Archive for 6 de julho de 2021

Festival Música da Ibiapaba segue com inscrições abertas

Festival da Música Ibiapaba segue com inscrições abertas até sexta-feira, 9 (Foto: Eduardo Abreu/ Divulgação)
Festival da Música Ibiapaba segue com inscrições abertas até sexta-feira, 9 (Foto: Eduardo Abreu/ Divulgação)

Festival Música da Ibiapaba segue com inscrições abertas para suas oficinas até sexta-feira, 9 de julho. O evento de formação musical, realizado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e pelo Instituto Dragão do Mar, oferece 15 cursos distintos na área.

A 16ª edição ainda trará palestras e bate-papos de 25 a 30 de julho. Para participar da programação totalmente digital, o artista deve se inscrever por meio do Mapa Cultural do Ceará e ter idade mínima de 16 anos. Os resultados serão divulgados no próximo dia 15, nas redes sociais.

Uma das atividades formativas será “Performance Vocal”, ministrada pelo diretor musical André Vidal. Durante cinco dias, o objetivo é aperfeiçoar diversos aspectos da voz, além de abordar questões como o uso da respiração, os princípios da ressonância vocal, o trabalho dos articuladores e a adequação da técnica para a interpretação.

Os cantores e regentes são o público-alvo. Para as inscrições, um dos pré-requisitos é ter, no mínimo, quatro anos de experiência.

Haverá também “Gestão para Bandas de Música”, com o maestro Arley França. Entre 27 e 28 de julho, ele percorrerá os princípios básicos de gestão, a sustentabilidade e as maneiras de organização de um grupo musical.

Ainda terão cursos como “Prática de Instrumentos de Sopro: Madeira”, “Prática de Instrumentos de Sopro: Metais”, “Harmonia e Improvisação”, “Cordas Populares”, “Criação Musical para Diversas Linguagens”, entre outros.

Na área da acessbilidade, um dos destaques é a formação “Linguagens artísticas, pertencimento e culturas surdas”, que será ministrada por Amanda Lioli, Amanda Assis e Nayara Rodrigues entre 26 e 30 de julho.

Os encontros buscarão fomentar a criação artística em linguagens variadas, como teatro, poesia, contação de histórias e performances com o público. Tudo acontecerá de forma bilíngue, com português e Libras.

Programação formativa

19 a 21/07
– “Formação para tradutores intérpretes ouvintes e surdos. I – Tradução de Músicas – fluência em Libras”, com Carol Fomin, Fabio Sá, Léo Castilho, Érika Motta e Anne Magalhães

19 a 23/07
– “Audiodescrição e o acesso às artes”, com Lívia Motta e Felipe Monteiro

22 a 23/07
– “Formação para tradutores intérpretes ouvintes e surdos. II – A poética da tradução – fluência em Libras”, com Naiane Olah, Livia Vilas Boas, Carol Fomin e Anne Magalhães

26 a 30/07
– “Prática de instrumentos de sopro: Metais (Trompete, trombone, bombardino, trompa e tuba)”, com Rubinho Antunes
– “Prática de instrumentos de sopro: Madeiras (clarinete, saxofone, flauta, oboé e fagote)”, com Joana Queiroz
– “Criação musical para diversas linguagens”, com Thiago Almeida
– “Performance vocal”, com André Vidal
– “Regência e metodologia do ensino de Música para bandas”, com Mônia Giardini
– “Um jogo chamado Música: escuta, improvisação, criação e pensamento musical para educadores musicais”, com Teca Alencar de Brito
– “Harmonia e improvisação”, com Nelson Faria
– “Cordas populares (violino, viola, violoncelo e contrabaixo)”, com Nicolas Krassik
– “Arranjo em música popular”, com Ferreira Júnior
– “Gestão para bandas de música”, com Arley França
– “Linguagens artísticas, pertencimento e culturas surdas”, com Coletivo Ramaria: Amanda Lioli, Amanda Assis e Nayara Rodrigues
– “Audiodescrição no contexto dos Museus e Produções Audiovisuais”, com Hélio Ziskind

27 e 28/07
– “Gestão para bandas de música”, com Arley França

Mi – Festival Música de Ibiapaba

Quando: de 25 a 30 de julho
Inscrições: até sexta-feira, 9 de julho
Onde: no site Festival Mi
Gratuito

O POVO online – Por CLARA MENEZES 19:22 | 06/07/20210FacebookTwitter

Tremor de terra é registrado no município de Sobral

Tremor de terra, de magnitude preliminar 1.5 mR, foi registrado no município de Sobral na madrugada desta terça-feira, 6  (Foto: LabSis/UFRN)
Tremor de terra, de 1.5 mR ocorreu em Sobral, na madrugada de terça-feira, 6 (Foto: LabSis/UFRN)

Um tremor de terra, de magnitude preliminar 1.5 mR (magnitude regional brasileira), foi sentido no município de Sobral, a 234,8 quilômetros de Fortaleza, 1h47min da madrugada desta terça-feira, 6. O abalo sísmico foi observado e confirmado pelo Laboratório Sismológico (LabSis), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento ocorre dois dias após a cidade de Santa Quitéria, na região Norte do Ceará, também registrar o fenômeno, que, nesse caso, alcançou magnitude 2.0 na Escala Richter. A Defesa Civil do Ceará foi informada sobre os eventos.

Segundo informações da Coordenadoria da Defesa Civil do município de Sobral, o evento desta terça foi sentido também na localidade de Jordão, distrito de Sobral, e no município de Alcântaras, localizado a aproximadamente 23 quilômetros de Sobral. Nas redes sociais, alguns moradores da região compartilharam que sentiram o fenômeno na madrugada de hoje. O POVO também procurou a Defesa Civil do Ceará e aguarda resposta.

Conforme o mestre em geofísica e técnico do LabSiS, Eduardo Menezes, os tremores de magnitude 1.5 são observados por algumas pessoas por meio da escuta ou por sentir a vibração do fenômeno. “Essa ordem de grandeza é mais notada na parte da noite, pois se ele ocorrer durante o dia em uma região muito movimentada, o fenômeno vai passar despercebido e as pessoas não vão sentir”, explica o técnico do LabSis. Ele ainda destaca que os eventos nessa magnitude não causam danos materiais quando registrados.

Ainda segundo Eduardo, os tremores na ordem de grandeza de 1.5 até 3.0 têm poucos efeitos, não sendo tão sentidos pela população, principalmente se ocorrerem no período da manhã, eles são observados mais durante à noite ou madrugada, pelo fato do horário ser menos turbulento. Já os tremores acima de 3.0 são considerados os mais notados, tanto no período da noite como durante o dia, e os que geram mais preocupação são os eventos acima de 4.0. Esse último, conforme o técnico do LabSis, já são observados alguns danos estruturais, como deslocamento de telhas e trincas e fissuras nas paredes.

Antes do registro de Santa Quitéria no domingo, 4, o último evento registrado no Estado do Ceará ocorreu no dia 14 de junho, no município de Quixeramobim. A magnitude preliminar do evento foi calculada em 1.5. No levantamento dos eventos no Estado, o maior tremor já registrado no Ceará foi em 1980, há mais de 40 anos, e alcançou 5.2 mR

O Laboratório Sismológico da UFRN  segue realizando o monitoramento de toda atividade sísmica que ocorre no Ceará e também na região Nordeste do País, além de divulgar e auxiliar a população sobre eventos sísmicos locais.

O POVO online – Por MIRLA NOBRE 16:48 | 06/07/2021FacebookTwitter

julho 2021
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Comentários
Arquivos