Educação

IFCE Sobral abre inscrições para cursos técnicos gratuitos

Inscrições podem ser feitas entre os dias 25 de maio e 09 de junho. São 245 vagas

Inscrições podem ser feitas de 25 de maio a 9 de junho. São 245 vagas,Foto-Arquivo

O campus de Sobral do Instituto Federal do Ceará (IFCE) abrirá inscrições para sete cursos técnicos. O processo seletivo é para o semestre 2017.2. Ao todo, são ofertadas 245 vagas. As inscrições podem ser feitas entre os dias 25 de maio e 9 de junho, exclusivamente pela internet.

As vagas são para sete cursos técnicos gratuitos: Agroindústria, Eletrotécnica, Fruticultura, Mecânica, Meio Ambiente, Panificação e Segurança do Trabalho. Para participar do processo seletivo, o candidato precisa ter concluído o Ensino Médio. As aulas são no turno da noite, com exceção do curso de Segurança do Trabalho, que é ofertado à tarde. Cada curso conta com 35 vagas.

Para a inscrição, é cobrado o valor de R$ 40, mas o candidato pode solicitar a isenção da taxa até o dia 30 de maio, desde que atenda a um dos seguintes requisitos: ter cursado integralmente o Ensino Médio em escolas da rede pública ou como bolsista integral da rede privada e ter renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio; ser inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal; ou ser declarado baixa renda. O pedido de isenção deve ser feito no próprio campus, de 8h às 12 horas e de 13h às 17 horas.

A data de realização das provas – Redação e Conhecimentos Gerais – será 9 de julho. Para se inscrever, o candidato deve acessar o endereço eletrônico do IFCE (http://qselecao.ifce.edu.br), onde poderá também consultar o edital para obtenção de mais informações.

Fonte: IFCE Sobral

IBGE reconhece a Região Metropolitana de Sobral

 Boulevard do Arco de Nossa Senhora de Fátima. Foto- Divulgação

Boulevard do Arco de Nossa Senhora de Fátima,em Sobral. Foto- Divulgação

Sobral e outras 18 cidades foram reconhecidas como a terceira Região Metropolitana no Ceará, além das regiões de Fortaleza e do Cariri. A criação da região foi divulgada nesta quarta-feira (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além de Sobral, compõem a nova Região Metropolitana as cidades Massapê, Senador Sá, Uruoca, Santana do Acaraú, Forquilha, Coreaú, Moraújo, Groaíras, Reriutaba, Varjota, Cariré, Pacujá, Graça, Frecheirinha, Miraíma, Meruoca e Alcântaras.

A lei estadual que estabeleceu a Região Metropolitana de Sobral é de 2016 e foi reconhecida pelo IBGE nesta semana, data de divulgação da atualização semestral as regiões pelo órgão.

Conforme o IBGE, as regiões metropolitanas e aglomerações urbanas são recortes instituídos por lei, de acordo com determinação da Constituição Federal. O objetivo das regiões é facilitar a organização, o planejamento e a execução de funções públicas de interesse comum.

Atualmente, existem 69 regiões metropolitanas no país, sendo que o estado com maior número é a Paraíba (12), seguida por Santa Catarina (9) e Alagoas (8). A revisão atual do IBGE mostra a criação da RM de Ribeirão Preto (SP), com 34 municípios, instituída pela Lei Complementar nº 1.290, de 06 de julho de 2016.

Fonte: G1 CE

IVA inova no Vestibular e disponibiliza simulado online

Acesso

O IVA oferece gratuitamente uma simulação de prova de vestibular

Com mais de 25.000 alunos formados em 21 anos de história em parceria com a Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), o Instituto de Estudos e Pesquisas do Vale do Acaraú acaba de abrir inscrições para o seu processo seletivo 2017.2. Com uma campanha intitulada “Você Superior”, o IVA reforça a importância de um certificado de nível superior na vida profissional de qualquer pessoa. A criação é da agência sobralense Convence.

