Archive for abril 2021

Pesquisador Gilmar de Carvalho morre aos 71 anos

Gilmar lendo um livro
 Gilmar estava internado com Covid-19 há quase um mês. Foto: Natinho Rodrigues

O jornalista, professor e pesquisador da cultura cearense, Gilmar de Carvalho, de 71 anos, morreu na noite deste sábado (17), vítima da Covid-19. No último dia 20 de março, ele havia sido internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular, em Fortaleza. 

A morte foi confirmada pela curadora e pesquisadora de Artes Visuais, Dodora Guimarães. “Francisco Gilmar Cavalcante de Carvalho (Sobral, 1949 – Fortaleza, 2021), o escritor que trocou a ficção pelo magistério, o nosso querido professor Gilmar de Carvalho deixa o mundo órfão de sua inteligência rara. A cultura brasileira perde um de seus mais dedicados colaboradores, e a cultura do Ceará o seu mais competente tradutor”, disse em nota. 

Também escritor e doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, Gilmar era um dos nomes mais importantes no ramo da pesquisa em cultura no Brasil. No dia 30 de agosto, Carvalho iria completar 72 anos.

Neste ano, lançaria o livro “Poéticas da voz – Aboios, benditos, cantoria, cordel, emboladas, loas, saraus, torém, trovas”.

Diário do Nordeste – Escrito por Redação, 08:13 / 18 de Abril de 2021. 

Edital de concurso da Sefaz-CE deve sair entre 10 e 15 dias

Certame deve selecionar 100 novos servidores. Foto: Fabiane de Paula

O edital do concurso da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz-CE), que é esperado para ser publicado neste mês, deve sair entre 10 a 15 dias, de acordo com a titular da Pasta, Fernanda Pacobahyba. 

Previsto para ser divulgado nesta quinta-feira (15), o edital foi novamente adiado para se adequar à nova lei que estabelece 20% das vagas de concursos públicos no Ceará para pessoas negras. 

“Na concepção da lei, teve um artigo aprovado que precisou ser retificado. Hoje, a Assembleia Legislativa aprovou, então, a previsão é de que Cebraspe (comissão de organização) consiga nos entregar esse edital entre 10 e 15 dias”, afirmou a secretária em live nesta quinta. 

Sem novas admissões há 15 anos, o certame da Sefaz-CE é aguardado desde 2019. Inicialmente, a previsão seria de que o edital saísse ainda em março, no entanto, sofreu adiamento.  

O concurso deve ter 100 vagas, com remunerações de mais de R$ 16 mil. A organização da seleção será da banca Cebraspe. 

O processo será realizado em três fases: prova objetiva, prova discursiva e avaliação de títulos. 

CARGOS OFERTADOS PELA SEFAZ  

O concurso terá vagas para as seguintes funções:    

  • Auditor Fiscal da Receita Estadual; 
  • Auditor Fiscal Contábil-Financeiro da Receita Estadual;  
  • Auditor Fiscal Jurídico da Receita Estadual;  
  • Auditor Fiscal de Tecnologia da Informação da Receita Estadual.  

Das vagas destinadas aos cargos, 5% serão destinadas a candidatos portadores de deficiência, conforme previsto na Lei Federal nº 7.853.   

Os aprovados irão atuar com jornadas que somam 40 horas semanais e o regime de contratação será o estatutário, que assegura a estabilidade. As vagas serão imediatas e sem previsão de cadastro reserva.  

NÍVEL DE ESCOLARIDADE  

Para participar da seleção do concurso é necessário possuir ensino superior completo — sendo de qualquer área para o cargo de auditor fiscal da receita estadual e na de área específica para as demais funções.  

REALIZAÇÃO DAS PROVAS  

Os exames serão realizados em Fortaleza, em um domingo, nos turnos da manhã e tarde. Conforme os detalhes divulgados pela Sefaz, as provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos serão do tipo “certo” ou “errado” e terão 160 questões, em que uma marcação errada anula uma correta.  

Os testes discursivos serão compostos por duas questões com até 20 linhas cada e um estudo de caso com até 45 linhas. Serão corrigidas as provas dos candidatos classificados no quantitativo de três vezes o número de vagas.  

