Último depoimento gravado do bailarino Hugo Bianchi vira documentário

Hugo Bianchi em gravação, em 2022, do episódio Figuras da Dança: Hugo Bianchi, da série audiovisual da São Paulo Companhia de Dança (SPCD) dirigido por Inês Bogéa(foto: Wagner Kiyanitza/Divulgação)
Hugo Bianchi em gravação, em 2022, do episódio “Figuras da Dança: Hugo Bianchi”, da série audiovisual da São Paulo Companhia de Dança (SPCD) dirigido por Inês Bogéa(foto: Wagner Kiyanitza/Divulgação)

Hugo Bianchi, referência da dança no Ceará, deixou extenso legado para as artes cênicas no Brasil. O bailarino, coreógrafo, professor e diretor cearense morreu no dia 18 de janeiro, em decorrência da Covid-19, aos 95 anos de idade. Seu último depoimento gravado está documentado no filme “Figuras da Dança: Hugo Bianchi”, dirigido por Inês Bogéa.

A obra estreia nesta sexta-feira, 28, a partir das 19 horas, em transmissão on-line no YouTube. Um bate-papo antecede a exibição, com a participação da diretora e mais nomes ligados ao artista. O filme homenageia a atuação deste pioneiro. Trata-se do episódio especial da série audiovisual “Figuras da Dança”, produzida pela São Paulo Companhia de Dança (SPCD).

Nascido em 29 de abril de 1926, Hugo Bianchi iniciou a carreira como bailarino, ainda na adolescência. Destacou-se em apresentações no Theatro José de Alencar (TJA), palco emblemático das artes em Fortaleza. Na fotografia de divulgação do documentário “Figuras da Dança”, inclusive, ele aparece à frente da fachada principal do TJA.

Hugo estudou no Rio de Janeiro, formou-se em Teatro e trabalhou com artistas como Luz Del Fuego e Dercy Gonçalves. Em 1966, fundou o Ballet Hugo Bianchi, em Fortaleza. No TJA, deu aulas e ganhou até uma sala em sua homenagem. O bailarino foi responsável por formar inúmeros destaques da dança, como Madiana Romcy e Mônica Luiza.

O documentário passeia pela história do artista, em memória a uma vida inteira dedicada à formação e difusão da dança no Ceará. Uma narrativa de amor e resistência. A estreia integra a celebração dos 14 anos da São Paulo Companhia de Dança (SPCD), gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa. A programação gratuita e completamente on-line ainda conta com aula aberta (às 10 horas); e lançamento oficial do livro “Bailarinos – São Paulo Companhia de Dança”, do fotógrafo Arthur Wolkovier.

Estreia de “Figuras da Dança: Hugo Bianchi”
Quando: nesta sexta-feira, 28, às 19 horas
Onde: YouTube
Mais info: @saopaulociadedanca

O POVO online – Vida & Arte – 20:14 | Jan. 26, 2022 Autor Luiza Ester Tipo Notícia

Deixe uma resposta

maio 2022
S T Q Q S S D
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Arquivos