Fóssil brasileiro de 100 milhões de anos é devolvido à Urca, no Ceará

Fóssil
Fóssil brasileiro de 100 milhões de anos é devolvido ao Ceará Foto: Edson Freitas / Sistema Verdes Mares

Foi devolvido, na tarde desta quarta-feira (11), à Universidade Regional do Cariri (Urca) o fóssil brasileiro com mais de 100 milhões de anos, repatriado após ser retirado clandestinamente do Brasil. A peça histórica do período Cretáceo passa agora a compor o acervo do Museu de Fósseis de Santana do Cariri. 

Artefato preservado

O artefato recuperado pelo MPF pertence ao grupo de formação fóssil Santana, um dos principais sítios paleontológicos do mundo e reconhecidamente uma das jazidas fossilíferas com a maior diversidade de material excepcionalmente preservado.

Na peça, por exemplo, é possível notar a riqueza de detalhes de tecido mole e até as escamas do peixe.

Devolução

A devolução do espécime ao País é resultado de procedimento instaurado pelo Ministério Público Federal (MPF) emJuazeiro do Norte (CE), em 2020.

Segundo o MPF, o peixe fossilizado estava sendo comercializado de forma ilegal em um site de leilões na Itália, com valor inicial de 3 mil euros, o equivalente a 16 mil reais, aproximadamente. 

Diário do Nordeste – Escrito por Redação, 16:54 – 11 de Maio de 2022. Ceará

Deixe uma resposta

maio 2022
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Arquivos