Além disso, o concurso ainda terá uma fase de prova de títulos para os candidatos aprovados nas fases anteriores, de caráter exclusivamente classificatório.  

O concurso da Sefaz é aguardado desde 2019. O orçamento reservado para a realização da seleção é de R$ 100 mil, que já foi aprovado. 

Diário do Nordeste – Escrito por Redação, 16:47 / 15 de Abril de 2021.

Ceará recebe fósseis traficados do Cariri para a França

fósseis
 MPF obtém na Justiça francesa a repatriação de fósseis do Ceará. Foto: Divulgação/PF

A Justiça da França autorizou repatriar 998 fósseis brasileiros traficados para o país europeu. Dentre eles, 345 pedras de animais fossilizados e 648 pequenos quadrados de animais e plantas em formato de fóssil, oriundos da Chapada do Araripe, no Cariri cearense.

O procurador da República, em Juazeiro do Norte, Rafael Ribeiro Rayol, fez o pedido de devolução do material por meio da Secretaria de Cooperação Internacional da Procuradoria-Geral da República (SCI/MPF), no fim de 2019. 

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a decisão da Corte de Apelação de Lyon foi proferida em 24 de fevereiro, mas só agora a comunicação chegou ao órgão. Conforme consta nos autos, os fósseis foram apreendidos em agosto de 2013, no porto de Havre, um dos principais da França, localizado na região da Normandia. 

O material foi contrabandeado para a França foi escondido em contêineres que levavam quartzo do Brasil para o país. “A partir de então, o MPF tomou todas as providências necessárias para convencer as autoridades francesas da ilegalidade desse material, o que culminou nessa autorização judicial, que vai possibilitar o retorno dos fósseis. Eles serão destinados ao museu gerido pela Universidade Regional do Cariri (Urca)”, explica o procurador.  

De acordo com o procurador, a partir da decisão da Justiça francesa, o MPF adotará agora as medidas e cuidados necessários para o traslado do material geológico para o Brasil.

A Urca é responsável pela gestão do Geopark Araripe, museu de paleontologia que reúne um importante acervo de registros geológicos do período Cretáceo presentes na região, e é reconhecido pela Unesco como o primeiro geoparque das Américas. 

OUTROS FÓSSEIS

Essa é a primeira decisão definitiva do Judiciário francês em relação a pedidos de repatriação de fósseis feitos pelo MPF brasileiro ao país europeu.

Há outros dois casos em tramitação que envolvem um esqueleto quase completo de pterossauro da espécie Anhanguera com quase quatro metros de envergadura e outros 45 fósseis, que incluem tartarugas marinhas, aracnídeos, peixes, répteis, insetos e plantas, alguns com milhões de anos.

Esse material está avaliado em quase 600 mil euros (R$ 4 milhões, aproximadamente, pelo câmbio atual) – dada a raridade, o interesse científico e a qualidade de preservação.

No final de 2019, o procurador e integrantes da SCI/MPF participaram de reuniões com autoridades do MP e do Judiciário da Alemanha, França, Itália e Suíça para discutir a repatriação de fósseis brasileiros enviados ilegalmente para diversos países do bloco europeu.

São milhares de exemplares retirados sem autorização do território da Chapada do Araripe. Os encontros foram realizados na sede da Agência Europeia de Cooperação Jurídica Internacional (Eurojust) em Haia, na Holanda.

“Esperamos que todo esse material já apreendido e à disposição da Justiça também seja devolvido à sociedade brasileira, para que possa servir a fins científicos e museológicos”, conclui Rayol.Quero receber conteúdos exclusivos sobre as regiões do Ceará.

Diário do Nordeste – Escrito por Redação, 18:23 / 14 de Abril de 2021. 

Governo inclui Correios em Programa de Desestatização

 (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Decisão foi publicada no Diário Oficial da União,dia 14 de abril.Foto:Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro incluiu a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) no Programa Nacional de Desestatização (PND). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 14. A publicação de um edital de concessão, no entanto, ainda depende de uma aprovação, pelo Congresso Nacional, do marco legal dos serviços postais.

A empresa concessionária também deve ofertar de modo contínuo e com modicidade de preços, os serviços postais de carta (simples ou registrada); impresso (simples ou registrado); objeto postal sujeito à universalização, com dimensões e peso definidos pelo órgão regulador; e o serviço de telegrama.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) será o órgão responsável por executar e acompanhar o processo de desestatização dos serviços postais.

