Sobe para 24 número de açudes sangrando no Ceará

Açude Tijuquinha em Baturité foi um dos primeiros a sangrar no Ceará. Foto- Divulgação/Cogerh

O Ceará tem 24 açudes sangrando nesta segunda-feira (16), de acordo com informações do Portal Hidrológico da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Os últimos três a superarem a capacidade máxima foram Itapajé (Itapajé), Trici (Tauá) e Valério (Altaneira).

Outros cinco açudes (Angicos, Arrebita, Gavião, Jatobá II e Trapiá III) estão com volume superior aos 90%. O volume médio de todos os 155 açudes cearenses é de 18,3%.

Ainda segundo a Cogerh, 80 açudes estão com volume abaixo dos 30%, outros 20 estão no volume morto e oito reservatórios (Faé, Favelas, Forquilha II, Jatobá, Joaquim Távora, Madeiro, Mons. Tabosa e Salão) estão secos.

Apesar das boas chuvas registradas desde o início deste ano, os três principais açudes do Estado continuam com nível delicado. O Castanhão, maior reservatório cearense, está com apenas 3,61%. O Orós, segundo maior do Estado, está com 5,02 e, o Banabuiú, 6,20%.

Açudes sangrando

Gameleira,Tucunduba, Quandu, Itapebussu, Itaúna, Jenipapo, São Vicente, Acaraú Mirim, Tijuquinha, Acarape do Meio, Germinal, São Pedro Timbaúba, Várzea da Volta, Colina, Sobral, Caldeirões,Barragem do Batalhão, Gongorra, Gomes, Diamantino II, Cauhipe, Valério, Trici e Itapajé.

Com informações G1 Ceará

Leave a Reply

setembro 2020
S T Q Q S S D
« ago    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930