Como diferencial neste processo seletivo, o IVA oferece gratuitamente em seu site uma simulação de prova de vestibular. Com a denominação de “Desenferruja”, a ferramenta criada em parceria com a startup sobralense SIMULAVest permite que o candidato revise, treine e aperfeiçoe seus conhecimentos antes do dia da prova.

Visando simular da forma mais real possível o vestibular, a ferramenta online “Desenferruja” disponibiliza uma série de informação ao candidato a uma vaga na universidade, como o tempo médio de resposta por questão, a revisão das respostas ao final da avaliação e a evolução do desempenho do candidato através de várias estatísticas.

Originalmente sobralense, a empresa desenvolvedora do Desenferruja, SIMULAVest, oferece uma solução voltada para a preparação dos alunos para o vestibular, fornecendo ferramentas e informações que servem para auxiliar e mostrar o seu progresso. Neste ano, a empresa sagrou-se em primeiro lugar no Demoday Corredores Digitais, realizado pelo Governo do Estado do Ceará em parceria com o Banco do Nordeste.

Qualquer pessoa pode acessar o “Desenferruja”, bastando preencher um cadastro simples no hotsite da campanha. A prova do vestibular 2017.2 do IVA acontecerá no dia 2 de julho. As inscrições já estão abertas e prosseguem até o dia 25 de junho.

Festival Cine Ceará bate recorde de filmes inscritos

27º Festival Cine Ceará acontecerá o no Cineteatro São Luiz. Foto-ogério Resende/Divulgação

Festival acontecerá o no Cineteatro São Luiz. Foto-Rogério Resende/Divulgação

O Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema bate novo recorde de inscritos. Foram 1.113 filmes enviados para a seleção da Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem e Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem da 27ª edição, que acontecerá em Fortaleza de 05 a 11 de agosto deste ano.

Do total de inscritos, 260 foram para a Competitiva de Longa-Metragem, seis a mais que em 2016, produzidos por 17 países. A quantidade de curtas-metragens também superou a edição anterior, passando de 712 para 853 filmes em 2017. Para a Competitiva Brasileira, o Festival recebeu inscrições de 25 estados e o Ceará participa da seleção com 97 produções. A data prevista para a divulgação dos selecionados é o dia 03 de julho.

O 27° Cine Ceará é uma promoção da Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, da Prefeitura Municipal de Fortaleza, via Secultfor, e do Ministério da Cultura, através da Secretaria do Audiovisual. A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e Bucanero Filmes e conta com patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).

Serviço

27° Cine Ceará- Festival Ibero-Americano de Cinema- De 05 a 11 de agosto de 2017 em Fortaleza, Ceará. Informações: www.cineceara.com. E-mail: contatos@cineceara.com. Tel: (85)3055-3465.

Bispo dom Edimilson toma posse na diocese de Tianguá

Bispo

Dom Edimilson Neves foi recebido na entrada da cidade. Fotos- Divulgação

Ao cair da tarde de sábado, dia 20 de maio, o povo católico de Tianguá acolheu seu novo pastor e guia. O bispo emérito, dom Francisco Javier Hernandez Arnedo, passou o báculo – símbolo do pastor que conduz o rebanho – para dom Edimilson Neves. A transição deu-se em cerimônia solene, no patamar da Catedral de Sant’Ana. À celebração estiveram presentes o arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio Aparecido Tosi Marques  e treze bispos pertencentes aos Regionais NE I e IV.

Dom Javier

Dom Javier passou o báculo para o novo bispo da Diocese de Tianguá

Após 26 anos essa é a terceira posse que acontece na diocese. A segunda aconteceu em junho 1991, com a chegada de Dom Javier, agora bispo emérito. Dom Edimilson foi recebido com aplausos e, pouco após a solenidade, na entrada da cidade, foi saudado pelas autoridades.