A Secretaria-Geral da Presidência da República já havia se manifestado por meio de nota sobre a inclusão da empresa no programa, alegando que o setor público não tem conseguido suprir a demanda por investimentos necessária para o desenvolvimento dos serviços postais brasileiros. “A União deve concentrar os seus esforços nas atividades em que a presença do Estado seja fundamental para a consecução [obtenção] das prioridades nacionais”.

Em março, o Ministério da Economia publicou também no Diário Oficial resoluções que recomendavam a inclusão dos Correios no PND, além das estatais Eletrobras e Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Segundo a pasta, a primeira etapa dos estudos para a privatização dos Correios já havia sido concluída e que a segunda fase, dedicada à escolha do modelo de desestatização, está prevista para ser concluída em agosto. A terceira fase, que trata da implementação do modelo escolhido, depende da aprovação do projeto de lei (PL) 591 no Congresso Nacional.

O POVO online – Por IRNA CAVALCANTE08:37 | 14/04/20211FacebookTwitter

Centec abre inscrição para 13 cursos de formação gratuitos

Cursos online
As oportunidades são ofertadas à população cearense de forma gratuita.,Foto: Shutterstock

O Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) abriu inscrições online nesta terça-feira (13) para 1.080 vagas em 13 cursos de formação inicial e continuada gratuitos. 

As oportunidades são ofertadas à população cearense de forma gratuita em razão do contrato de gestão com a Secretaria Estadual da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece). As aulas acontecerão de 19 a 30 de abril, exceto o curso de Python, que acontece até o dia 10 de maio.

Os cursos ofertados são de programação, operador de caixa, informática, ferramentas digitais, técnicas de negociação e vendas, eletricidade, cultivo de hortaliças em ambiente doméstico, nutrição e segurança alimentar, liderança e gestão de pessoas, empreendedorismo, assistente administrativo, instalações hidrossanitárias e Norma Regulamentadora No 10 (NR-10).

As vagas são para os Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs) do Centec em Beberibe, Brejo Santo, Boa Viagem, Campos Sales, Fortim, Granja, Horizonte, Jucás, Ipaumirim, Itaiçaba, Massapê, Missão Velha, Piquet Carneiro, Santa Quitéria, São Benedito e Viçosa do Ceará.

VULNERABILIDADE SOCIOECONÔMICA

São público-alvo das formações ofertadas pelo Centec, pessoas a partir de 16 que residem no Ceará e estão em situação de vulnerabilidade socioeconômica, com renda mensal de até um salário mínimo e beneficiários do Cartão Mais Infância.

Além disso, é necessário ficar atento aos pré-requisitos específicos de cada curso, como escolaridade mínima, equipamentos obrigatórios, como celular, notebook ou computador, além de acesso à internet. 

Na sexta-feira (16) será divulgada uma lista com 60 alunos selecionados para participar das capacitações. Só é permitido que cada pessoa se inscreva em um curso por vez.

Diário do Nordeste – Escrito por Redação, 13:25 / 13 de Abril de 2021. 

Seleção UFC de professores para o curso de Medicina

Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), em Fortaleza.Foto-Arquivo

A Universidade Federal do Ceará recebe inscrições, a partir de 14 de abril, para seleção de professores substitutos para a Faculdade de Medicina (FAMED), em Fortaleza, e para o Curso de Medicina, em Sobral. De acordo com o Edital n° 24/2021são ofertadas três vagas.

Na FAMED, a oportunidade é para o Departamento de Saúde Comunitária, setor de estudo Saúde, Subjetividade, Cultura e Sociedade, com regime de 20 horas semanais de trabalho. A vaga exige dos candidatos título de doutor, mas o edital prevê reabertura de inscrições para mestres caso não haja inscritos ou aprovados com doutorado.

Em Sobral, há duas vagas: uma para o setor de estudo Geriatria/Internato e outra para o de Psiquiatria/Psicopatologia. Ambas preveem jornada de 20 horas semanais de trabalho e são voltadas a candidatos que tenham pelo menos diploma de graduação.

As inscrições serão realizadas exclusivamente através de e-mail para os endereços das respectivas unidades conforme prazo descrito no edital, onde a documentação exigida também está especificada.

