneficiário do Programa Bolsa Família;
  • No caso de discentes menores de idade deve ser fornecida a declaração de responsabilidade das informações prestadas pelo discente e devidamente assinada pelo responsável legal. Essa declaração pode ser manuscrita, de acordo com modelo disponibilizado no site – ver modelo Formulário de declaração de responsabilidade para discente menor de 18 anos.

Mais informações, acesse o vídeo explicativo aqui.

Tiago Braga – IFCE campus de Sobral

Uece suspende matrículas de classificados e classificáveis do Vestibular 2020.1

Campus do Itaperi, da Universidade Estadual do Ceará, em Fortaleza. Foto-Divulgação

A Universidade Estadual do Ceará (Uece) reforça a informação da suspensão temporária de matrículas para estudantes classificados e classificáveis – ingresso pelo Vestibular para o semestre 2020.1.

Em decorrência das medidas de combate ao coronavírus no estado do Ceará, a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd/Uece) suspendeu as matrículas previstas para o período de 10 de março a 16 de abril deste ano.

Quando houver previsão de retorno às atividades presenciais na Universidade, será publicado adendo ao Edital nº 01/2020 – Reitoria/Uece, de 17/1/2020, informando aos interessados as novas datas para a realização da matrícula.

Com informações do Portal da Uece

Programação virtual Tudo Em Casa terá bate-papo com Mailson Furtado e Isabel Costa

Escritor Mailson Furtado Viana.Foto- Aurélio Alves

O escritor Mailson Furtado Viana e a mediadora de leituras Isabel Costa vão conversar sobre “a escrita e o publicar independente”. A ação acontece nessa sexta-feira, 3 de abril, a partir das 16h30min, em transmissão ao vivo no instagram @mailsonfurtado. Na conversa, Mailson e Isabel vão compartilhar referências literárias e interagir com leitores. A live faz parte do projeto “Tudo Em Casa”, do Sistema Fecomércio.

Ao longo das próximas semanas, o Sesc Ceará contará com uma programação cultural online em diferentes linguagens artísticas, como artes cênicas (teatro, circo, dança), audiovisual, artes visuais, literatura, música dentre outras. A iniciativa tem o objetivo de colaborar com o setor artístico-cultural cearense, além de contribuir para a garantia do direito de acesso à cultura, frente à pandemia do Covid-19. Essas ações visam ainda estimular o ócio criativo nesses tempos de isolamento social, trazendo um panorama do que acontece anualmente nas unidades e em centros culturais parceiros, em todo o Ceará.

Mailson Furtado Viana

Éescritor, ator, diretor, produtor cultural e cirurgião-dentista. Com seu livro à cidade foi vencedor nas categorias de livro do ano e de poesia no Prêmio Jabuti 2018. Em Varjota, Zona Norte do Ceará, é produtor cultural da Casa de Arte CriAr, e desenvolve trabalhos como ator, diretor e dramaturgo e, atualmente, lidera a CIA teatral Criando Arte.

Serviço
Tudo Em Casa 
Com Mailson Furtado Viana e Isabel Costa
Tema: a escrita e o publicar independente
Quando: sexta-feira, 3 de abril
Horário: a partir das 16h30min
Transmissão ao vivo no instagram @mailsonfurtado

O POVO online – ABRIL 1, 2020 11:52 AM

Padre João Batista Frota completa 54 anos de sacerdócio

Monsenhor João Batista Frota, missionário da solidariedade. Foto – Arquivo/ Hudson Costa
Padre João Batista foi ordenado em Roma, em 26 de março de 1966.Foto Arquivo/Marcildo Brito

Ordenado em Roma, em 26 de março de 1966, monsenhor João Batista Frota, está celebrando 54 anos de sacerdócio.  Padre João, como é tratado por todos, desenvolve trabalho social, de promoção humana e evangelização na Diocese de Sobral. Também é escritor, com quatro livros publicados. Em 2011, ele recebeu o Prêmio Nacional de Direitos Humanos.

O desejo de servir, a disponibilidade de querer colocar-se como irmão ao lado do povo, para guiá-lo em busca de valores eternos e imutáveis, o espírito de ajuda permanente, são princípios e ideais que marcam a vida do monsenhor João Batista Frota. É profundo conhecedor da alma humana e dos problemas sociais. Sua vida é um testemunho de humildade, fé e trabalho. Tem sempre uma palavra que conforta e um gesto que reanima a esperança.

Sua formação foi aprofundada no Seminário São José em Sobral, no Seminário Maior de Fortaleza e na Universidade Gregoriana de Roma. No curso de Ciências Sociais, em Paris, na França, sistematizou o conhecimento sobre o homem. Nos Kibutz de Israel trabalhou na agricultura, procurando encontrar uma nova maneira de ser padre.