À celebração estiveram presentes o arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio Aparecido Tosi Marques  e treze bispos pertencentes aos Regionais NE I e IV.

À celebração estiveram presentes o arcebispo de Fortaleza e treze bispos

A concelebração eucarística começou com o rito de tomada de posse canônica, que consistiu na leitura da Bula Papal, entrega da cátedra e do báculo. Após esse momento, foram proferidas as saudações ao novo bispo, em nome do clero, dos religiosos e dos leigos. Ao som do hino pontifício, entoado por um coral formado por mais de cinquenta vozes, cada padre manifestou o seu respeito e a sua obediência ao seu novo pastor. Transcorrido esse momento, a Santa Missa seguiu como de costume.

Dom Francisco Edimilson Neves Ferreira é o terceiro bispo

Dom Francisco Edimilson Neves Ferreira é o terceiro bispo de Tianguá

Na homilia, proferida para centenas fiéis, que deste o começo da tarde já se aglomerava em frente à Catedral de Sant’Ana, dom Edimilson assim se expressou: “Venho com o desejo de dar continuidade ao rebanho do mestre. Depois de uma longa jornada, dom Javier passa o pastoreio aos meus cuidados. Não é fácil suceder um bispo desta qualidade”

Os fieis

Os fieis participaram  da programação de posse do novo bispo

Início do episcopado

“Venho com a melhor das disposições, para colaborar e somar forças”, acrescentou Dom Edimilson em entrevista coletiva, momentos antes da solenidade. “Aprendi a ser a sacerdote e meu episcopado foi construído na Diocese de Crato, na religiosidade popular de Nossa Senhora da Penha, no amor ao padre Cícero, nas romarias. Essa herança espiritual que eu trago se prolonga e se estende, também a essa Diocese de Tianguá”, assegurou.

O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio, comentando a simbologia da cerimônia de posse canônica e início do Ministério Episcopal, explicou que “esse é um momento em que, chegando um novo pastor, um novo bispo, o povo de Deus recebe ‘aquele que vem em nome do Senhor’, para anunciar o Evangelho e ensinar o caminho de Jesus”. De acordo com o prelado, essa também é uma ocasião “muito alegre, feliz e de ação de graça”. “A chegada de um bispo novo é uma alegria, para todos nós e para os bispos do Regional”, afirmou.

Saudando o novo pastor em nome de todos os leigos e leigas, o professor Mario Roberto, desejou que a missão agora iniciada “seja marcada pela presença pastoral como bispo de todos”, sem esquecer os “sinais claros” dados pelo Papa Francisco para humanidade sobre a escolha preferencial pelos pobres e excluídos. “Juntos a esses irmãos e irmãs, nós queremos ser, convosco, uma Igreja discípula, missionária, profética e ministerial”, exortou.

3º Francisco

Pela terceira vez, o povo tianguense terá um Francisco como bispo. O primeiro foi dom Frei Timóteo Francisco Nemésio Cordeiro, OFMCap, que ficou por 19 anos à frente da Diocese. Com a morte de Dom Timóteo, assumiu dom Francisco Javier Hernández Arnedo, OAR, e agora dom Francisco Edimilson Neves Ferreira, como terceiro bispo.

Dom Javier Arnedo, agora emérito, neste sentido, desejou boas-vindas a seu sucessor: “Que ele venha como uma pessoa de fé, para ser testemunha de fé no meio do nosso povo”. Aqui nós temos um povo muito participativo. Ele aprendera o ofício de pastor”.

Já o cura da Catedral de Sant’Ana, padre Carlos Alberto, comentando as expectativas da chegada do novo pastor, definiu que o sentimento é de alegria de ter a Igreja reunida e estar diante do povo de Deus, “vivenciando essa alegria bonita de receber o nosso terceiro bispo”.

