Cearense Aparecida Silvino é uma das vencedoras do 7º Prêmio Grão de Música

A cantora e compositora Aparecida Silvino é a única representante cearense.Foto: Regis Gomes

Este ano, o Prêmio Grão de Música (PGM) chega a sua sétima edição e pela primeira vez será realizado totalmente online e de acordo com a organização, o evento será adaptado para ser realizado sem comprometer a segurança de todas as pessoas envolvidas e interessadas. A cerimônia acontecerá no dia 3 de dezembro, a partir das 19h. 

A cantora e compositora, Aparecida Silvino, foi uma das premiadas dessa edição. Ela é a única representante cearense entre os 15 vencedores da premiação e conta como foi receber a notícia da conquista. “A gente já se sente muito bem quando recebe o e-mail pedindo as informações e CDs e trajetória, aquelas coisas todas que eles pedem quando a gente é indicada não é? Já da aquele frio na barriga. Mas quando a gente vê assim o nome lá naquele cartaz, a emoção é indescritível. Porque o Grão é o maior prêmio que um artista pode receber hoje no Brasil.”

Pessoalmente, Aparecida afirma que o prêmio deu uma renovada no oxigênio, pois graças a ele está subindo seus discos para o Spotify e outras mídias para que as pessoas procurem e encontrem o seu trabalho com uma facilidade maior. Já para o Ceará ela considera o prêmio um marco. “Tem música boa e reconhecida aqui. Eugenio Leandro já recebeu e agora eu tô nessa estrada”. Além dessa, a cantora e compósita também já conquistou outras premiações. “Existiu em Fortaleza o prêmio Nelson da Música Cearense, promovido pelo Nelson Augusto e a FM Universitária. Venci melhor Cantora e melhor Coral dois anos seguidos, em 2003 e 2004”.

Aparecida Silvino conquistou o prêmio com a música “Não Estamos Sós”, de sua autoria, que se encontra no disco “Sinal de Cais”, lançando em 2014. “Outra alegria, porque são poucas as canções em que sou autora da melodia e letra. Eu sou melodista, coloco a melodia nas poesias e letras de meus parceiros”.

Sobre o Prêmio Grão de Música

Compositores e interpretes, de diferentes gerações e estilos musicais, são anualmente selecionados pela curadoria do PGM pelo conjunto de sua obra. De acordo com a organização do evento, o prêmio segue na missão de revelar e destacar obras e trajetórias artísticas de grande valor, em meio ao rico cenário nacional.

O disco coletânea reúne uma faixa de cada premiado e está sendo produzido com previsão de lançamento para outubro. Este ano, ainda trará a presença do Prêmio nas plataformas digitais. O CD físico tem distribuição gratuita e a versão digital fica sempre disponível no site, onde também podem ser ouvidas as coletâneas das edições anteriores. Para mais informações, acompanhe as redes sociais do PGM

Edição: Monyse Ravena

Da Redação/Brasil de Fato | Fortaleza (CE) | 20 de Agosto de 2020 às 17:28

Deixe uma resposta

novembro 2020
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  
Comentários