O seu trabalho de irmão consagrado ao serviço dos demais, especialmente dos pobres e dos pequenos, vem contribuindo para a formação de uma comunidade de luta, com melhores condições de vida e fraternidade. Sua atividade pastoral nas paróquias de Santana do Acaraú, Massapê e em Sobral, na zona Norte do Ceará, tem sido marcada de ações que retratam um líder comprometido em construir entre os homens o projeto do Reino de Deus, fazendo da promoção humana a sua evangelização.

Em Massapê, no período de 1971 a 1989, Padre João construiu casas populares em mutirão, criou cooperativa de artesãos de palha e toda uma rede de solidariedade. Também teve atuação na sala de aula, transmitindo conhecimentos e virtudes, responsável maior pela formação de toda uma geração.

Em Sobral, tem continuidade o seu trabalho na construção da felicidade, da paz e justiça social. Um exemplo é o Projeto Cabra Nossa de Cada Dia, possibilitando o leite de cabra para crianças carentes em várias comunidades rurais. O projeto já teve reconhecimento nacional e serve de modelo de convivência com o semiárido nordestino. Em 2011, Padre João recebeu o Prêmio Direitos Humanos, na categoria “Enfrentamento à Pobreza”, concedido pela Presidência da República.

Livros

O monsenhor João Batista Frota, Padre João, é autor de quatro livros: Marcos de Esperança (1995), Construindo o Amanhã (1997), Procurando as Pegadas de Jesus (2009/2016) e Recados (2018), com uma coletânea de mensagens de paz.

IFCE monta central de impressões 3D para produção de máscaras em Sobral

Material será doado para unidades hospitalares do município de Sobral.Foto-Divulgação

O campus de Sobral do Instituto Federal do Ceará (IFCE) deu início, nesta quinta-feira (26), à produção de máscaras que serão doadas a profissionais de saúde de unidades hospitalares do município. O uso do material, classificado como um Equipamento de Proteção Individual (EPI), é indicado no combate ao novo coronavírus (Covid-19) como complemento às máscaras do tipo N95. As peças protegem a região dos olhos e, assim, diminuem o risco de contágio.

As máscaras serão entregues ao Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública, criado pela Prefeitura de Sobral com o objetivo de cumprir o Plano de Contingência do Coronavírus. O IFCE e outras instituições públicas e privadas participam do comitê, que ficará responsável pela distribuição dos equipamentos.

A meta é produzir cerca de 500 máscaras. A confecção é feita por meio da tecnologia de impressora 3D. Cada unidade leva em média 80 minutos para ser fabricada. “A ideia é a gente montar uma central de impressão 3D para dar suporte às necessidades da Secretaria da Saúde do município. Não só com máscaras, mas com outros acessórios que, porventura, sejam necessários”, explica o professor do IFCE e coordenador do Laboratório de Processos de Fabricação, Rafael Vitor e Silva, que está à frente do projeto.

O professor disponibilizou duas impressoras e o IFCE recebeu outras três da Secretaria da Educação de Sobral e uma da operadora de internet SobralNet, totalizando seis. Além disso, a Universidade Federal do Ceará (UFC) fará impressão em seu campus a partir do modelo produzido pelo IFCE. Nessa primeira fase, estão sendo enviados protótipos para serem testados pela Santa Casa de Misericórdia de Sobral e pelo Hospital Regional Norte. “A gente foi testando modelos existentes no mercado e chegou a um que consideramos o mais adequado para atender as necessidades da região”, informa Rafael.

O diretor-geral do campus, Eliano Vieira Pessoa, lembra que o IFCE está cumprindo sua missão ao produzir e doar os equipamentos. “Fomos convidados a fazer parte desse comitê de enfrentamento ao coronavírus e logo nos prontificamos a ajudar com nossos conhecimentos em prol da sociedade. É um retorno que damos para a sociedade. Ficamos felizes e gratificados em contribuir de alguma forma”.

Em nota enviada ao campus, o diretor-geral da Santa Casa de Sobral, Klebson Carvalho Soares, expressou agradecimentos pela disponibilidade na doação dos equipamentos. “Seu apoio é imprescindível e nos dá a certeza de que juntos poderemos garantir a assistência à saúde de nossa população. A generosa doação realizada pelo IFCE terá um grande impacto na luta contra a doença”.

Com informações da Coordenadoria de Comunicação Social do IFCE Sobral – (88) 3112.8120

julho 2020
S T Q Q S S D
« jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031