Germinal é o primeiro açude cearense a sangrar em 2020

Açude abastece a cidade de Palmácia e localidades vizinhas.Foto: Gerência Metropolitana da Cogerh

O Germinal, localizado no município de Palmácia, é o primeiro reservatório cearense monitorado pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) a sangrar este ano. A barragem transbordou na manhã desta terça-feira (28), após chuvas observadas em todas as regiões do Estado. 

O balanço parcial foi feito pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) colhido entre as 7h desta segunda-feira (27) e 7h desta terça-feira (28). 

Construído em 2017, o reservatório tem capacidade para 2,1 milhões de m³ de água e atende o município de Palmácia e localidades próximas. O açude serve, principalmente, para o abastecimento humano e perenização do rio Pacoti. 

Reservatórios

Os 155 açudes cearenses monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), que analisa o aporte diário nas barragens, têm capacidade para 18,62 bilhões de metros cúbicos de água. Atualmente, o volume está em tantos 2,66 bilhões de m³, o que corresponde a 14,30% da capacidade.

Ainda conforme o órgão, 94 reservatórios estão com volume abaixo de 30% (33 em volume morto e 13 secos). Apenas o Germinal se encontra com capacidade acima dos 90%. 

Açudes Secos

Faé; Junco; Madeiro; Monsenhor Tabosa; Jatobá; Broco; Parambu; Forquilha II; Adauto Bezerra; Joaquim Távora; São Mateus; Salão e Favelas.

Por Diário do Nordeste/Redação, regiao@svm.com.br 13:57 / 28 de Janeiro de 2020

Deixe uma resposta

janeiro 2021
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Comentários
Arquivos