Fortaleza confirma primeiro caso de ‘gripe suína’

Apesar da confirmação de um caso na Capital, a Secretaria da Saúde do Estado enfatiza que o surto de gripe A, iniciado em novembro na cidade de Pedra Branca, está controlado. Foto - Natinho Rodrigues

            Confirmado o primeiro caso de gripe suína na Capital, em 2011. A vítima foi uma mulher, profissional de saúde, com mais de 50 anos e que não havia tomado a vacina. O caso foi o único dentre as quatro notificações feitas em Fortaleza.

             A afirmação veio, no dia 15 de dezembro, em nota técnica divulgada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Segundo o coordenador de promoção e proteção à saúde da Sesa, Manoel Fonseca, ela não precisou ser internada em ambiente hospitalar e desde a segunda-feira,12, já está em tratamento com o Tamiflu.

          “Foi um caso leve como todos os outros. Portanto, ela já deve voltar às atividades profissionais na próxima semana”, informa Manoel Fonseca. Ele acrescenta que a vítima foi atendida na rede pública de saúde e logo encaminhada para fazer o exame no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), onde foi confirmada a gripe A.

            Sobre a probabilidade de contaminação de algum familiar, Fonseca disse que estes foram examinados, mas nenhum apresentou sintomas do vírus H1N1.
Controle

         A nota técnica divulgada pela Sesa, embora traga este caso confirmado em Fortaleza, tranquiliza a população em relação à continuidade da doença no Ceará. Segundo a Secretaria, o surto da gripe A, iniciado no mês passado, em Pedra Branca, está controlado.

          A justificativa veio por conta da redução no número de notificações feitas. Para se ter uma ideia da situação, nos últimos dez dias o registro diário em Pedra Branca, que chegou a 160 casos, caiu para quatro.

         “Na realidade, durante esta semana não recebemos nenhuma suspeita da doença, nem em Pedra Branca e nem em nenhuma cidade do Ceará. Essas quatro notificações são apenas uma média”, explica Fonseca.

          Ao todo, foram 23 pessoas atingidas pela gripe suína no Ceará, a maior parte delas na região do Sertão Central. Todos os casos tiveram contato com alguém de Pedra Branca. Manoel Fonseca destaca que o Lacen não possui nenhum caso a ser investigado.

Casos

           As cidades cearenses com confirmações de influenza pandêmica (H1N1) 2009 foram: Pedra Branca (18), Quixadá (2), Boa Viagem (2), e Fortaleza com um caso. Totalizando, 23 registros. A maior parte dos contaminados tinha entre 15 e 29 anos de idade.

          A Sesa registrou um total de 859 notificações, distribuídas pelos municípios de Acopiara, Fortaleza, Quixeramobim, Boa Viagem, Independência, Quixadá, Várzea Alegre, Maracanaú, Mombaça, Itapipoca, Senador Pompeu e Pedra Branca.

           O surto de gripe suína teve início em novembro, especificamente na semana que vai do dia 20 ao dia 26, em Pedra Branca. Os casos eram oriundos de uma Escola de Ensino Profissional.

Saiba como se prevenir da doença

Leave a Reply

dezembro 2019
S T Q Q S S D
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031