A seleção constará de prova escrita e prova didática. Os programas relacionados aos setores de estudos podem ser consultados no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas. Informações sobre taxa de inscrição, valor das remunerações, entre outras, estão disponíveis no Edital n° 24/2021.

Fonte: Portal da UFC/Divisão de Concursos e Provimento da PROGEP – e-mail: dicon.progep@ufc.brCompartilhe: FacebookTwitter

Concurso ESA abre inscrições para 1,1 mil vagas

Membros da Escola de Sargentos das Armas em frente a prédio
 Os candidatos do concurso público podem ser de ambos os sexos.Foto: divulgação/Exército Brasileiro

Escola de Sargentos das Armas (ESA), do Exército Brasileiro, abriu, nesta quarta-feira (7), as inscrições para concurso público da instituição. O certame oferece 1,1 mil vagas para as áreas Geral, Músico e Saúde, com salários chegam a mais de R$ 5 mil inclusos adicionais militar e de especialização.

Os candidatos podem ser de ambos os sexos, devem ter Ensino Médio completo e estar entre as idades mínimas e máximas requeridas, de 17 a 24 anos para o curso da área Geral. As outras demandam que os candidatos tenham até 26 anos.

As inscrições vão até o dia 4 de maio, podendo ser realizadas no site da ESA. A prova objetiva está prevista para o dia 3 de outubro. O início dos cursos é previsto para fevereiro de 2022, com término em dezembro de 2023.

VEJA DIVISÃO DAS VAGAS

  • Área Geral: 900 para homens (sendo 180 por cota racial) e 100 para mulheres (com 20 reservadas à cota racial);
  • Área Músico: 45 vagas, (sete por cota racial);
  • Área Saúde: 55 vagas (11 por cota racial).

Para participar, o candidato deve preencher o formulário cadastral, imprimir o boleto e pagar a taxa de R$ 95. Há, ainda possibilidade de isenção de taxa, a qual deve ser solicitada entre quarta (7) e esta sexta-feira (9).

O benefício pode ser solicitado por filhos menores de ex-combatentes da Segunda Guerra Mundial, incapacitados em ação; membros de família de baixa renda; doadores de medula óssea ou inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad Único). O resultado dos requerimentos é previsto para dia 20 de abril.

EXIGÊNCIAS DO CERTAME

Outra exigência é de que os homens tenham altura mínima de 1,60 metro (m), limitação que não se aplica aos candidatos com até 17 anos — esses devem ter altura mínima de 1,57 m e exame especializado que ateste a possibilidade de crescimento. Já as mulheres devem ter altura mínima de 1,55 m.

Adolescentes menores de 18 anos devem ser autorizados por responsável para submissão ao concurso e eventual matrícula, caso seja aprovado e classificado para os cursos de formação.

Candidatos à área da Saúde devem ter concluído curso técnico em Enfermagem até a data de apresentação na organização militar.

Já quem se inscrever para Música deve comprovar habilidade na execução de partituras com o instrumento musical correspondente à vaga.

PROVAS E AVALIAÇÕES

Os candidatos serão avaliados em diversas etapas de seleção. A primeira delas, agendada para 3 de outubro, será composta pelas provas objetiva e de redação. A prova objetiva será dividida em até seis partes, divididas em ordem.

  1. Prova de Matemática (14 questões para áreas Geral/Aviação e dez para as áreas Música/Saúde);
  2. Prova de Português (14 e dez questões, respectivamente);
  3. Prova de História e Geografia do Brasil (12 e seis questões de cada disciplina para área Geral/Aviação e oito e quatro questões de cada disciplina para as áreas de Música/Saúde);
  4. Prova de Inglês (dez questões objetivas para todas as Áreas);
  5. Prova de Conhecimentos Específicos da área técnica de Enfermagem, na área de Saúde (12 questões) e Prova de Teoria Musical para a área de Música (12);
  6. Prova de Português (questão única discursiva/redação).

Serão aprovados os candidatos que obtiverem pelo menos 50% de acertos do total de questões de cada uma das partes da prova. A exceção fica com o teste de inglês — é necessário que haja 25% de acertos. Na redação, a nota deve ser igual ou superior a cinco.