Com informações das Dioceses de Tianguá e Crato

Prêmio de Jornalismo recebe inscrições até 12 de junho

premiação

A premiação total é de R$ 125 mil, distribuídos entre os nove vencedores

A Estácio, instituições de Ensino Superior do Brasil, continua com as inscrições abertas para o Prêmio Estácio de Jornalismo – edição 2017, que irá escolher as melhores reportagens veiculadas no país sobre o tema “Ensino Superior”. Criado em 2011, o Prêmio Estácio de Jornalismo tem o objetivo de fomentar a produção pela imprensa de matérias jornalísticas que abordem o ensino superior, de forma a ampliar o debate e a importância do tema para o desenvolvimento do país.

O prêmio é hoje o único em nível nacional dedicado exclusivamente a esta temática. Jornalistas e profissionais de imprensa de todo o Brasil podem concorrer nas mídias TV, Rádio, Internet e Impresso, tanto na modalidade Nacional, quanto na Regional. São elegíveis reportagens que tenham sido publicadas/veiculadas pela primeira vez entre 11 de junho de 2016 e 10 de junho de 2017. As inscrições poderão ser efetuadas até o dia 12 de junho de 2017. Cada concorrente poderá inscrever até 5 (cinco) reportagens.

Desde sua criação, o Prêmio Estácio de Jornalismo vem demonstrando um crescimento expressivo na quantidade de reportagens inscritas e na qualidade dos conteúdos produzidos pelos jornalistas. Até o momento, o prêmio registrou a participação de mais de 1.000 jornalistas e profissionais de imprensa, que inscreveram um total de mais de 1.400 reportagens veiculadas em 25 estados e no Distrito Federal. Foram mais de 100 premiados, entre concorrentes individuais e equipes, desde 2011.

Inscrições e Premiação
Para facilitar o processo de cadastro das reportagens, o prêmio conta com uma plataforma online de inscrição. O acesso poderá ser feito pelo site www.premioestaciodejornalismo.com.br . É possível fazer o upload de matérias via plataforma, ou seja, sem necessidade de ter que enviar o material por serviço postal. Na edição 2016, 100% das reportagens foram encaminhadas por meio da plataforma de inscrição online, mostrando que além de prático, o processo é seguro e rápido. Mas aqueles que optarem por enviar suas reportagens pelo correio poderão fazê-lo da mesma forma. Os dois formatos de envio serão aceitos.

O Prêmio Estácio de Jornalismo irá atribuir à melhor reportagem produzida no ano sobre o ensino superior um prêmio principal. Todos os trabalhos finalistas, independentemente da categoria em que estiverem inseridos, concorrerão ao prêmio máximo, o “Grande Prêmio Estácio de Jornalismo 2017”.

Os R$ 125 mil, distribuídos entre os nove vencedores, serão divididos entre duas modalidades: Nacional e Regional, e estas divididas nas categorias Impresso (Jornal e Revista), Televisão, Rádio e Internet. Na modalidade Nacional, o prêmio para cada vencedor será no valor bruto de R$ 15 mil. Na modalidade Regional, o prêmio para cada vencedor será no valor bruto de R$ 10 mil. O vencedor do prêmio principal, o Grande Prêmio Estácio de Jornalismo 2017, receberá a quantia bruta de R$ 25 mil. Todos receberão certificado e troféu alusivos à premiação.

Resultados
Os finalistas terão seus nomes divulgados em agosto e o anúncio dos vencedores será feito durante solenidade, em lugar e data a serem divulgados oportunamente.

Serviço
Prêmio Estácio de Jornalismo
inscrições até o dia 12 de junho
www.premioestaciodejornalismo.com.br

Casa Amarela/UFC recebe inscrições para curso de fotografia

Casa Amarela, na Av. da Universidade, 2591, Benfica, em Fortaleza. Foto-Arquivo

Casa Amarela, Av. da Universidade, 2591, Benfica,em Fortaleza. Foto-Arquivo

A Casa Amarela Eusélio Oliveira, equipamento cultural da Universidade Federal do Ceará (UFC), recebe, a partir de 22 de maio, inscrições para turma extra do curso básico de Fotografia, com 32 vagas. As aulas serão realizadas de 5 de junho a 6 de julho, de segunda a quinta-feira, das 14h30min às 17h30min.

