Programa quer institucionalizar cultura de paz nas escolas

A iniciativa começou nova fase em 2016. Foto - Divulgação

A iniciativa começou nova fase em 2016. Foto – Divulgação

Em 2011, Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) criou o Programa Geração da Paz. A proposta era pensar o tema de forma estratégica, elaborando meios de fortalecer a escola como espaço de inclusão, de respeito à diversidade e da promoção da cultura de paz.

A iniciativa começou nova fase em 2016, deixando de ser entendida como programa e passando, sistematicamente, a ser parte da filosofia organizacional da Seduc, permeando toda a sua estrutura institucional: sede, Coordenadorias Regionais de Educação (Credes), Superintendência das Escolas Estatuais de Fortaleza (Sefor) e unidades de ensino.

Em encontro realizado no dia 9 de março, representantes destes segmentos reuniram-se para avaliar as oportunidades e os desafios que se apresentam para a continuidade do Geração da Paz.

Estratégia

Conforme lembra o professor Flávio Mesquita, que coordenou o programa durante os últimos cinco anos, é necessário que a temática seja incorporada ao currículo das unidades de ensino, de modo que não fique restrita apenas a intervenções pontuais. “Temos que ver a paz como uma estratégia que influencie as demais, dentro da instituição, estando presente em todos os processos. Com isso, temos a possibilidade de fazer uma grande revolução”, considera.

Com informações da Secretaria da Educação do Ceará

Leave a Reply

fevereiro 2020
S T Q Q S S D
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829