As demais etapas de seleção são compostas por:

  • Avaliação de títulos;
  • Exame de habilitação musical (para os candidatos da área de Música);
  • Investigação social;
  • Exame preliminar de aptidão física;
  • Revisão médica;
  • Exame definitivo de aptidão física;
  • Heteroidentificação (para os candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos no ato da inscrição).

Veja edital completo para mais informações.

Diário do Nordeste – Escrito por Redação, 11:15 / 08 de Abril de 2021. 

Prorrogado prazo da declaração Imposto de Renda 2021

Celular em mãos com pedido de declaração de imposto de renda da Receita Federal. Foco seletivo. irpf 2021.
 Em 2020, o período de entrega da declaração também foi postergadoFoto: Shutterstock

O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda das Pessoas Física (IRPF) de 2021, referente ao ano de 2020, foi prorrogado do dia 30 de abril para 31 de maio. A mudança feita pela Secretaria da Receita Federal foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (12). 

Senado Federal aprovou, na semana passada, um projeto prorrogando o prazo de entrega da declaração para o fim de julho. O texto já tinha passado pela Câmara dos Deputados, mas, por ter sido alterado, será novamente analisado pelos deputados. Caso aprovada, a proposta seguirá para sanção do presidente Jair Bolsonaro, o que pode alargar ainda mais o prazo de entrega.

DATAS DE RESTITUIÇÃO SE MANTÊM

A Receita Federal também prorrogou para 31 de maio o prazo de entrega da Declaração Final de Espólio e da Declaração de Saída Definitiva do País, assim como o vencimento do pagamento do imposto relativo às declarações. No entanto, as datas dos lotes de restituição continuam.

Segundo o órgão, a extensão dos prazos de entrega tem o objetivo de suavizar as dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19. “A medida visa proteger a sociedade, evitando que sejam formadas aglomerações nas unidades de atendimento e demais estabelecimentos procurados pelos cidadãos para obter documentos ou ajuda profissional. Assim, a Receita Federal contribui com os esforços do Governo Federal na manutenção do distanciamento social e diminuição da propagação da doença”, informou.

Em 2020, também por conta da pandemia do novo coronavírus, o prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda foi postergado, mas para o dia 30 de junho.

SAIBA MAIS

A Receita Federal recebeu até as 16h de sexta-feira (9), 11.952.904 declarações, o equivalente a cerca de 36% das 32,6 milhões de documentos esperados este ano. No Ceará, foram apresentadas 301.821 declarações e são esperadas 711 mil, dentro do prazo legal.

PRAZO AINDA PODE MUDAR

A assessoria da Receita Federal informou, à reportagem, que a data 31 de julho continua no projeto de lei que retornou para a Câmara dos Deputados. Com isso, o Congresso deve editar uma lei, que tem um peso maior que a Instrução Normativa apresentada hoje pela Receita Federal, com o novo prazo definido.  

PAGAMENTO DO IMPOSTO

Por conta do adiamento, o cidadão que desejar pagar o imposto via débito automático desde a 1ª cota deverá fazer a solicitação até o dia 10 de maio, informou a Receita. 

“Quem enviar a declaração após esta data deverá pagar a 1ª cota por meio de DARF, gerado pelo próprio programa, sem prejuízo do débito automático das demais cotas”, explicou.

Para os que não optarem pelo débito automático, o órgão informou que o os DARFs de todas as cotas poderão ser emitidos pelo programa ou pelo Extrato da Declaração, disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC), através do site do órgão.

ATRASOS E ERROS

Quem atrasar a entrega terá de pagar multa de 1% sobre o imposto devido ao mês, com valor mínimo de R$ 165,74 e máximo de 20% do imposto devido.

Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, receberão mais cedo as restituições do Imposto de Renda, se tiverem direito a ela. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade.

QUEM É OBRIGADO A DECLARAR?

Em 2021, será obrigado a fazer a declaração o contribuinte que, em 2020, teve rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70. Na atividade rural, a obrigatoriedade vale para receita bruta superior a R$ 142.798,50. 

Também está obrigado a declarar quem tinha, até 31 de dezembro de 2020, a posse ou a propriedade de bens ou direitos de valor total superior a R$ 300 mil. 

Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2020 também precisará prestar contas com o Fisco. 

pessoa física que obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas também terá que declarar. 

Diário do Nordeste – Escrito por Redação, 09:18 / 12 de Abril de 2021.,

Íris Cavalcante lança romance “Por quem elas se curvam”

Íris Cavalcante desalinha um encorpado fio, em que preconceitos, amarguras e violências dividem espaço com belíssimos momentos de iluminação. Foto: Arquivo pessoal

Já viram como alguém enverga? Eu mesmo senti na pele a sensação. Os ombros caindo, levando consigo a postura pretendida, ereta e sadia. De repente, a cabeça adquire curvatura de anzol e a única perspectiva possível é mirar o chão. Precisei usar um aparelho durante dois anos e meio para corrigir a moléstia na coluna vertebral. Hoje me posto feito robô, mas ao menos encaro o mundo de frente, olhando reto.

Envergar é diferente de se curvar, ainda que haja uma linha tênue entre as duas ações. Enquanto a primeira é ato quase involuntário, a segunda requer um tanto de vontade ou predispõe obrigação. Nos curvamos diante de autoridades, símbolos de entidades importantes, lugares queridos. Nos curvamos também por sentimentos, das tímidas paixões às loucas obsessões por algo ou alguém. Por sonhos, saudades, dores, esperanças.

Lançado pela Rima Rara Edições Literárias, “Por quem elas se curvam” aborda exatamente o que levou quatro gerações de mulheres da mesma família a arquearem seus corpos – físicos ou imateriais – em detrimento das realidades que as circundam. A obra é o novo romance de Íris Cavalcante, escritora finalista do Prêmio Jabuti 2018 com o livro de poesia “Vento no 8º andar”. 

Natural do município de Baturité, no interior cearense, a autora ambienta a trama também distante da Capital, às margens do Rio Putiú, em pleno sertão, onde “até o vento era quente”. É lá que conhecemos a tradicional família Alencar, cujas histórias ganham corpo a partir de capítulos breves e fluidos.

O romance todo, inclusive, se vale de uma arquitetura concisa do verbo para atravessar inúmeras questões, permeando, com habilidade, terrenos que ora se tocam, ora se chocam.

INTIMIDADES EM PERSPECTIVA

Mas a temática central mesmo é a resistência das mulheres retratadas, algo apontado já no texto de orelha do livro, assinado pelo escritor e doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Ceará, Carlos Vazconcelos.Em determinado momento, ele sublinha: “Os espaços da ficção e da realidade (o que é mesmo uma e outra?) se permeiam e o que pulsa é a vida acima de qualquer anseio, a vida que vale a pena apesar da involução da espécie, que teima em manter desequilíbrios”.

Os espaços mencionados por Carlos são, em sua maioria, tecidos pela ótica de Tavinho, um dos mais jovens integrantes do clã. É dele a voz principal do romance, porém a narrativa se alonga e ganha distinta potência quando a perspectiva de algumas das mulheres da família assume o leme ou quando os dramas e realidades dessas personagens femininas são evidenciados.

Assim, Felismina, Cleia, Delfina, Nina, Lívia Drusa e Flor de Lis se tornam nossas amigas íntimas, gente do nosso núcleo e conhecimento. Atravessar suas trajetórias inquieta e faz pensar: “Quantas mulheres conheço que já passaram por essas situações?”.

LABIRINTO DE REFERÊNCIAS

Íris Cavalcante assume a questão apresentando os fatos como se retirasse um álbum de família do armário e mostrando a quem chega. Retrato por retrato, a escritora vai desalinhando um fio em que preconceitos, amarguras e violências dividem espaço com belíssimos momentos de iluminação, adentrando num labirinto de crendices, costumes, confissões à boca miúda. Passado e presente em diálogo constante numa crescente polifonia narrativa.

Excelente frasista, a cearense nos entrega construções do tipo “É muito grande pensar a respeito das coisas” e “As mulheres costumam passar por profundas metamorfoses, que transformam também suas percepções. Alguns homens morrem com os mesmos olhos com que nasceram”.Ou ainda: “As crianças crescem e a compreensão muda. Às vezes, as pessoas grandes se tornam pequenas”.

No bojo dos acontecimentos, Íris brada aquilo que põe a existência para a frente, não sem antes considerar as agruras do processo – sobretudo no que toca à realidade das mulheres, recorte sempre pungente.