Os interessados devem comparecer, a partir das 8h do dia 22, à secretaria da Casa Amarela (Av. da Universidade, 2591, Benfica), portando originais e cópias do RG e CPF, além de uma fotografia 3×4. A idade mínima para o curso é de 16 anos.

Serão abordados aspectos teóricos e técnicos do processo fotográfico, conforme conteúdo programático disponível no site da Casa Amarela. Informações sobre valores de taxa de inscrição, entre outras, podem ser consultadas pelos telefones 85 3366 7771 e 3366 7772.

Fonte: Casa Amarela Eusélio Oliveira – fone: 85 3366 7774(*Portal da UFC)

Será lançado em Sobral o projeto Diálogos Literários

Casa da Cultura de Sobral. Fotos- Arquivo

Evento acontecerá na Casa da Cultura de Sobral. Fotos- Arquivo

Lançamento de livros, música, poesia e um bate-papo com escritores integram o projeto Diálogos Literários, que será lançado no dia 1º de junho, na Casa da Cultura. A iniciativa da Secretaria da Educação de Sobral visa fortalecer a política de valorização do magistério. “Além da publicação de livros, teremos diálogos com pesquisadores de mestrado e doutorado em ensino e educação para preparar nossos professores para futuras seleções de mestrado”, adianta o secretário da Educação, Herbert Lima.

A programação terá início às 19h, com uma apresentação de música e poesia em homenagem a Belchior. O primeiro livro lançado será “Ensino de Ciências e Matemática: enfoques de práticas docentes”, que reúne experiências e práticas direcionadas em salas de aula para o ensino de Ciência e Matemática, utilizando metodologias variadas como, oficinas, jogos, teatro, músicas, entre outras. Os livros serão distribuídos gratuitamente para os inscritos no evento.

Publicação de livros

Na ocasião, a Secretaria da Educação de Sobral também lançará uma chamada pública para submissão de artigo científicos produzidos por professores da rede pública de ensino de Sobral, com relatos de experiências em sala de aula, que serão publicados em dois livros.

O projeto Diálogos Literários está inserido na política educacional do Município para valorização do magistério e será realizado mensalmente. “Estamos realizando um conjunto de iniciativas para aproximar a prática em sala de aula da academia, com os cursos de pós-graduação e o incentivo à produção científica”, explica Herbert Lima.

– Faça sua inscrição gratuita, no link: https://goo.gl/o2XhSd.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação da Secretaria da Educação de Sobral

Governador do Ceará sanciona Lei Chico Anysio

Evento ocorreu no Palácio da Abolição. Fotos-Carlos Gibaja e Tiago Stille

Evento ocorreu no Palácio da Abolição. Fotos-Carlos Gibaja e Tiago Stille

Humor e alegria desenharam a tarde de segunda-feira (17), quando o governador do Ceará, Camilo Santana, sancionou o Projeto de Lei que denomina “Ceará, Terra do Humor” como Bem Cultural de Natureza Imaterial. Intitulada Lei Chico Anysio, em homenagem ao intérprete maranguapense, a lei, de autoria do deputado estadual Bruno Pedrosa, foi comemorada por humoristas do Estado em solenidade no Palácio da Abolição.

