Tremor de terra é registrado na região da Serra da Ibiapaba

Laboratório Sismológico da UFRN confirmou registro do abalo sísmico (Foto: Reprodução/Sismos Nordeste)
Mapa mostra locais em que o tremor foi sentido no Ceará (Foto: Reprodução/Sismos Nordeste)

Um abalo sísmico foi registrado em cidades próximas à Serra da Ibiapaba na noite desse domingo, 13. O tremor de magnitude entre 2.3 e 2.5 teve epicentro a 20 km de Tianguá e foi sentido também na cidade de Ubajara, de acordo com informações preliminares do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Labsis). Mucambo, Viçosa do Ceará e Ipu foram outras cidades que sentiram o abalo, que é considerado de força fraca.

Mesmo com a baixa intensidade, moradores de cidades próximas sentiram os tremores e chegaram a publicar nas redes sociais. Engenheiro do Labsis, André Silva explica que, no Nordeste, é possível que o abalo seja sentido na superfície a partir de magnitude 1.5.

Segundo o pesquisador, rochas na crosta terrestre liberam energia na forma de calor por meio de rupturas. Isso pode gerar som e tremor em algumas regiões. No Nordeste, o Labsis costuma monitorar locais com falhas geológicas e sismicamente mais ativos. O Ceará é um desses lugares.

Apesar do susto da população, que sentiu e escutou o abalo, nenhuma ocorrência foi registrada em consequência dos tremores, conforme informado pela assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil do Estado.

O chefe do Núcleo de Sismologia da Defesa Civil do Estado, Francisco das Chagas Brandão, afirmou que equipes do órgão estão nas localidades que mais sentiram os tremores, Jaburuna e Nova Veneza, em Ubajara, para análise do terremoto. Eles procuram encontrar o local exato do epicentro.

Por ALEXIA VIEIRA / ESPECIAL PARA O POVO 10:45 | 14/10/2019

Leave a Reply

novembro 2019
S T Q Q S S D
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930