Não à toa, a epígrafe com versos de Hilda Hilst – “me fizeram de pedra/ quando eu queria/ ser feita de amor” – e a dedicatória direcionada em especial àquelas que lhe antecederam, tudo encapsulado pela engenhosa ilustração de capa, feita pela escritora, poeta e psicóloga cearense Lisiane Forte

Um sucinto romance cravejado de enormidades, as quais nos levam irremediavelmente à pergunta-chave, sobretudo no presente instante: por quem ou a quê nos curvamos?

Por quem elas se curvam
Íris Cavalcante

Rima Rara Edições Literárias
2021, 96 páginas
R$ 20 (versão física disponível nas livrarias Lamarca, Benfica, Leitura (shopping RioMar) e Pimentá/ E-book disponível na Amazon)

Diário do Nordeste – Escrito por Diego Barbosadiego.barbosa@svm.com.br 05:00 / 29 de Março de 2021.

Biblioteca Pública do Ceará terá atividades de forma virtual

A retomada das atividades da nova Biblioteca Pública Estadual Ceará será por meio de programação virtual com convidadas e convidados do campo das artes (Foto: Fábio Lima)
Retomada das atividades da Biblioteca será por meio de programação virtual.Foto: Fábio Lima

Secretaria da Cultura do Ceará retomará as atividades da Biblioteca Pública Estadual do Ceará (BECE) de forma on-line no próximo dia 13Fechado desde 2014, o equipamento passou por reformulações estruturais e conceituais nos últimos anos, e tinha previsão de reabertura para março de 2020, o que acabou não acontecendo por conta da pandemia. Além da live “Diálogos BECE”, que marca o início do novo momento, o retorno das atividades da biblioteca prevê a programação virtual “Abril pra BECE”.

Estarão presentes o secretário da Cultura Fabiano Piúba; a diretora da BECE Enide Vidal; a gestora executiva da BECE Suzete Nunes; e a coordenadora de Livro, Leitura e Biblioteca da Secult Goreth Albuquerque. A mediação é da jornalista e coordenadora da Assessoria de Comunicação da Secult Ivna Girão.

A transmissão contará, ainda, com o lançamento da programação virtual “Abril pra BECE”, descrita como uma “prévia” da reabertura oficial da Biblioteca. Ainda não há detalhes da iniciativa, mas a Secult adiantou a presença de diferentes nomes da literatura e das artes no Estado, como a cronista do V&A Tércia Montenegro, a cordelista indígena Auritha Tabajara, o poeta e produtor cultural Talles Azigon, e a poeta e pesquisadora Nina Rizzi.

faixa “Diálogos BECE” se estende ao longo de abril, apresentando série de encontros com representantes de diferentes esferas do campo da literatura. A programação cultural da biblioteca contará também com oficinas, a programação “Histórias de quem lê” – na qual convidados irão dividir histórias de afeto com livros e a escrita – e uma parceria com o Projeto Palavras.

Soma-se à programação, ainda, a realização do seminário “Biblioteca: lugar de cultura, memória e diversidade”, que consistirá em um espaço de reflexão e debate sobre temas como o papel das bibliotecas em meio à pandemia, literatura infantil, indígena e outros temas.

A programação virtual é descrita pelo secretário Fabiano Piúba como um “aquecimento para a reabertura física” do equipamento. “Essa programação é apenas uma primeira porta aberta de diálogo no pensamento e na ação da Biblioteca para o fomento às artes e à cultura”, afirma. Não há, ainda, informações definidas em relação à reabertura oficial, mas a estrutura da BECE está “pronta para receber o público”, conforme o titular da Secult.

Ainda no segundo semestre de 2020, como noticiou o Vida&Arte, a Secult chegou a prever que a BECE estaria “apta” a reabrir até o final daquele ano, mas a situação não foi possível por conta do cenário sanitário do Estado. Há dois meses, o secretário adiantou também ao V&A que a Secult ainda “aguarda” data para a reabertura em atenção à situação da segunda onda da pandemia no Estado.

O Povo online – Por JOÃO GABRIEL TRÉZ13:24 | 09/04/20210FacebookTwitter

abril 2021
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
Comentários
Arquivos