Assinatura

Governador Camilo Santana sanciona a Lei Chico Anysio

De acordo com o chefe do Executivo, a lei vai fortalecer a política cultural do humor num estado que traz grandes nomes do segmento, como Renato Aragão e Tom Cavalcante, além do humorista de 209 personagens, Chico Anysio. “O Ceará tem um humor diferenciado, gostoso e único, e, com esta lei, nós queremos valorizá-lo, levando os humoristas para mais próximo das pessoas. Além da terra da luz, o Ceará passa a ser, também, a terra do humor”, somou o governador.

humorista e filho do intérprete do professor Raimundo, André Lucas

O humorista André Lucas, filho de Chico Anysio, agradeceu a homenagem

Também presente na solenidade, o secretário da Cultura, Fabiano dos Santos Piúba, ratificou a importância do reconhecimento dos artistas do riso. “Uma lei como esta permite à Secretaria da Cultura a elaboração de uma política cultural mais eficaz. A Secult retomou o Edital do Humor após se reunir com o Fórum Estadual Humor, e, agora, temos o reconhecimento dele no Edital de Incentivo às Artes”, disse Piúba. O Edital, segundo o secretário, está avaliando 30 projetos humorísticos neste semestre. A nova publicação deve direcionar um investimento da ordem de R$ 700 mil para o segmento.

Chico Anysio

O humorista cearense Chico Anysio interpretou 209 personagens. Foto -Web

Autor da Lei Chico Anysio (Lei N.º 220/15), aprovada em abril último, o deputado estadual Bruno Pedrosa reforça o papel da regulamentação como incentivo não só para os humoristas do Estado, como para o turismo cearense. “Levar o nome Chico Anysio, que foi o precursor do humor, não só cearense, como brasileiro, faz com que a gente tenha mais responsabilidade de incentivar os humoristas, incentivar o humor, até porque ele tem um papel preponderante no turismo cearense”, afirmou o parlamentar.

Ceará, um cartão postal

A  sanção da Lei Chico Anysio veio como batismo para o humorista e filho do intérprete do professor Raimundo, André Lucas. “Colocar o nome do meu pai é uma coisa muito especial porque ele faz parte disso. Nenhum humorista do mundo interpretou mais personagens, que mais falou do Ceará. Maranguape, por exemplo, ficou nacionalmente conhecida por causa da Escolinha do Professor Raimundo”, rememora. Parafraseando o pai, agraciado em 2012 com a Medalha da Abolição, ele sorri: “Ceará não é um estado, é um cartão postal”.

Estiveram presentes na cerimônia, também, o diretor do Teatro Chico Anysio e presidente da Associação Cearense dos Humoristas, Jader Soares (o Zembrinha); a superintendente regional do Iphan no Ceará, Geovana Cartaxo; o prefeito de Maranguape, João Paulo Xerez; além de humoristas cearenses, como Lailton Rocha (Lailtinho Brega), Iran Delmar (o Coxinha), Antônio Fernandes (Skolástica), entre outros.

Fonte: Portal do Governo do Estado

Monólitos de Quixadá formam ‘zoológico de pedra’

Monólito mais conhecido de Quixadá, a Pedra da Galinha Choca fica no entorno do Cedro, o primeiro açude construído no Brasil, entre 1890 a 1906 (Foto: Cid Barbosa/Diário do Nordeste)

Monólito mais conhecido de Quixadá,a Pedra da Galinha Choca.Foto-Cid Barbosa/DN

Algumas pessoas veem animais nas nuvens. Francisco Alves Leite os vê nas pedras. E em Quixadá, onde vive o fotógrafo, há material de sobra para a atividade. A Pedra da Galinha Choca, o monólito mais ilustre do sertão cearense, é conhecida em âmbito nacional pela semelhança com a ave que lhe dá o nome. O que muita gente não sabe é que as rochas de Quixadá abrigam muitos outros animais.

Rocha em Quixadá lembra a silhueta de uma foca. Fotos-Chico Javali

Rocha em Quixadá lembra a silhueta de uma foca. Fotos-Chico Javali

Há um ano Francisco Alves, que prefere se identificar como Chico Javali, começou a procurar e catalogar formas de animais nos monólitos no sertão cearense. “A ideia era fazer uma revista ou um livro contando sobre esses formatos de pedra. Eu imagino um zoológico de pedra. O objetivo é mostrar que Quixadá não tem só a Galinha Choca, tem outros animais nas pedras”, conta.

Pedra do Urso (Foto: Chico Javali/Arquivo pessoal)

Pedra do Urso

As formas foram localizadas quando ele andava pela zona rural de Quixadá para fotografar, profissão que exerce há 20 anos.

“Gosto muito de fotografar a natureza, sou fotógrafo há mais de 20 anos e eu começava a visualizar aquelas pedras com aqueles formatos de animais. Aí eu localizava a pedra, catalogava, com várias semanas fui juntando e organizando as imagens.”

Pedra do Macaco (Foto: Chico Javali/Arquivo pessoal)

Pedra do Macaco

Conforme o geólogo de Quixadá Ita Ventura, as pedras do município ganham diversas formas porque são mais frágeis que a maioria das rochas e são moldadas pela ação do tempo. “O monólito tem a biotita em 35% da sua composição, o que torna ele mais frágil e mais fácil de ser esculpido pela erosão, com os efeitos da chuva, sol, temperatura, ventos. Mesmo sendo mais flexíveis, esse processo leva milhões de anos.”

Pedra do Elefante

Pedra do Elefante

Pareidolia, a visão de coisas nas nuvens

A identificação de animais e outras coisas nas nuvens, rochas ou poças d’água está associada a um fenômeno evolutivo que facilita o reconhecimento de padrões, de acordo com o físico Alberto Calabrez. O fenômeno tem o nome técnico de pareidolia, a associação de formas aleatórias com objetos conhecidos.

Pedra da Baleia

Pedra da Baleia

“Esse tipo de associação é bem antiga. Alguns dos registros mais antigos que temos disso são as constelações. Nossos antepassados viam touros, ursos, leões, animais fantásticos e uma infinidade de objetos na disposição das estrelas”, explica.

Pedra da Tartaruga

Pedra da Tartaruga

Ainda segundo Calabrez, de forma ainda não explicada pela ciência, algumas pessoas têm mais facilidade para identificar formas nas pedras ou nuvens. “Talvez o Chico Javali seja uma dessas pessoas”, diz, ao avaliar as fotografias do profissional.

Pedra do Sapo

Pedra do Sapo

Esse mesmo fenômeno da pareidolia fez com que muita gente visse um dinossauro ou um monstro na imagem de um furacão divulgado pela Nasa em 2016 ou a imagem de Jesus em uma torrada.

Pedra do Cachorro

Pedra do Cachorro

Preservação do parque de pedra

O geólogo Ita Ventura alerta também para a necessidade de preservação do parque rochoso de Quixadá. O sítio é tombado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e reconhecido como uma das 24 paisagens mais bonitas do mundo pela Associação Internacional de Montanhas Famosas.

Além das formas naturais, os monólitos do Sertão Central cearense registram imagens rupestres de povos indígenas que viveram na região há vários séculos.

Quem passeia pelas ruas de Quixadá pode avistar construções e ruas em meio às rochas, mas todas construções antigas. Após o tombamento, ficou proibido a construção de estruturas a menos de 50 metros dos monólitos.

A cidade também não pode ter prédios com mais de três andares para que a visão das rochas não seja impedida.

“É necessário se conscientizar de que é preciso preservar os monólitos. Uma cidade com esse tipo de paisagem, preenchida pelas rochas, é bastante incomum, então temos que manter a paisagem natural que garante a beleza natural da nossa região”, relata Ventura.

Além da paisagem, o geólogo lembra que os monólitos salvaram o periquito cara-suja da extinção. “Hoje esse pássaro é restrito a uma região do Ceará. Antes eles viviam em vários países, mas sobreviveram apenas nos monólitos, que são regiões de difícil acesso e eles se abrigaram lá. Por isso a necessidade da preservação desse espaço.”

 

Fonte:Por André Teixeira e Juscelino Filho, G1 CE

maio 2017
S T Q Q S S D
« abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Tags